Equipe catarinense vive emoções opostas em Goiânia

3 de agosto de 2014

image003A equipe Boettger Competições, única equipe catarinense na Stock Car, viveu emoções diferentes na Corrida do Milhão a quinta etapa do Campeonato Brasileiro da categoria, disputada hoje nesta cidade. Em seu retorno à categoria mais importante do automobilismo brasileiro o goiano Wellington Justino optou por uma estratégia arriscada e largou dos box para terminar em 23º. O gaúcho Vitor Genz abandonou na quarta volta, consequência de problemas no sistema de direção. Rubens Barrichello foi o vencedor da competição e a temporada continua dia 17 em Cascavel (PR).

O rendimento de Wellington Justino foi considerado surpreendente para o diretor técnico da equipe Boettger Competições, o engenheiro Giovani Boettger. Segundo ele, a readaptação do piloto goiano foi mais rápida que o previsto: “O Wellington estava parado há vários meses mas terminou a corrida inteiro, apesar do forte calor que fez hoje aqui em Goiânia. Além disso, soube trabalhar com as regulagens de freio e suspensão para ir afinando o setup de um carro que não conhecia durante os 53 minutos de competição.”

Os ajustes mencionados por Boettger permitem alterar a distribuição de carga dos freios e das barras estabilizadoras, algo necessário para corrigir as alterações de acerto decorrentes do desgaste dos pneus e menor peso de combustível a bordo. Durante a corrida Justino chegou a ocupar a sexta colocação ao retardar sua segunda parada e no final cruzou a linha de chegada seis posições à frente de sua classificação de largada.

image002 (1)“Estou satisfeito com o balanço deste fim de semana. Na corrida fui trabalhando muito com a regulagem dos freios e das barras, principalmente depois que troquei dois pneus na volta 23. Nesta semana vamos analisar o fim de semana com mais calma e definir meus planos para o futuro.”

Depois de ter deixado Goiânia, dois meses atrás, com um nono lugar e o gostinho de quero mais, o gaúcho Vitor Genz foi obrigado a abandonar a prova de hoje na quarta volta por causa de uma pane na suspensão do seu carro:

“Eu senti que o carro estava puxando para o lado direito nas freadas e no momento que pedia aos boxes para preparar a troca dos pneus desse lado a direção simplesmente travou eu saí da pista. Consegui retornar aos boxes e uma rápida análise demonstrou que era inevitável abandonar a prova.”

O Campeonato Brasileiro de Stock Car prossegue agora com quatro provas disputadas quinzenalmente em Cascavel (PR, 17/8), Curitiba (PR, 31/8), Velopark (RS, 14/9) e Salvador (BA, 28/9).
Fotos: Vanderley Soares