Cirino, Giaffone e Cesquim formam “trio da regularidade” na Fórmula Truck

17 de agosto de 2014

231198_428118___20140817_264_truck_stacruz_rodrigoruiz_05190 (1) Mais de 40 mil pessoas lotaram o Autódromo de Santa Cruz do Sul (RS) neste domingo (17) para acompanhar a vitória do atual campeão Beto Monteiro (Iveco), na sexta etapa da Fórmula Truck. A prova foi bastante movimentada, com duas intervenções do Pace Truck e vários acidentes, um deles envolvendo o líder da temporada, Leandro Totti (Volkswagen).

Com o abandono, o paranaense saiu do seleto “grupo da regularidade”, que agora tem apenas o paulista Felipe Giaffone (MAN) e os pilotos do Paraná Wellington Cirino e Marcello Cesquim (Mercedes-Benz). Os três foram os únicos que pontuaram nas seis provas do ano, ocupando posição de destaque na tabela de classificação (segundo, terceiro e nono, respectivamente).

A maior surpresa do trio é Cesquim, que tem apenas 23 anos e está estreando na Fórmula Truck em 2014. “Meu objetivo era chegar no Top 10, mas nunca imaginei que seria tão rápido. Dois fatores têm contribuído para estarmos colhendo esses frutos: o bom trabalho da equipe e minha experiência em pistas de terra”, argumenta o piloto Actioil.

231198_428120___20140817_264_truck_stacruz_rodrigoruiz_04775 (1)O resultado neste domingo poderia ter sido ainda melhor, segundo ele. “Cheguei em sétimo, mas o caminhão estava muito rápido. O pódio escapou por pouco”, argumenta Cesquim, que cruzou a linha de chegada lado a lado com o sexto colocado, Valmir Benavides (Iveco).

O piloto, que largou na 11a posição, disse ainda que o acerto do caminhão nº 90 para a corrida estava perfeito. “Só não evoluímos mais porque nesta pista é quase impossível ultrapassar. De qualquer forma, estou muito feliz com os resultados obtidos até aqui. Vamos seguir trabalhando para evoluir ainda mais e, quem sabe, chegar ao pódio ainda este ano”, projeta.

Agora, a categoria segue para Córdoba, na Argentina, onde realizará a sétima corrida do ano, no dia 14 de setembro.

RESULTADO – SANTA CRUZ DO SUL
1º) 1 – Beto Monteiro (Iveco, PE), 24 voltas em 1:01:23.931 (média de 114.5 km/h)
2º) 6 – Wellington Cirino (Mercedes , PR), a 1.491
3º) 77 – André Marques (Volkswagen , SP), a 10.418
4º) 4 – Felipe Giaffone (MAN , SP), a 11.750
5º) 10 – Jansen Bueno (Scania , PR), a 24.256
6º) 2 – Valmir Benavides (Iveco , SP), a 27.488
7º) 90 – Marcello Cesquim (Mercedes , PR), a 27.764
8º) 8 – Adalberto Jardim (Volkswagen , SP), a 30.420
9º) 17 – Gustavo Magnabosco (Volvo , PR), a 30.85
10º) 80 – Diogo Pachenki (Volvo , PR), a 31.726
11º) 53 – Ronaldo Kastropil (Mercedes , SP), a 33.005
12º) 85 – Danilo Dirani (Scania , SP), a 34.974
13º) 99 – Luiz Lopes (Iveco , SP), a 46.241
14º) 7 – Debora Rodrigues (Volkswagen , SP), a 51.946
15º) 33 – Michelle de Jesus (Volvo , SP), a 56.100
16º) 28 – Fabiano Brito (Scania , PR), a 58.816
17º) 72 – Djalma Fogaça (Ford , SP), a 1 volta
18º) 51 – Leandro Reis (Ford , GO), a 8 voltas
19º) 55 – Paulo Salustiano (Mercedes , SP), a 8 voltas
20º) 3 – Geraldo Piquet (Mercedes , DF), a 9 voltas
21º) 73 – Leandro Totti (Volkswagen , PR), a 12 voltas
22º) 25 – Jaidson Zini (Iveco , PR), a 13 voltas
23º) 71 – Raijan Mascarello (Ford , MT), a 19 voltas
24º) 15 – Roberval Andrade (Scania , SP), a 21 voltas
25º) 35 – David Muffato (Ford , PR), a 23 voltas
Melhor Volta: Beto Monteiro, 1:42.653 (123.8 km/h)

Classificação, após 6 etapas
1) Leandro Totti – 152 pontos
2) Felipe Giaffone – 106
3) Wellington Cirino – 103
4) Beto Monteiro e Roberval Andrade – 62
6) Geraldo Piquet – 59
7) André Marques – 53
8) Paulo Salustiano – 45
9) Marcello Cesquim – 38 pontos
10) Adalberto Jardim – 31 pontos

Fotos: Rodrigo Ruiz/Central Press

 

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização