Problema nos pneus atrapalha desempenho de Diego Nunes

4 de agosto de 2014

229950_424222_912q7703_web_A primeira Corrida do Milhão da história da equipe C2 se apresentava promissora, com Diego Nunes largando em oitavo na disputa realizada em Goiânia. O piloto já havia conquistado um quarto lugar no reformado autódromo da capital de Goiás. Toda expectativa que cercava a disputa, entretanto, acabou ruindo ainda nas primeiras voltas.

Com um jogo de pneus problemático, o piloto do carro 70 chegou a aparecer como o 23º antes da parada de box, onde realizou a troca dos compostos. Com o problema resolvido ele disparou e deu um show de ultrapassagens para acabar cruzando a linha no 13º lugar.

O chefe de equipe Guilherme Ferro explicou o problema: “O carro não reagiu da forma como esperávamos na primeira parte da prova. Com melhor performance após a troca de dois pneus, conseguimos avançar, o que deixa claro que os compostos eram mesmo o nosso problema. Entramos com o pneu dos treinos de sábado, onde não conseguimos boas marcas, depois mudamos para os pneus que utilizamos na classificação. Aí ascendemos”.

“Foi uma corrida boa diante do cenário que encontramos logo após as primeiras voltas. O jogo virou e a Corrida do Milhão virou corrida de recuperação. E conseguimos cumprir esta meta. Chegamos em 13º e somamos importantes pontos”, afirmou Diego Nunes.

Já Gabriel Casagrande, companheiro de Nunes que disputa a sua primeira temporada na Stock Car, largou em 25º e, na base da superação, cruzou a linha em 18º.

“Fiz o maior número de ultrapassagens que consegui. A Stock Car é uma categoria muito equilibrada e ganhar posições é sempre algo muito difícil. Depois, no final da prova, ficou muito difícil guiar o carro porque minha camiseta térmica não funcionou e a temperatura dentro do carro ficou insuportável”, contou Casagrande.

Agora a equipe se concentra na etapa de Cascavel, no dia 17 de agosto. “O saldo aqui foi bastante positivo, principalmente, porque conseguimos sanar os problemas crônicos que o carro do Gabriel Casagrande estava apresentando. Então temos certeza que a tendência é de evolução”, finalizou Ferro.

Resultado da Corrida
1 – Rubens Barrichello – Full Time Competições – Chevrolet – 36 voltas em 52:22.650
2 – Thiago Camilo – Ipiranga-RCM – Chevrolet – a 0.186
3 – Galid Osman – Ipiranga-RCM – Chevrolet – a 10.258
4 – Átila Abreu – Mobil Super Racing – Chevrolet – a 13.533
5 – Julio Campos – Prati-Mico’s Racing – Peugeot – a 15.607
6 – Antonio Pizzonia – Prati-Mico’s Racing – Peugeot – a 16.818
7 – Allam Khodair – Full Time Competições – Chevrolet – a 19.388
8 – Cacá Bueno – Red Bull Racing – Chevrolet – a 20.229
9 – Ricardo Mauricio – Eurofarma RC – Chevrolet – a 23.008
10 – Nonô Figueiredo – Mobil Super Racing – Chevrolet – a 24.266
11 – Sergio Jimenez – Voxx Racing Team – Peugeot – a 28.645
12 – Max Wilson – Eurofarma RC – Chevrolet – a 29.142
13 – Diego Nunes – C2 Team – Chevrolet – a 30.529
14 – Lucas Foresti – RC3 Bassani – Peugeot – a 33.429
15 – Felipe Fraga – Vogel Motorsport – Chevrolet – a 33.773
16 – Denis Navarro – Voxx Racing Team – Peugeot – a 33.900
17 – Ricardo Zonta – RZ Motorsport – Chevrolet – a 38.531
18 – Gabriel Casagrande – C2 Team – Chevrolet – a 44.078
19 – Tuka Rocha – RZ Motorsport – Chevrolet – a 44.534
20 – Bia Figueiredo – ProGP – Chevrolet – a 45.402
21 – Felipe Lapenna – Hot Car Competições – Chevrolet – a 54.890
22 – Popó Bueno – Shell Racing – Chevrolet – a 1:09.845
23 – Wellington Justino – Boettger Competições – Peugeot – a 1:12.084
24 – Alceu Feldmann – Hanier Racing – Peugeot – a 1 volta
25 – Daniel Serra – Red Bull Racing – Chevrolet – a 2 voltas
26 – Marcos Gomes – Schin Racing Team – Peugeot – a 3 voltas
27 – Valdeno Brito – Shell Racing – Chevrolet – a 7 voltas
28 – Fabio Fogaça – Schin Racing Team – Peugeot – a 7 voltas
29 – Luciano Burti – Vogel Motorsport – Chevrolet – a 9 voltas
30 – Rafael Suzuki – ProGP – Chevrolet – a 29 voltas
31 – Vitor Genz – Boettger Competições – Peugeot – a 32 voltas
32 – Raphael Matos – Hot Car Competições – Chevrolet – a 6 voltas
33 – Beto Cavaleiro – Hanier Racing – Peugeot – a 17 voltas

Texto: MS2/Divulgação.

Foto: Vanderley Soares/Divulgação.