Gerardo mantém a invencibilidade Na GP 600

27 de julho de 2014

5cd3de37e158757ddb1d5de04297b55cDepois de largar da oitava colocação por ter o motor comprometido nos treinos classificatórios, Maximiliano Gerardo fez uma corrida de recuperação no GP Brasília para chegar à primeira colocação e vencer pela terceira vez seguida nesta temporada na categoria GP 600.

O piloto uruguaio da MGBikes Yamaha Racing concluiu a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade à frente do gaúcho Pedro Sampaio, da Fábio Loko e de André Veríssimo, companheiro de equipe de Gerardo, que na pista chegou em quarto lugar, mas foi beneficiado com a punição de Matheus Oliveira por irregularidade técnica. Na classificação geral, Gerardo agora soma 80 pontos no total, seguido de Pedro Sampaio com 56 pontos.

45257abb3d4b78c607e11a03a02e4c2eApós a corrida, Maximiliano Gerardo lembrou da importância do trabalho da equipe. “Agradeço a minha equipe, que passou a noite trabalhando para deixar a moto pronta depois de o motor ter quebrado durante a última classificação. Dedico essa vitória a eles”, agradeceu o uruguaio. Sampaio, que na última etapa em São Paulo chegou em quarto lugar, também comentou a segunda colocação em Brasília. “É meu primeiro ano correndo na GP 600 e tenho muito que aprender ainda. É muito bom correr com pilotos mais experientes. Isso ajuda a gente a evoluir”, justificou.

Completando o pódio da terceira etapa do Moto 1000 GP no Autódromo Nelson Piquet em Brasília ficaram os pilotos o paulista Sergio Laurentys, que levou as cores da Sany-Carsystem-M2B Racing e Eduardo Costa, que levou o time da Mobil Mobil Ituran Racing Team ao quinto posto.

Depois de 11 voltas, o resultado da categoria GP 600 no GP Brasília foi o seguinte:

1º) Maximiliano Gerardo (URU/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, 23min17s725
2º) Pedro Sampaio (RS/Kawasaki), Fábio Loko, a 6s295
3º) André Veríssimo (SP/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 30s431
4º) Sérgio Laurentys (SP/Kawasaki), Sany-Carsystem-M2B Racing, a 51s883
5º) Eduardo Costa Neto (SP/Kawasaki), Mobil Ituran Racing Team, a 59s197
6º) Alex Pires (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, a 1min26s868
7º) Marciano Santin (RS/Kawasaki), Santin Racing, a 1min55s344
8º) Antonio Télvio (RJ/Kawasaki), Team de Grandi, a 1min59s861
9º) Walteny Amaral (RJ/Kawasaki), Team de Grandi, a 1 volta
NÃO LARGARAM
Flávio Sukar (PE/Honda), HPN Racing Team
Thiago Fonseca (PE/Kawasaki), HPN Racing Team
DESCLASSIFICADOS
Matheus Oliveira (SP/Kawasaki), Procomps Racing Team
Joelsu da Silva (PR/Kawasaki), Paulinho Superbikes
Melhor Volta: Gerardo, na 5ª, 2min04s897, média de 155,145km/h
Após três etapas, a classificação da GP 600 é: 1º) Maximiliano Gerardo, 80; 2º) Pedro Sampaio, 50; 3º) Joelsu da Silva, 36; 4º) André Veríssimo, 34; 5º) Sérgio Laurentys, 29; 6º) Marciano Santin, 28; 7º) Matheus Oliveira, 23; 8º) Alex Pires, 20; 9º) Douglas Figueiredo, 20; 10º) Eduardo Costa Neto, 11; 11º) Antonio Telvio, 11; 12º) Paulinho Kamba, 11; 13º) Thiago Fonseca, 10; 14º) Marcelo Dias, 8; 15º) Walteny Amaral, 7; 16º) Igor Ernica, 7; 17º) Tercio Dalmass, 6; 18º) Ricardo Fox, 6; 19º) Julio Fortunato, 3; 20º) Marcos Fortunato, 2.

Fotos: Equipe Sanderson