O sorriso diante das carrancas

29 de julho de 2014

Daniel RicciardoAcompanhe no Carros e Corridas mais uma Coluna do Borracha deste ano com o jornalista Eduardo Abbas.

Ricciardo vence, convence e abre uma nova perspectiva para o campeonato: a Red Bull esta voltando!

Alguém se lembra como foi essa mesma época do ano em 2013? A Red Bull chegou não muito convincente de que ganharia o título, dividindo as vitórias do começo do ano com Mercedes, Ferrari e até Lotus. Na última corrida antes das férias, justamente também na Hungria, foi quando os adversários tiveram a última vitória, porque, depois do descanso, só deu Vettel.

Não parece ser a toada desse ano, a coisa vai ficar mesmo entre as duas Mercedes, mas existe o fator “saber do caminho das pedras” que pode equilibrar um pouco a disputa de 2014. A corrida do fim de semana teve várias confirmações:

  • Hamilton esta lutando sozinho contra a equipe, ou alguém acha que foi de graça pedir para ele deixar o Rosberg passar?

  • A Red Bull tem um carro muito bom, ruim de motor, mas ótimo de chassi, tanto que Vettel largou em segundo e Ricciardo venceu a corrida;

  • A Ferrari depende 100% de Alonso, Kimi não esta nem aí e o time amarga o pior carro dos últimos 20 anos;

  • A Williams é péssima na tática, tem um carro bom e um excelente piloto, Bottas;

  • A McLaren vive de esperança. A primeira, de o motor Honda ser imbatível como era nos anos 80/90 e a outra é que alguém de ponta venha somar com Magnussen em 2015;

Não falei do brasileiro, por dois motivos: primeiro, ele foi investigado durante a semana por causa do acidente na Alemanha. Em momento algum ele admite ter errado e já estava até colocando a culpa nos comissários da corrida pela sua condição de réu. A segunda é a tremenda falta de noção de algumas pessoas em engrandecer a corrida dele, que saiu em sexto e chegou em quinto. Ora, em uma prova das mais sensacionais do ano, ele teve essa postura ridícula, como é que alguns que se dizem entendidos vem com essa coisa de estupenda corrida?

Lewis   Hamilton (4)Estupenda corrida foi do Hamilton, que largou em último dos boxes e chegou em terceiro brigando pela ponta. Sensacional foi Alonso, que pilotou a sua limitadíssima Ferrari pra chegar em segundo sem trocar pneus. Espetacular foi a corrida e as ultrapassagens do Ricciardo encima do Lewis e do Fernando para vencer pela segunda vez no ano e colocar lenha na fogueira do Sebastian no resto do campeonato. O brasileiro em questão fez o burocrático papel de não se meter em encrencas, não se arriscar e chegar na posição que desse. Eu acredito ter sido milagre, porque não passou ninguém e foi ultrapassado por vários, deve ser coisa do divino.

Sem nada a ver com isso, o menino Daniel Ricciardo, o maior sorriso da categoria, fez festa e formou um pódio no mínimo estranho. Entre dois campeões do mundo, o australiano parece ter dado fim ao nariz torcido dos outros com relação a pilotos daquela ilha. Bastou apenas essa metade de ano para ele, sem muitas pretensões fez com que todos esquecessem o Mark Webber, e isso acaba influenciando positivamente a categoria e a equipe.

Deixando o que é ruim mais ou menos de lado, tá na hora da Williams parar de ser pequena se um dia quiser voltar a ser grande. Errar o pneu é um pouco demais, acabar com a corrida do Bottas, que estava em segundo e jogar o cara para trás por causa do composto errado, é de uma incompetência impar. Nem falo do Massa até porque ele não ia arriscar nada, mas o Bottas tinha condição de brigar pelo pódio com os outros.

No final das contas, o que prevaleceu mesmo foram as performances de Hamilton e Ricciardo, um pela valentia em chegar de onde largou e o outro por não se intimidar com que estava na frente, e tudo isso jogando limpo. Rosberg lidera o campeonato, agora com apenas 11 pontos na frente do Lewis, o bicho vai pegar nas 8 últimas etapas, afinal são 200 pontos em jogo e até o Bianchi tem chance ainda! Mas isso só depois das férias, que começaram agora e só acabam na Bélgica daqui a vinte e poucos dias.

Quem esta acabando é o campeonato da Fórmula Indy. Até o dia 30 de agosto teremos corridas todos os fins de semana e começa nesse a fase derradeira. O Helinho lidera com o Power em segundo e o Hunter-Ray em terceiro, e basicamente os três lutam pelo título do ano. Hunter-Ray é o único deles que conquistou campeonato, os outros dois perderam sempre na última etapa, quem sabe esse ano será diferente? A conferir, talvez no canal a cabo ou mesmo na internet, isso porque, corrida domingo às 5 da tarde não rola, para isso acontecer é mais fácil decretar falência dos times de futebol do Brasil. Quem sabe um dia?

A gente se encontra na semana que vêm!

Beijos & queijos.

ABBASEduardo Abbas, um dos mais respeitados profissionais de imprensa, especializado em automobilismo e indústria automobilística.  Dentre suas realizações destacam-se a criação e direção do programa Linha de Chegada,  a direção do programa Grid Motor, a  produção da Stock Car e toda parte de motorsport do canal  Sportv. Abbas foi também produtor da Fórmula Um na Rede Globo desde 1990 e é atual membro da ABIAUTO (associação brasileira da imprensa automotiva). Também atua como consultor na área de comunicação e automobilismo.

Escreva para o colunista: coluna.site@gmail.com