Primeira etapa repete prólogo e Sertões começa em ritmo alucinante

24 de agosto de 2014

231905_430226_303_rs14_victoreleuterio_010577_altaA julgar pelos dois primeiros dias, nas disputas do prólogo e da primeira etapa, o Rally dos Sertões de 2014 tem tudo para ser um dos mais rápidos de sua história de 22 anos. Neste domingo foi disputada a primeira especial, com 155 quilômetros cronometrados entre Goiânia e Caldas Novas, em um total de 216 quilômetros – somados os deslocamentos.

A ordem dos quatro melhores carros repetiu o resultado do prólogo de ontem, com Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin em primeiro, Cristian Baumgart/Beco Andreotti em segundo, Guilherme Spinelli/Youssef Haddad em terceiro e Marcos Baumgart/Kleber Cincea fechando os quatro primeiros a completar a prova.

Mais uma vez, para ambas as duplas do X Rally Team, o dia foi de rasgar elogios ao Ford Ranger 4×4 preparado pela NWM Motorsports. “A gente veio mais tranquilo, acelerando mais na parte final. O carro é formidável, resistente. Demos um voo em um mata-burro, que fomos muito longe, e na descida ele foi muito suave. Ainda estou me acostumando com o jeito do carro, pegando o ritmo dele, e o carro parece pedir que você acelere mais ainda. Começo excelente de rally, na minha opinião, visto a diferença que o Varela tem em relação a nós, e ele já tem três anos com este carro no Mundial”, disse Cristian, que fechou os 155 km apenas nove segundos atrás do Toyota Hilux do vencedor da etapa.

Goiania 24/08/2014 - XXXXXXXXXXXXXXX durante etapa do Rally dos Sertões 2014 entre Goiania a Caldas Novas  GOIÂNIA/GO, Brasil (Foto: Jonne Roriz / Fotoarena)Já Marcos Baumgart destacou também que o ritmo do Sertões este ano deverá ser bastante forte, e comparou os saltos do trajeto de hoje a um rodeio. “Ritmo muito bom, viemos entendendo mais o carro. O ritmo do Sertões neste ano vai ser bem forte. Foi uma especial tranquila, sem sustos, mas extremamente divertida, prazerosa. Ainda mais com esse carro, que é uma delícia de guiar. Hoje tinha muita lomba e muito salto, e parecia que estávamos em um rodeio em cima de um boi bravo”, comparou.

Nesta segunda (25) acontece a segunda etapa do rally, com trajeto entre Caldas Novas e Catalão, ainda no estado de Goiás. Serão 260 quilômetros no total, com 202 km de trechos cronometrados.

Confira os tempos da primeira etapa (cat. T1 FIA)
1-) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Toyota Hilux) – 1h50min17d
2-) Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Ford Ranger) – 1h50min27s (-9)
3-) Guilherme Spinelli/Youssef Haddad (Mitsubishi ASX) – 1h52min14s (-1min56ss)
4-) Marcos Baumgart/Kleber Cincea (Ford Ranger) – 1h52min33s (-2min15s)

Para baixar mais fotos da equipe X Rally team, acesse:
Carro nº 303 e
Carro nº 316
Créditos: WEBVENTURE

Confira o roteiro do Rally dos Sertões 2014:

25/08 – 2ª etapa – Caldas Novas (GO)/Catalão (GO)
Deslocamento inicial: 39,54 km
Trecho especial: 202,23 km
Deslocamento final: 18,59 km
Total do dia: 260,36 km

26/08 – 3ª etapa – Catalão (GO)/Paracatu (MG)
Deslocamento inicial: 22,20 km
Trecho especial: 209,86 km
Deslocamento final: 128,39 km
Total do dia: 360,45 km

27/08 – 4ª etapa – Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135,24 km
Trecho especial: 363,85 km
Deslocamento final: 86,21 km
Total do dia: 585,3 km

28/08 – 5ª etapa – São Francisco (MG)/Diamantina (MG) – MARATONA
Deslocamento inicial: 223,57 km
Trecho especial: 335,98 km
Deslocamento final: 81 km
Total do dia: 718 km

29/08 – 6ª etapa – Diamantina (MG)/Diamantina (MG)
Deslocamento inicial: 23 km
Trecho especial: 159 km
Deslocamento final: 30 km
Total do dia: 213 km

30/08 – 7ª etapa – Diamantina (MG)/Belo Horizonte (MG)
Deslocamento inicial: 59 km
Trecho especial: 125 km
Deslocamento final: 146 km
Total do dia: 331 km
Total do Rally: 2.684 km

Fotos: Webventure

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização