Marcos Breda e Marcos Pasquim estreiam no KWC

23 de julho de 2014

228642_419960_photo_1_2000Pai de dois filhos, ator de teatro, cinema e TV. Piloto de karts quatro tempo nas horas vagas – se é que as horas vagas existem. Essa é a vida nada tranquila do gaúcho Marcos Breda. Ao lado do também ator e não menos ocupado Marcos Pasquim, Breda fez sua estreia no último domingo no Campeonato Mundial de Kart 4 Tempos – que está sendo realizado durante esta semana no Kartódromo Internacional de Nova Odesssa -, e ressaltou as semelhanças entre a prática do kartismo e seu trabalho como ator.

“Por incrível que pareça, há semelhanças entre o kart e o palco, principalmente no que diz respeito à capacidade de concentração. Em uma prova, é preciso completar várias voltas em tempos muito parecidos e isso exige muito foco no aqui e agora. Não dá para ficar pensando no passado ou no futuro. Um erro pode custar posições, e no palco é a mesma coisa. A diferença é que, no teatro, a falta de foco pode gerar uma fala errada e render algumas vaias”, brincou o ator.

Além de estrelar a peça Oleanna (texto de David Mamet, direção de Gustavo Paso, com Luciana Fávero e Miwa Yanagizawa), e de ter recentemente filmado o longa Os Senhores da Guerra, selecionado para a mostra competitiva de Gramado (direção de Tabajara Ruas), Breda também segue na ativa como ator de televisão nos seriados Animal, da GNT, e Sexo e as Negas, que estreia no dia 16 de setembro na Globo. O gaúcho também disputa o Campeonato de Kart dos Artistas e estreou neste ano no Mundial de Kart 4 Tempos ressaltando o elevado nível técnico do evento.

228642_419961_photo_2_2000“O nível da competição me surpreendeu. Há bons pilotos belgas, ingleses, dinamarqueses e holandeses, além de muitos brasileiros que são feras no kart. Disputar a Nations Cup é uma oportunidade que tive para rever alguns amigos que fiz no kartismo e, também, para aprender com este pessoal”, acrescentou.

Já Marcos Pasquim foi apresentado ao kart com motores quatro tempos há dez anos pelo amigo Marcos Breda. De lá para cá, adotou a modalidade como uma de suas preferidas, ao lado do golfe, e neste ano lidera o Campeonato de Kart dos Artistas. NO KWC, ele aproveitou para elogiar as instalações e o traçado do Kartódromo Internacional de Nova Odessa. “É uma pista muito técnica, com uma estrutura incrível. Gostei muito e pretendo voltar a competir aqui”, encerrou o ator.

As disputas do Mundial de Karts 4 Tempos prosseguem no circuito paulista até o próximo domingo (27), quando serão definidos os quatro campeões individuais do torneio. Além da disputa por equipes, o Mundial premiará o Campeão Individual Geral e os vencedores nas categorias Júnior, Sênior e Feminina.