Lucas Foresti vai à Goiânia em busca de R$ 1 milhão

30 de julho de 2014

229521_422809_quik0530_web_Nesta sexta (1º), a Stock Car Brasil retoma o seu calendário de competições a exatos 60 dias sem atividades. Pilotos e equipes já não viam a hora de voltar a acelerar e, para isso, todos já estão se dirigindo novamente para o Autódromo Internacional de Goiânia, palco da última etapa, para as disputas da quinta rodada do Campeonato 2014.

Fazendo o seu ano de estreia na categoria, o piloto brasiliense Lucas Foresti (CVC / prettynew / BRB – Banco de Brasília) está muito animado para esta corrida. Foresti, que vem de uma carreira completamente voltada para a Fórmula Um, competiu em monopostos na América do Sul, Oceania e Europa, onde adquiriu uma experiência sem igual em termos de competição. Foram exatos quatro anos morando na Europa em que ele disputou corridas da F-3, Toyota Racing Series, GP3 Series e World Series by Renault.

Em 2014, fazendo o seu primeiro ano completo na Stock Car Brasil, Lucas tem tido uma temporada de muito crescimento e, acima de tudo, aprendizado. Após as quatro primeiras corridas, ele já conseguiu expressivos resultados e, o mais importante, terminou todas as corridas. Após a primeira etapa correndo em dupla com o experiente piloto Antônio Jorge Neto, Lucas seguiu para Santa Cruz do Sul, onde finalizou a rodada com três pontos conquistados. De lá foi para Brasília, sua cidade natal, quando somou cinco pontos e terminou uma das corridas no Top-10. Em Goiânia, na última rodada, foram oito pontos conquistados após ter uma grande recuperação em virtude de ter largado no 26º lugar. Ao todo, Foresti já soma 16 pontos e espera, neste fim de semana, subir mais um degrau.

Pela segunda vez consecutiva no Autódromo de Goiânia, todos os pilotos e equipes partem agora de um nível bem mais elevado de conhecimento. Todos os times já sabem de onde devem partir no acerto dos carros e os pilotos, por sua vez, conhecem exatamente todos os detalhes do traçado. Assim, o maior desafio de Lucas neste fim de semana vai ser o de superar os objetivos alcançados na última etapa, principalmente porque a corrida desta semana vai dar o prêmio de um milhão de reais para o seu vencedor.

“Já não via a hora de voltar a acelerar. Meu corpo está sentindo falta dessa adrenalina. Tivemos um bom fim de semana aqui em Goiânia na última etapa e, agora, para a Corrida do Milhão, temos que pensar muito em um carro competitivo para a prova. Vão ser 50 minutos de corrida onde temos de levar em conta as paradas, consumo de pneus e combustível e também a utilização do botão de ultrapassagem. Vai ser uma corrida de estratégia e tenho certeza que, com a experiência do Edu Bassani, chefe de nossa equipe, e a minha garra, poderemos chegar muito bem posicionados”, comentou o piloto de 22 anos.

Texto: Quick/Divulgação

Foto: Flávio Quick/Divulgação