Variações climáticas dificultam acerto nos carros da Hot Car

16 de agosto de 2014

231137_427896_foto.10_web_As mudanças das condições de tempo em Cascavel (PR), cidade que recebe a sexta etapa da temporada 2014 da Stock Car, foram um ponto de dificuldade na busca pelo melhor acerto dos carros para a definição do grid, que aconteceu neste sábado (16), no autódromo Zilmar Beux. Com a inconstância do tempo, com chuva e seco nos treinos livres, o paulista Felipe Lapenna e o mineiro Rafa Matos, da equipe Hot Car Competições (Bardahl), enfrentaram dificuldades no classificatório e vão largar da 22ª e 26ª posições, respectivamente, na primeira prova deste domingo (17).

Vão ser duas baterias, com transmissões ao vivo no SporTV, a partir das 11 horas. O paranaense Júlio Campos fez o melhor tempo no Q2 e vai partir da pole position, com o pentacampeão Cacá Bueno ao seu lado. O líder Átila Abreu vai largar em quarto. O grid da segunda corrida é definido pela ordem de chegada na prova um, com os 10 primeiros em posições invertidas.

Para Amadeu Rodrigues, chefe da equipe Hot Car, o objetivo agora é focar na recuperação durante as corridas e traçar uma estratégia para buscar pontos. “Tivemos uma variação de clima muito grande durante os treinos livres e isso nos impossibilitou avaliar melhor como o carro estaria durante a classificação, que foi totalmente no seco. Infelizmente, o acerto não respondeu como deveria”, lamentou o comandante do time patrocinado pela Bardahl. “Agora é erguer a cabeça e trabalhar para a rodada dupla deste domingo, pensando em marcar pontos nas duas corridas”, ressaltou.

Lapenna, que andou bem no treino livre pela manhã, terminando em 11º, também ficou surpreso com a mudança na reação do carro durante a tomada de tempos. “Mesmo com as condições não tão boas de tempo, o carro estava bem nos treinos livres, com uma reação boa, equilibrado. Mas, na classificação, a reação foi totalmente o contrário do esperado. O carro ficou muito traseiro e difícil de guiar. Agora é pensar em fazer duas provas de recuperação amanhã. Tentar terminar a primeira entre os 15, fazendo o reabastecimento completo, para tentar chegar mais na frente na corrida dois pode ser uma alternativa. Muitos bons pilotos também acabaram ficando mais atrás no grid, então acho que vai ser uma corrida bem competitiva”, destacou o paulista, dono do Stock número 110.

Já o mineiro Rafa Matos pouco andou com pista seca. No molhado, mostrou-se bastante rápido, mas na tomada também foi surpreendido pelo comportamento do carro. “Tivemos alguns problemas na sexta (15), perdemos um treino e não andei no seco. No molhado, o carro estava bem equilibrado, mas a pista secou para a classificação e pagamos o preço pela falta de treinos nestas condições. É um pouco frustrante, mas vamos mexer bastante no carro e esperamos melhorar para que dê tudo certo nas corridas de amanhã”, finalizou o ex-piloto da Fórmula Indy, que corre com o Stock número dois.

Confira o grid de largada para a sexta etapa da Stock Car:

Q1
1. Julio Campos (Prati-Mico’s Racing) – 1:01.865
2. Cacá Bueno (Red Bull Racing) – 1:02.183
3. Vitor Genz (Boettger Competições) – 1:02.236
4. Átila Abreu (Mobil Super Racing) – 1:02.258
5. Gabriel Casagrande (C2 Team) – 1:02.324
6. Rubens Barrichello (Full Time Sports) – 1:02.355
7. Sergio Jimenez (Voxx Racing Team) – 1:02.377
8. Allam Khodair (Full Time Sports) – 1:02.592
9. Popó Bueno (Shell Racing) – 1:02.605
10. Rafael Suzuki (ProGP) – 1:02.813

Q2
11. Luciano Burti (Vogel Motorsport) – 1:02.716
12. Valdeno Brito (Shell Racing) – 1:02.774
13. Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – 1:02.780
14. Antonio Pizzonia (Prati-Mico’s Racing) – 1:02.800
15. Daniel Serra (Red Bull Racing) – 1:02.836
16. Max Wilson (Eurofarma RC) – 1:02.864
17. Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – 1:02.942
18. Diego Nunes (C2 Team) – 1:03.007
19. Marcos Gomes (Schin Racing Team) – 1:03.016
20. Felipe Fraga (Vogel Motorsport) – 1:03.031
21. Galid Osman (Ipiranga-RCM) – 1:03.196
22. Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – 1:03.198
23. Nonô Figueiredo (Mobil Super Racing) – 1:03.200
24. Alceu Feldmann (Hanier Racing) – 1:03.220
25. Tuka Rocha (RZ Motorsport) – 1:03.246
26. Raphael Matos (Hot Car Competições) – 1:03.324
27. Felipe Tozzo (Boettger Competições) – 1:03.354
28. Fabio Fogaça (Schin Racing Team) – 1:03.470
29. Lucas Foresti (RC3 Bassani) – 1:03.658
30. Beto Cavaleiro (Hanier Racing) – 1:03.938
31. Bia Figueiredo (ProGP) – 1:04.016
32. Ricardo Zonta (RZ Motorsport) – 1:09.750
33. Denis Navarro (Voxx Racing Team) – sem tempo
34. Mauri Zaccarelli (RC3 Bassani) – sem tempo

Texto: FGCom/Divulgação

Foto: Vanderley Soares/Divulgação