Philippe Thiriet volta ao grid do Moto 1000 GP na etapa de Cascavel

22 de agosto de 2014

4fc0bc6bd479b3fbe7ec8c114a4b0dee (1)O GP Cascavel, quarta etapa do Moto 1000 GP, vai marcar no próximo dia 31 o retorno de Philippe Braga Thiriet às pistas. O piloto mineiro de 26 anos estava afastado das competições desde junho, quando sofreu uma fratura em um acidente durante os treinos livres para a segunda prova da temporada, em São Paulo (SP). Já tendo recebido liberação médica, ele estará no grid da GP 1000, principal categoria do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade.

Thiriet disputou as duas primeiras etapas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade pela Scuderia SBK Ducati pilotando uma Ducati Panigale 1199. A partir da corrida do fim de agosto no Autódromo Internacional Zilmar Beux, em Cascavel (PR), competirá pela Motonil Motors-PDV Brasil, com a Kawasaki ZX10-R número 36. A recuperação após a fratura no braço direito será o maior desafio do piloto na pista de maiores médias de velocidade do calendário.

O piloto comemora a rápida recuperação. “Até o médico ficou surpreso com a rapidez com que o osso calcificou, faz só dois meses que fiz a cirurgia”, conta. “Não sei como vai ser tentando virar voltas rápidas, porque todo piloto que vai para a pista quer saber de andar na frente. Vou tentar o melhor que a condição física permitir, mas respeitando a recuperação. Se conseguir ficar no grupo dos dez primeiros para salvar alguns pontos estará ótimo”, estipula.

A adoção do modelo Kawasaki não preocupa Thiriet. “Acredito que essa mudança vai ser bem suave. Corri de Kawasaki no Mundial de Supersport em 2012 e tenho uma base boa de como a moto funciona”, diz. A Motonil Motors-PDV Brasil conta também com o paranaense Wesley Gutierrez, vice-líder da temporada. “É uma equipe boa e competitiva, o meu novo companheiro tem mostrado isso. Sei que terei equipamento para brigar lá na frente”, finaliza.

Fotos: Equipe Sanderson