Piloto de Brasília vence diante de sua torcida na GP Light

27 de julho de 2014

fa95d4755de31c404754a28f2f627704A grande torcida que compareceu ao Autódromo Internacional Nelson Piquet neste domingo (27), em Brasília, para a terceira etapa do Moto 1000 GP viu de perto seus dois representantes na GP Light conquistarem postos no pódio. Ian Testa foi o vencedor, enquanto seu conterrâneo Henrique Castro, que leva as cores da City BSB Motor Racing alcançou a terceira posição. O segundo lugar ficou com o gaúcho Rafael Bertagnolli, da equipe Fábio Loko, campeão da GP 600 na temporada passada. Completaram o pódio os pilotos Nicolas Tortoni, argentino da equipe MGBikes Yamaha Racing e o carioca Marcelo Cortes, que corre pela Center Moto Racing Team.

A troca de posições começou logo na largada quando Bertagnolli assumiu a ponta seguido de Tortone na corrida em que Ian Testa largou na pole position. Ainda na primeira volta, as disputas pelas primeiras colocações se intensificaram. Na quinta volta das onze programadas, Henrique Castro que saiu da oitava colocação já aparecia brigando pelo terceiro lugar. Com plena vantagem sobre os demais, Testa administrou a vantagem obtida na segunda metade da prova para ser o primeiro a ver a bandeira quadriculada.

83bd386ba3a762383f7b1985f8e844af“Foi um começo de prova difícil e desgastante, porque o pelotão da frente estava bem rápido. Tracei a estratégia de forçar mais no começo e acabou dando certo, no final foi mais tranqüilo”, sintetizou o vencedor da prova. Para Bertagnolli, o segundo colocado, o resultado soou como uma conquista. “Chegamos com muitas incertezas para esta etapa, porque a moto não estava totalmente pronta. Acabamos indo mal na última etapa em São Paulo então tentamos um novo acerto para Brasília. Por todo esse contexto, o segundo lugar pode ser considerado uma vitória”, relatou o gaúcho.

“Sinto que o resultado poderia ser melhor porque andamos bem nos treinos. Por ter sido uma corrida de recuperação, mantive um ritmo forte desde o começo”, justificou Castro. Com o resultado final, o campeonato apresenta Testa na primeira colocação com 54 pontos no geral, seguido de Castro, 52 e Rafael Bertagnolli, que chegou aos 45 pontos.

Depois de 11 voltas, o resultado da categoria GP Light no GP Brasília foi o seguinte:

1º) Ian Testa (DF/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, com 22min43s 972
2º) Rafael Bertagnolli (RS/Kawasaki), Fábio Loko, a 12s266
3º) Henrique Castro (DF/Kawasaki), City BSB Motor Racing, a 12s727
4º) Nicolas Tortone (ARG/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 20s888
5º) Marcelo Cortes (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, a 21min330
6º) Rodrigo de Benedictis (SP/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, a 25min752
7º) Juracy Rodrigues (PR/Kawasaki), Black Day Racing Team, a 34min867
8º) Marcelo Skaf (SP/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, a 36min009
9º) Marcelo Souza (SP/Kawasaki), JC Racing Team, a 48min546
10º) Lucas Teodoro (SP/BMW), BMW Motorrad Alex Barros Racing,a 49s786
11º) Fabinho Adas (SP/Kawasaki), Paulinho Superbikes , a 50s197
12º) Pedro Barata (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, 56s738
13º) Alessandro Andrade (GO/Kawasaki), City Service BSB Motor Racing, a 1min04s006
14º) Sandro Campos (MS/Honda), Dawnriders Racing Team, a 1min35s775
15º) Samuel Silva (DF/Kawasaki), Wesley Testa, a 1min36s015
16º) Flavio Ricardo (DF/Kawasaki), Aclat Racing, a 1min36s548
17º) Edson Luiz (SC/Kawasaki), HPN Racing Team, a 1min53s115
18º) Sérgio Prates (SP/Kawasaki), JC Racing Team, a 3min44s899
19º) Renan Passos (MA/BMW), Aclat Racing, a 3min59s954
20º) Carlos Barcelos (RS/Suzuki), Carlos Barcelos, a 4min04s847
21º) Von Braun (MS/BMW), Dawnriders Racing Team, a 4min20s807
22º) Fernando Santos (BA/Kawasaki), Aclat Racing, a 4 voltas
23º) Alen Modesto (BA/Kawasaki), Aclat Racing, a 9 voltas
Melhor volta: Testa, na 2ª, com 2min02s342, média de 158,984

Após três etapas, a classificação da GP Light é: 1º) Ian Testa, 54; 2º) Henrique Castro, 51; 3º) Rafael Bertagnolli, 40; 4º) Fábio Adas, 38; 5º) Rodrigo Benedictis, 34; 6º) Nicolas Tortone, 31; 7º) Marcelo Cortes, 24; 8º) Marcelo Souza, 19; 9º) Juracy Rodrigues, 18; 10º) Ricardo Levy, 17; 11º) Marcelo Skaf, 17; 12º) Davi Costa, 13; 13º) Lucas Teodoro, 12; 14º) Elder Cabreira, 10; 15º) Maurício Paludete, 10; 16º) Fernando Neiva, 7; 17º) Diogo Ramos, 6; 18º) Paulinho Kamba, 6; 19º) Fernando Cabral, 5; 20º) Pedro Barata, 5; 21º) Alessandro Silva, 5; 22º) Alessandro Silva, 2; 23º) Samuel Silva, 1.

Fotos: Equipe Sanderson