Reinaldo Varela fica a dois segundos da quinta vitória

29 de agosto de 2014

232559_432057_reinaldovarela_002_neyevangelista_0613_2_pressO Rally dos Sertões 2014 está extremamente competitivo. Até agora foram três vencedores diferentes nos seis dias de provas, com a dupla Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin vencendo quatro etapas, Guilherme Spinelli/Youssef Haddad vencendo em uma ocasião, e Christian Baumgart/Beco Andreotti se consagrando na sexta (29), penúltimo dia da competição. Mas foi uma chegada apertada, pois eles garantiram a vitória pela margem mínima de dois segundos sobre Varela/Gugelmin e 54 segundos sobre Spinelli/Haddad, depois de 178 km em uma Especial em forma de laço, largando e chegando em Diamantina (MG).

“Infelizmente furou um pneu e perdemos 1min48s na troca. E hoje era o dia para tentar buscar tudo e estava dando certo. Amanhã vamos andar forte e tentar ir bem e vencer a última Especial”, contou o piloto Reinaldo Varela.

232559_432066_rodrigovarela_001_neyevangelista_0502_pressNo começo da serrinha, no km 130, o protótipo de Varela pegou de lado uma pedra pontiaguda, que furou o pneu, quando vinha num ritmo muito bom e ao mesmo tempo seguro, para vencer mais uma vez e descontar um bom tempo do líder da prova.

“A estratégia era essa mesmo, acelerar o que dava, para tirar o máximo de tempo, mas fomos traídos pelo pneu que não aguentou o nosso ritmo. Até que fomos muito bem, pois quase vencemos, faltou só dois segundos!”, comentou o navegador catarinense Gustavo Gugelmin.

O Rally dos Sertões 2014 termina neste sábado (30), com chegada em Belo Horizonte (MG). A sétima e última etapa terá 336 km, sendo 126 km de trechos cronometrados, que apontarão o campeão de 2014 entre Spinelli/Haddad, que lideram a prova, Varela/Gugelmin, que estão na vice-liderança, apenas 3min11 atrás, e Baumgart/Andreotti, com 3min29s de desvantagem.

232559_432064_rodrigovarela_rosto_004_neyevangelista_0445_press“Está difícil, mas não vamos desistir de vencer o Rally. Vamos acelerar fundo até o final”, avisa Varela, que além de bicampeão mundial de Rally Cross Country, já venceu o Rally dos Sertões por seis vezes em diversas categorias, e uma vez na Geral. “Amanhã não tem alternativa, vamos continuar acelerando neste ritmo que a gente vem impondo desde a hora em que levamos o penal de 10 minutos, que na minha opinião foi injusto”, reclama Gugelmin.

“A Confederação Brasileira de Motociclismo reconheceu que como não estava bem sinalizada a zona de radar no GPS, acabou tirando todas as penalizações para as motos e quadriciclos. Como os carros são geridos por outra Confederação, são outras cabeças, outros juízes, e a gente ficou com a penalização. E ficou um gosto amargo”, encerrou o navegador.

Entre os Quadriciclos Gabriel Varela teve outro bom resultado, terminando o dia em terceiro e subindo para esta mesma posição na classificação Geral.

232559_432059_gabrielvarela_04_donicastilho_2126_press“Andei bem, foi uma Etapa bem prazerosa de andar, principalmente na subida da serra, que tinha um trecho bem travadinho e ao mesmo tempo rápido”, elogiou Gabriel. “O meu Can-Am Renegade está inteiro, não tive nenhum problema. Agora é só chegar e comemorar em BH”.

O inesperado aconteceu com a dupla Rodrigo Varela e João Arena (Divino Fogão/Can-Am/Bike Box), que tive problema com a transmissão e foram obrigados a abandonar a etapa e por isto receberam uma grande penalização, que os rebaixou para a quinta posição na classificação acumulada.

“Problema mecânico numa prova deste tipo pode acontecer com qualquer um. Já havia acontecido com alguns, agora foi a nossa vez. E amanhã, pode ser que até aconteça com quem passou ileso até agora. Por isto, temos que acreditar e continua acelerando tudo, e lá em Belo horizonte vemos que resultado deu”, falou Rodrigo bem otimista.

A previsão da organização do Rally dos Sertões é que a partir das 12h deste domingo os concorrentes comecem a chegar na Praça Geralda Damata Pimentel, na Lagoa da Pampulha, na capital mineira, onde será preparada uma grande recepção aos participantes do segundo principal rally cross-country do mundo.

Confira os cinco primeiros do 6º e penúltimo dia (extra-oficial):
Carros – 1) Christian Baumgart/Beco Andreotti, 2h33min06s; 2) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin, 2h33min08s; 3) Guilherme Spinelli/Youssef Haddad, 2h34min00s; 4) Marcos Baumgart/Kleber Cincea, 2h34min55s; 5) Sylvio Barros Netto/Eduardo Bampi, 2h45min51s.

Quadriciclo – 1) Rafal Sonik, 2h43min04s; 2) Robert Nahas, 2h44min26s; 3) Gabriel Varela, 2h50min21s; 4) Diogo Zonato, 2h54min06s; 5) Nei Costa, 3h01min25.

UTV – 1) José Hélio/Edmilson Camargo Jr., 2h48min45s; 2) André Hort/Matheus Mazzei, 2h52min46s; 3) Vinícius Mota/Rafael Shimuk, 2h54min09; 4) Carlos Ambrósio/Cadu Sachs, 2h55min03; 5) Denisio Casarini Filho/Eduardo Shiga, 3h01min11s; 16) Rodrigo Varela/João Arena, 4h20min00s.

Confira a classificação (extra-oficial) acumulada do Rally dos Sertões após 6 dias:
Carros -1) Guilherme Spinelli/Youssef Haddad, 16h12min36s; 2) Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin, 16h15min48s; 3) Christian Baumgart/Beco Andreotti, 16h16min06s; 4) João Franciosi/Rafael Capoani, 17h26min42s; 5) Jorley Jr./Maykel Justo, 17h056min05s.

Quadriciclo – 1) Robert Nahas, 18h43in53s; 2) Rafal Sonik, 19h11min39s; 3) Gabriel Varela, 19h42min11s; 4) Marcelo Medeiros, 20h41min36s; 5) Tom Rosa, 20h43min08s.

UTV – 1) André Sawaia/Eduardo Costa, 19h50min44s; 2) Vinícius Mota/Rafael Shimuk, 20h23min17s; 3) Henrique Gutierrez/Weidner Moreira, 20h40min55s; 4) Elson Cascão II/Cláudia Grandi, 20min58s00; 5) Rodrigo Varela/João Arena, 21h17min07s.

Confira o roteiro do Rally dos Sertões 2014:
29/08 – 6ª etapa – Diamantina (MG)/Diamantina (MG)
Deslocamento inicial: 23 km
Trecho especial: 178 km
Deslocamento final: 25 km
Total do dia: 204 km

30/08 – 7ª etapa – Diamantina (MG)/Belo Horizonte (MG)
Deslocamento inicial: 54 km
Trecho especial: 126 km
Deslocamento final: 152 km
Total do dia: 336 km
Total do Rally: 2.679 km

Fotos: DFotos

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização