Reinaldo Varela vence outra vez

28 de agosto de 2014

232313_431403_reinaldovarela_001_neyevangelista_0721_pressO piloto Reinaldo Varela e seu navegador Gustavo Gugelmin venceram a 4ª etapa do Rally dos Sertões de 2014, entre Paracatu e São Francisco, norte de Minas Gerais e situado às margens do rio São Francisco. Os competidores enfrentaram nesta quarta(27) o mais longo trecho cronometrado de toda a prova. Foram 364 km de especiais de um total de 585 km, cumpridos em 3h52min43s, apenas 27 segundos mais rápidos do que Guilherme Spinelli/Youssef Haddad, os líderes da competição.

“A Especial foi longa, mas sem dificuldades com a navegação e com o nosso protótipo, que está rendendo muito bem”, disse Reinaldo Varela, que subiu para a terceira posição na classificação geral. “Tivemos muito problema para negociar ultrapassagens com os vários UTVs e motos que encontramos pela frente. Isto nos atrasou muitíssimo e foi péssimo para nós”, completou bem irritado, pois ainda tem 7min01s de desvantagem para os líderes.

A dupla Rodrigo Varela e João Arena continua administrando a prova e terminou a etapa em segundo, mantendo a vice-liderança na categoria UTV.

“Foi um excelente resultado. Estamos a um minuto da liderança, o que é mujito pouco para um UTV que está zerado, em excelente estado. A Especial teve muita areia pesada, e lá poupamos bem o nosso Can-Am. A ideia é entrar com força máxima na etapa Maratona para tirar esta diferença. Vamos andar forte”, avisa o filho mais velho de Reinaldo Varela.

232313_431404_rodrigovarela_03_donicastilho_9837_pressO piloto de Quadriciclo Gabriel Varela terminou na quarta posição, mas mesmo não tendo nenhum problema mecânico ou de navegação, perdeu muito tempo e caiu para a quarta colocação na classificação. “Foi um dia longo e cansativo. Acordamos às 4 horas e chegamos ao Parque de Apoio às 16 horas. Foram quase 12 horas montado no Quadriciclo”, disse Gabriel.

“Fiz uma estratégia de andar redondo e mais devagar do que nos outros dias, para poupar o equipamento para a etapa Maratona. Só acho que acabei errando no timing e perdi mais tempo do que previa em relação aos outros, ou eles não pouparam o equipamento e podem ter problemas na frente. No entanto, o meu Can-Am terminou inteiro, só vamos fazer a revisão geral para enfrentar a etapa de amanhã, que deve ser pior do que hoje. Mas vou poder acelerar com confiança no meu Quadri”, acredita o piloto de Quadriciclo, que lidera o Campeonato Brasileiro da modalidade.

“A prova foi muito rápida, principalmente na parte final, nos trechos de eucaliptos. Teve muita navegação, com muita pegadinha nos waypoints. Fiz uma prova limpa, sem nenhum erro, acelerando forte. O meu Quadri Can-Am está 100%, perfeito neste tipo de terreno mais aberto”.

O Rally dos Sertões cumpre 645 km nesta quinta (28/8) o maior trajeto de 2014, indo de São Francisco até Diamantina, dentro de Minas Gerais, com percurso total de 645 km, sendo 336 km de trechos cronometrados. Os competidores enfrentarão a sempre temível etapa “Maratona”, na qual os concorrentes não podem contar com o apoio mecânico das equipes ao final da etapa.

232313_431405_gabrielvarela_04_donicastilho_0853_press“Nós não vamos poupar o nosso carro. Temos que acelerar o máximo para tirar a diferença de um minuto para o Christian (Baumgart) e o Beco (Andreotti), que estão em segundo, e tentar diminuir ainda mais a desvantagem para os líderes”, planeja o navegar catarinense Gustavo Gugelmin.

Quando chegarem à final da 5ª etapa, todos os veículos deverão entrar diretamente no parque fechado, de onde sairão somente no dia seguinte, sem qualquer reparo mecânico. Antes da largada da 6ª etapa os próprios concorrentes terão meia hora para consertar e ajustar o que for necessário, com as ferramentas e peças que levam consigo, e sem qualquer ajuda externa. Portanto, apenas na sexta, após mais de 850 km é que os mecânicos terão acesso aos veículos.

Confira os cinco primeiros do 4º dia (extra-oficial):
Carros – 1) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin, 3h52min43s; 2) Guilherme Spinelli/Youssef Haddad, 3h53min10s; 3) Christian Baumgart/Beco Andreotti, 3h56min26s; 4) Marcos Baumgart/Kleber Cincea, 4h01min10s; 5) João Franciosi/Rafael Capoani,4h08min20s.

UTV – 1) José Hélio/Edmilson Camargo Jr., 5h03min43s; 2) Rodrigo Varela/João Arena, 5h06min40s; 3) Vinícius Mota/Rafael Shimuk, 5h16min22; 4) André Sawaia/Eduardo Costa, 5h18min47s; 5) Henrique Gutierrez/Weidner Moreira, 5h19min49s.

Quadriciclo – 1) Rafal Sonik, 4h54min01s; 2) Marcelo Medeiros, 4h59min45s; 3) Robert Nahas, 5h03min39s; 4) Gabriel Varela, 5h20min55s; 5) Tom Rosa, 5h23min30s.

Confira a classificação (extra-oficial) acumulada do Rally dos Sertões após 4 dias:
Carros -1) Guilherme Spinelli/Youssef Haddad, 9h10min27s; 2) Christian Baumgart/Beco Andreotti, 9h16min29s; 3) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin, 9h17min28s; 4) Marcos Baumgart/Kleber Cincea, 9h21min53s; 5) João Franciosi/Rafael Capoani, 9h49min58s.

UTV – 1) José Hélio/Edmilson Camargo Jr., 11h12min18s; 2) Rodrigo Varela/João Arena, 11h13min19s; 3) André Sawaia/Eduardo Costa, 11h27min26s; 4) Henrique Gutierrez/Weidner Moreira, 11h38min55s; 5) Vinícius Mota/Rafael Shimuk, 11h55min34s.

Quadriciclo – 1) Rafal Sonik, 10h54min34s; 2) Marcelo Medeiros, 10h56min32s; 3) Robert Nahas, 11h02min24s; 4) Gabriel Varela, 11h22min54s; 4) Tom Rosa, 11h35min36s.

Confira o roteiro do Rally dos Sertões 2014:

27/08 – 4ª etapa – Paracatu (MG)/São Francisco (MG)
Deslocamento inicial: 135 km
Trecho especial: 364 km
Deslocamento final: 86 km
Total do dia: 585 km

28/08 – 5ª etapa – São Francisco (MG)/Diamantina (MG) – MARATONA
Deslocamento inicial: 223 km
Trecho especial: 336 km
Deslocamento final: 86 km
Total do dia: 645 km

29/08 – 6ª etapa – Diamantina (MG)/Diamantina (MG)
Deslocamento inicial: 23 km
Trecho especial: 159 km
Deslocamento final: 30 km
Total do dia: 213 km

30/08 – 7ª etapa – Diamantina (MG)/Belo Horizonte (MG)
Deslocamento inicial: 59 km
Trecho especial: 125 km
Deslocamento final: 146 km
Total do dia: 331 km
Total do Rally: 2.679 km

Fotos: Donizetti Castilho/Ney Evangelista/DFotos

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização