Gustavo Lima sofre com problemas e lastima fim de semana difícil na etapa de Silverstone

19 de agosto de 2014

231219_428158_lima_03Gustavo Lima viveu em Silverstone um fim de semana para ser esquecido. Palco da quinta etapa da temporada 2014 da F4 Inglesa, o mítico circuito britânico abriu a segunda metade do campeonato com uma rodada tripla que parecia ser promissora para o brasiliense de 18 anos, levando em conta os resultados já obtidos por ele na pista. Entretanto, vários problemas comprometeram a jornada de Lima, que não conseguiu alcançar sua melhor performance. Mas desde já, o jovem piloto está focado na próxima etapa, daqui a duas semanas, em Brands Hatch, onde o piloto da Hillspeed venceu sua primeira corrida na categoria, no mês de maio.

Sem encontrar o acerto ideal na classificação, Gustavo obteve o 15º lugar no grid da primeira corrida. O piloto evoluiu bem desde a largada e chegou a andar em nono, mas sofreu uma punição por exceder os limites da pista e ficou sem condições de continuar escalando o pelotão, terminando a corrida em 13º. A colocação na prova de sábado determinou sua posição de largada na segunda corrida do fim de semana, realizada na manhã deste domingo sob um clima tipicamente britânico.

231219_428159_lima3Com a pista bem molhada, o brasiliense começou o dia com a esperança de somar muitos pontos, mesmo vindo de trás. Mas Gustavo foi tocado pelo carro do seu companheiro de equipe logo na primeira volta, rodou e teve de abandonar a disputa. Desta forma, sua esperança de conquistar um melhor resultado no fim de semana havia ficado para a última corrida. Lima largou em sétimo (grid definido pelo combinado das melhores voltas nas duas provas do fim de semana). Entretanto, seu carro esteve muito instável e não ofereceu ao brasileiro nenhuma condição de lutar por um bom resultado, cruzando a linha de chegada em 14º lugar.

Gustavo Lima:

“Deixo Silverstone chateado porque reconheço que tive um fim de semana bem difícil. Enfrentei muitos problemas e não tive condições de mostrar meu potencial. Tive um bom ritmo na primeira corrida, mas fui prejudicado por uma punição. Na segunda prova, estava entre os dez primeiros, mas um dos companheiros de equipe bateu em mim, então tive de abandonar. Na última disputa do dia, meu carro estava desequilibrado e impossível de guiar, e não tive o que fazer em termos de luta por posição. Enfim, foi uma pena. Agora é levantar a cabeça e seguir para Brands Hatch, circuito onde eu tenho boas lembranças graças à minha primeira vitória na F4 Inglesa.”

Fotos: Jakob Ebrey Photography

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização