Hot Car volta à Goiânia para brigar por prêmio milionário

30 de julho de 2014

229459_422594_224950_409304_912q9060_web_Depois de quase dois meses de pausa, chegou a hora dos pilotos da Stock Car ‘tirarem o pó e lustrarem as sapatilhas’ e voltar suas atenções para a Corrida do Milhão, a prova mais especial e, provavelmente, uma das mais aguardadas do calendário. Na equipe Hot Car Competições (Bardahl), o clima é de otimismo neste retorno ao Autódromo Internacional de Goiânia, que vai ser palco da disputa milionária. A programação começa na sexta (1º) com os treinos livres. Sábado (2), vai ser definido o grid, com transmissão ao vivo do canal SporTV, a partir das 14h. No domingo (3), a largada acontece às 10h30min e a Rede Globo vai exibir ao vivo as emoções da quinta etapa da temporada 2014.

Durante a parada no calendário, a equipe paulista Hot Car, chefiada por Amadeu Rodrigues, fez uma revisão completa nos bólidos número dois, de Rafa Matos, e número 110, de Felipe Lapenna, para chegar à Goiânia com tudo 100%. Uma boa estratégia, carros bem acertados e aquela dose extra de sorte podem ser os ingredientes-chave para a vitória.

O chefe do time acredita que vai ser uma das provas mais disputadas da temporada e confia no bom desempenho dos seus pilotos e de seus carros para alcançar um resultado positivo no fim de semana.

“A Corrida do Milhão vai ser ultracompetitiva. Estamos muito entusiasmados, pois, apesar do resultado final não ter sido bom para os nossos pilotos na última corrida em Goiânia, tínhamos dois carros rápidos, tanto que o Rafa fez a melhor volta da corrida um. Infelizmente, ele acabou sofrendo com batidas nas duas provas. O Lapenna iria conseguir um bom resultado na corrida dois, não fosse um problema no pescador de combustível, que o deixou sem combustível no fim da prova. Mas, acredito que teremos dois carros bem acertados e vamos traçar uma boa estratégia para brigar por este milhão”, considera Amadeu Rodrigues.

O mineiro Rafa Matos está animado para a disputa deste fim de semana, que premia o vencedor com um milhão de reais. “Acho que vamos ter um início de trabalho um pouco complicado, justamente porque na outra etapa em Goiânia fui acertado nas duas corridas. E, com isso, ficamos sem um jogo de pneus que poderíamos iniciar os treinos. Mas, ter feito a volta mais rápida na prova um e ainda ter um carro competitivo e com bom ritmo de corrida anima bastante a todos na equipe. Temos que trabalhar de forma objetiva no acerto e nas mudanças para ter um carro tão bom assim também no classificatório e conseguir uma boa posição de largada”, diz o piloto de Belo Horizonte, que está em 14º no campeonato, com 38 pontos.

Aproveitando o tema da Corrida do Milhão, Rafa Matos vai usar um capacete especial, com uma pintura específica do milhão. O modelo é uma releitura da versão que ele usou em 2012, quando correu a prova como piloto convidado. Esta vai ser a terceira participação do mineiro na Corrida do Milhão e a segunda vez defendendo as cores da Hot Car.

Para Felipe Lapenna, a expectativa também é positiva. “Tivemos um pouco de azar em nossa primeira passagem por Goiânia. Mas, os carros estavam bons e competitivos. E com as revisões que o Amadeu e a equipe fizeram, acertando alguns detalhes importantes, a expectativa é para uma boa corrida. Acredito que temos chances de andar no grupo da frente, entre os dez primeiros. Estou animado e só estou esperando a hora de voltar a acelerar”, conta ansioso o piloto paulista do carro número 110, que vai disputar pela segunda vez a prova mais especial do calendário.

Texto: FGCom/Divulgação

Foto: Vanderley Soares/Divulgação