Campeonato Brasileiro de Motocross retorna à Canelinha

15 de agosto de 2014

honda14br21_ca_12082014002Após dois anos, o Campeonato Brasileiro de Motocross está de volta à cidade de Canelinha (SC), a 70 quilômetros da capital Florianópolis (SC). O Motódromo Arthur Jachowicz sedia a terceira etapa da competição com provas em quatro categorias: MX1, MX2, MX3 e Júnior.

Destaque para classe com motos 250cc. Após o bicampeonato do Arena Cross conquistado no sábado passado, Paulo Alberto, da Equipe Honda Mobil, tem novo embate. O português divide a liderança da MX2 com o companheiro de equipe Hector Assunção, com 67 pontos. Mesmo com a primeira posição no critério de desempate – vitória na última corrida, em Pedra Bonita (MG) -, ele quer melhorar o desempenho em Santa Catarina. “Venci o Arena e estou empolgado para conhecer a pista de Canelinha, pois é tradicional no motocross brasileiro”, afirma o ponteiro.

honda14br211_ca_1208201400243A briga pela vitória fica apenas dentro da pista, pelo menos é o que aponta o vice-líder Hector Assunção. “Temos um espírito de equipe e deixamos a rivalidade apenas para as corridas. Claro que cada um quer vencer, mas também temos o objetivo de fazer nossa equipe campeã”, afirma Hector, que disputa as competições com a CRF 250R.

Em Canelinha, a MX2 terá uma corrida extra, marcada para sábado. A bateria será válida pela segunda etapa, que foi adiada em Pedra Bonita (MG).

Na MX1, as emoções prometem ser fortes. O goiano Wellington Garcia, da Equipe Honda Mobil, é o quarto colocado, e o paranaense Jean Ramos, da Vulcano Ipiranga IMS Levorin, é o quinto. Ambos tentam se aproximar dos líderes, o espanhol Carlos Campano (1º) e equatoriano Jetro Salazar (2º), da Escuderia X. “Ainda tenho chances de melhorar minha pontuação e vou em busca disso. A categoria está em um nível muito forte, mas tenho condições de andar mais rápido”, diz Wellington. A categoria também conta com o norte-americano Kyle Regal.

Classificação geral MX1:

1º Carlos Campano 115 – 93 pontos
2º Jetro Salazar 920 – 84 pontos
3º Antonio Balbi Júnior 3 – 79 pontos
4º Wellington Garcia 21 – 71 pontos
5º Jean Ramos 10 – 60 pontos

Classificação geral MX2:

1º Paulo Alberto 1 – 67 pontos
2º Hector Assunção 30 – 67 pontos
3º Thales Vilardi 27 65 – pontos
4º Anderson Cidade 20 – 53 pontos
5º Gustavo Henn 90 – 40 pontos

Classificação geral MX3:

1º Milton Becker “Chumbinho” 2 – 47 pontos
2º Davis Guimarães 991 – 43 pontos
3º Mariana Balbi 81 – 38 pontos
4º Wolney Ferreira 3 – 36 pontos
5º Richard Berois 9 – 34 pontos

Classificação geral Júnior:

1º Enzo Lopes 16 – 50 pontos
2º Gabriel Della Flora 919 – 40 pontos
3º Djalma Brito 102 – 40 pontos
4º Vinicius Abreu 143 – 34 pontos
5º Frederico Spagnol 61 – 30 pontos

Programação:

Sábado (16)

Treinos Livres
MX3: 9h às 9h20
MX1: 9h30 às 10h
MX2: 10h10 às 10h40
Júnior: 10h50 às 11h10

Treinos Classificatórios
MX3: 13h às 13h20
MX2: 13h30 às 14h
MX1: 14h10 às 14h40
Júnior: 14h50 às 15h10

Provas
MX2 (2ª bateria etapa Pedra Bonita/MG): 15h30 (30min + duas voltas)
MX3: 16h20 (20min + duas voltas)

Domingo (17)

Warm up
Júnior: 9h às 9h15
MX2: 9h20 às 9h35
MX1: 9h40 às 9h55

Provas
Júnior: 10h30 (20min + duas voltas)
1ª bateria MX2: 12h (30min + duas voltas)
1ª bateria MX1: 13h (30min + duas voltas)
2ª bateria MX2: 14h (30min + duas voltas)
2ª bateria MX1: 15h (30min + duas voltas)

Fotos: César Araújo/VIPCOMM

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização