Solimann Racing quer manter evolução no Brasileiro de Rally

5 de agosto de 2014

solimann (2)Vem ai um novo desafio para a dupla gaúcha Fernando Solimann e Cristiano Beus. Neste fim de semana eles disputam a terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Rali de Velocidade, em Tijucas, cidade que fica próxima ao litoral catarinense, entre Balneário Camboriú e Florianópolis.

Esta prova está voltando ao calendário nacional após cinco temporadas. De qualquer forma é uma novidade para a dupla da equipe Solimann Racing (Solimann Empreendimentos/Bolicho do Tio Chico), que faz sua primeira temporada no Brasileiro de Rali. Por isso, a meta de Fernando e Cristiano é completar o rali e dentro disso na melhor posição possível. “Nesta prova inédita para nós, temos que procurar ficar atento a todos os detalhes do terreno e fazer um levantamento minucioso, para não ter surpresa desagradáveis, levar o padrão do levantamento a risca e não arriscar em graduação de curvas”, aponta o piloto.

A meta é manter a evolução dentro da competição. “Espero manter o objetivo deste ano, que é andar na mesma casa de minuto dos principais concorrentes da categoria, até agora tenho conseguido manter este objetivo em todas as provas apesar dos problemas encontrados, mas em Tijucas será um prova nova, com um piso diferente e vamos com objetivo de andar na mesma tocada, fazendo um levantamento bem feito para não termos problemas com surpresas nas especiais”, explica Fernando.

Apesar de ser a primeira temporada e enfrentando uma categoria, a CBR3 com pilotos bem mais experientes, Fernando ocupa a sexta colocação entre mais de 15 pilotos que já pontuaram pela categoria este ano. E mesmo em sexto, soma 60 pontos contra 69 do terceiro colocado. A categoria tem pelo menos seis pilotos entre os 60 e 81 pontos. Números que mostram o bom desempenho que Fernando vem tendo ao longo da temporada.

Nesta prova, ele volta a ter a companhia de Cristiano Beus como navegador, já que Natasha Pedot, por motivos profissionais, não poderá se fazer presente. A dupla andou pela primeira vez junto na etapa de Pomerode, também em SC, no mês de março. “Com o Cristiano ao meu lado, ele ajuda com o levantamento, e apesar de os dois terem poucas provas de rali, faz com que o levantamento tenha mais referências, pois eu tenho um critério de levantamento e ele tem o dele, o que faz com que o levantamento seja mais qualificado e criterioso”, explica Fernando.

Equipe terá dois carros competindo

Em Tijucas, a equipe Solimann Racing terá um segundo carro competindo. Será pilotado pelo pai de Fernando, Laurindo, e navegado pelo irmão, Felipe Solimann. A dupla compete na categoria CBR2 e também tem feito sua primeira temporada completa do Brasileiro de Rali.

Fernando explica que em um rali desconhecido, o desafio será completar. “Espero que os dois carros cheguem inteiros no final dos dois dias de provas, isso será muito importante para a nossa qualificação, pois estamos encontrando vários problemas nesta temporada com os dois carros, como quebra, batida ou até pneus furados. Mas isso faz parte do rali, porém está sendo um pouco além do normal e estamos com um pouco de receio. Vamos para acelerar forte ambos os carros e acho que iremos ter uma surpresa para esta prova de Tijucas a bordo dos carros”, explica Fernando deixando no ar possíveis novidades na equipe.

Dois campeonatos em 2014

A temporada 2014 tem sido de intenso trabalho para a Solimann Racing. As duas duplas vem disputando os campeonatos Brasileiro e Gaúcho nesta temporada, o que tem exigido mais de toda a estrutura da equipe. Mas disputar ambas competições, também tem sido importante para a evolução que ambas as duplas querem buscar no rali de velocidade.

“Competir pelo Brasileiro trás uma evolução enorme por encararmos pisos totalmente diferentes do encontrado aqui no nosso certame regional, como o de Pomerode rápido e liso. Agora em Tijucas iremos provavelmente nos deparar com um piso de mais areia, sendo muito mais rápido, porém mais liso e fora que andar e conversar com pilotos experientes ajuda muito, como tive a oportunidade de conversar com o Tulio (Rafael), que é um grande piloto e poder fazer levantamento em lugares diferentes ajuda na qualificação do levantamento”, aponta Fernando Solimann.

O rali de Tijucas

A programação do Rally Rota SC começa na sexta, 8, com a montagem dos boxes das equipes, junto a Secretaria de Agricultura, Pesca e Meio Ambiente de Tijucas, localizada na avenida Hercilio Luz, 400, no centro da cidade.

No mesmo local ficará toda a estrutura do parque de apoio e também acontecerá a premiação aos vencedores, no domingo. Na sexta os competidores fazem o reconhecimento das especiais do rali. Serão três trechos diferentes, um com 27,8 quilômetros de comprimento, outro com 6,5 e um terceiro com 18,3 quilômetros.

No total serão 140 quilômetros de trechos cronometrados em oito especiais, entre o sábado e domingo. Ainda na sexta haverá o shakedown, o treino final de ajuste dos carros. Estes será realizado em uma pista a cerca de 400 metros após a ponte de Tijucas, a direita no sentido Sul da BR 101.

O público poderá acompanhar a largada promocional a partir das 20h, que acontecerá em frente a Concha Acústica, na avenida Hercilio Luz.

A corrida acontece no sábado e domingo. O acesso ao parque de apoio, shakedown

PROGRAMA DO RALI ROTA SC – Tijucas

Quinta – 7 de agosto de 2014

9h – Abertura do Parque de Apoio (junto a Secretaria Municipal de Agricultura)

Sexta – 8 de agosto de 2014

8h – Início do reconhecimento das especiais

8h30 à 11h30 – Verificações técnicas dos carros

16h – Shakedown

18h30 – Divulgação da Ordem de Largada

20h – Largada Promocional

Sábado – 9 de agosto de 2014

9h13 – Largada na Especial 1

9h14 – Largada na Especial 2

11h49 – Largada na Especial 3

12h22 – Largada na Especial 4

14h25 – Largada na Especial 5

14h58 – Largada na Especial 6

Domingo – 10 de agosto de 2014

8h13 – Largada na Especial 7

10h01 – Largada na Especial 8

12h – Divulgação dos resultados e premiação

Fotos: Divulgação