Alex Barros Racing quer manter a liderança do Moto 1000 GP em Brasília

23 de julho de 2014

228695_420139_gp_1000_94_Neste fim de semana (entre os dias 25 e 27), o Autódromo Internacional Nelson Piquet será palco da terceira etapa do Moto 1000 GP – o campeonato brasileiro de motovelocidade. A programação na capital federal promete disputas acirradíssimas no circuito de 5.475 metros pela liderança do campeonato, que está nas mãos do francês Matthieu Lussiana, da Petronas Alex Barros Racing, posição que ele pretende manter em Brasília. Seu companheiro de equipe, Lucas Barros, também está confiante e quer avançar na classificação. A programação começa na sexta (25) com a realização dos treinos livres.

Mesmo sem conhecer o traçado brasiliense, o francês Matthieu Lussiana está animado para a disputa da terceira etapa. Depois de vencer a prova inaugural em Santa Cruz do Sul (RS) e de brigar volta a volta pela vitória na segunda etapa, em Interlagos (SP), onde conquistou o segundo lugar, o piloto da BMW S 1000 RR HP4 N° 94 só pensa em vencer para manter o topo da tabela na categoria GP 1000.

228695_420140_sg4g9597“Eu não conheço essa pista de Brasília, mas acredito que isso não irá me atrapalhar. Tenho aprendido rapidamente os circuitos novos e não tenho problemas quanto a isso. Minha expectativa para a prova é de vencer e manter a liderança. Vou fazer o possível para isso. Sei que o Alex (Barros) fez outros testes para acertar a moto e eu vou trabalhar com as referências dele para ver se está tudo bem com o equipamento e para estar competitivo desde os treinos”, comenta Lussiana, que lidera o Moto 1000 GP, com 48 pontos.

Lucas Barros pretende continuar sua evolução na categoria principal do campeonato, para buscar avançar na classificação. “Estou evoluindo etapa a etapa, e meu objetivo continua sendo esse. Espero evoluir mais e obter um melhor resultado do que alcancei na última corrida. Na etapa de São Paulo, percebi que estou a poucos décimos dos primeiros colocados, e o que me falta é um pouco mais de ritmo. Pretendo também ajustar meu ritmo nessa corrida em Brasília, porque fazendo isso, vou ter boas condições de brigar por um lugar entre os pilotos principais”, analisa o dono da BMW HP4 N°14. Lucas é o sétimo no campeonato, com 14 pontos.

228695_420141_gp_1000_14_1O paulista de 18 anos, que tem boas lembranças de Brasília, aproveita para analisar os desafios da terceira etapa, no traçado mais extenso do calendário 2014 do Moto 1000 GP. “Pra mim é a pista mais desafiadora do Brasil, pois é muito longa e não permite erros. A volta costuma ter dois minutos (em média). Apesar de ser uma pista perigosa, gosto muito de trabalhar nela, adoro traçados “complicados”. Além disso, é uma pista muito especial para mim, pois foi onde conquistei minha primeira vitória e também onde assumi a liderança do campeonato de GP Light, em 2012, ano em que fui campeão”, relembra Lucas Barros.

A programação da terceira etapa tem início na sexta, com os treinos livres. Mas a organização do Moto 1000 GP permitiu, às equipes interessadas, a realização de treinos extras, na quarta (23), com quatro sessões de 90 minutos para cada categoria.

Programação da 3ª etapa – categoria GP 1000 em Brasília:
Sexta, 25
1º treino livre: 14h10 às 14h35
2º treino livre: 16h30 às 16h55

Sábado, 26
3º treino livre: 10h10 às 10h35
4º treino livre: 13h20 às 13h45

Classificação:
Q1: 15h20 – 15h40
Q2 (8 primeiros do Q1): 16h45 – 16h55

Domingo, 27:
Warm-up: 8h50 – 9h
Largada: 13h10 (14 voltas) – transmissão no BandSports

Classificação do campeonato GP 1000 – top-5 (após duas etapas):
1) Matthieu Lussiana, 48
2) Wesley Gutierrez, 36
3) Miguel Praia, 27
4) Danny Eslick, 26
5) Renato Andreghetto e Nico Ferreira, 15
7) Lucas Barros, 14

Fotos: Equipe Sanderson