Rafa Câmara sobe ao pódio duas vezes na Rotax Mini Max

26 de agosto de 2014

232050_430636_img_2025O Kartódromo Internacional Granja Viana, em São Paulo, recebeu neste sábado (23) as disputas da sétima etapa do ano da Copa São Paulo de Kart. Pilotos e equipes trabalharam muito em um dia repleto de grandes disputas e emoção. Competindo pela classe Rotax Mini Max o piloto pernambucano Rafael Câmara (Dolly | Sabiá Racing), de nove anos, mostrou que segue evoluindo na categoria e conseguiu ir ao pódio nas duas corridas do dia, pela divisão Rookie.

O fim de semana de Rafael começou ainda com os treinos de quinta. Com sua dedicação e muita determinação o piloto e seu time trabalharam duro em busco do equipamento ideal. Foram quatro sessões livres, várias trocas de componentes até que, com o kart que parecia ser o ideal, Rafael partiu para a tomada de tempos.

Em uma sessão classificatória onde deu o máximo de sua preparação o piloto não conseguiu registrar o mesmo ritmo de seus concorrentes e, com isso, ficou apenas com o 12º lugar. Frustrado, mas, sem perder seu espírito de competitividade piloto e equipe se reuniram, trocaram várias informações e após a troca de alguns componentes do motor, dentre eles o gicleur, o garoto partiu para as corridas, com a confiança de que a equipe Sabiá Racing havia encontrado efetivamente o problema.

232050_430637_img_5651Realmente ele estava certo. Já na primeira corrida seu kart passou a apresentar um rendimento muito bom e, com isso, Rafael conseguiu impor um bom ritmo. Junto a isso, a sua determinação em ganhar posições o fazia ainda mais arrojado o que o levou a ganhar várias posições terminando a primeira corrida na terceira posição da divisão rookie. Na segunda bateria, com a mesma determinação, Câmara voltou a andar forte. Ultrapassou, foi superado, mas, acima de tudo, aprendeu um pouco mais sobre o equipamento da Mini Max. Assim, ao final da segunda bateria, ele recebeu a bandeirada na quarta posição.

“Este motor Rotax é muito sensível. Qualquer alteração de temperatura ou das pista você precisa mudar o acerto. Rafael vem de dois anos de Mirim e Cadete onde só competiu com os motores Honda. Agora, ele está se acostumando a esta nova realidade que, certamente, é o que ele irá encontrar nas categorias daqui para frente. Os resultados não foram ruins, mas, poderiam ser melhores. O que realmente importa é a bagagem que ele vem adquirindo durante o ano e certamente, lhe será muito importante nas próximas corridas”, comentou Amaro Câmara, pai do piloto.

Fotos: Divulgação

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização