Etapa em Jundiaí pode definir campeões do Arena Cross 2014

7 de agosto de 2014

ax14pro_wildes_1507201402A 16ª edição do Arena Cross caminha para a reta final neste sábado (9), em Jundiaí (SP), com provável definição antecipada dos títulos das principais categorias. A quarta e penúltima etapa da competição pode coroar a ótima temporada realizada até agora pelo espanhol Carlos Campano, na Pró (motos 450cc), e do português Paulo Alberto, na MX2 (motos 250cc), que lideram as classes com boa vantagem na classificação geral.

Desde 2012 morando efetivamente no Brasil, Campano busca o título que lhe falta no país. Após bater duas vezes na trave, o campeão mundial de motocross MX3 (2010) está próximo de levantar o caneco do Arena Cross. Além do ótimo desempenho na pista, incluindo vitórias em cinco das seis baterias disputadas em 2014 e 117 pontos na tabela, seu principal concorrente, o suíço Julien Bill, não correrá a prova. Vice-líder com 86 pontos, o europeu encerrou o contrato com sua equipe. Por isso, o equatoriano Jetro Salazar, terceiro colocado com 75 pontos, e o brasileiro Jean Ramos, com 71, surgem como as principais ameaças ao espanhol.

ax14pro920_mauro_210720140004Apesar da folga na classificação, uma lesão no tornozelo direito faz o líder da categoria Pró ter cautela. “Meu objetivo é conquistar alguns pontos para tentar ganhar o campeonato na última etapa. Não quero correr riscos”, coloca Campano, que ainda aguarda liberação dos médicos para disputar a etapa.

Já na MX2, o português Paulo Alberto retorna ao palco em que iniciou sua invencibilidade no Arena Cross. Desde a etapa de abertura da temporada passada em Jundiaí, foram oito vitórias consecutivas, sendo cinco em 2013, fato que lhe rendeu o título da competição, e três neste ano. Com 100% de aproveitamento no campeonato, o português lidera a categoria com 60 pontos, 18 de vantagem para o segundo colocado Anderson Cidade, e 21 para Eduardo Lima, que está em terceiro lugar. “Passei um mês e meio em Portugal fazendo treinos e participando de provas locais. Estou preparado para a etapa, mas prefiro não focar no título. Quero dar o meu melhor na corrida e o resultado será consequência”, afirma Paulo.

ax1450cc_wildes_3007201403Categorias infanto-juvenis

Na Júnior, categoria para pilotos de 12 a 15 anos, o vice-líder Djalma Brito pode diminuir a desvantagem de 15 pontos para o ponteiro Enzo Lopes, que estará ausente em razão da disputa do Mundial de Motocross Júnior, na Bélgica. O mineiro Carlos Eduardo, o Dadalzinho, comanda a 65cc com apenas quatro pontos de vantagem para o conterrâneo Joaquim Neto. Já na 50cc, o paulista Diogo Nascimento é o primeiro com 57 pontos, oito a mais que o vice-líder Marcello Leodorico.