Mercedes aposta na esportividade do novo AMG GT

12 de setembro de 2014

Mercedes-AMG GT (C 190) 2014O primeiro Mercedes foi um automóvel de corrida e seu sucessor mais recente leva esta herança adiante: com o novo Mercedes-AMG GT, a marca Mercedes-AMG de veículos esportivos está entrando em um segmento de destaque na área dos superesportivos, novo para a empresa. O GT é o segundo superesportivo inteiramente desenvolvido em casa pela Mercedes-AMG. Seu conceito de construção com motor dianteiro entre-eixos com eixo de transmissão e construção inteligente de baixo peso em alumínio cria a base para uma experiência de direção altamente dinâmica. Da mesma forma, seu motor AMG 4,0 litros V8 biturbo, inteiramente novo, reforça a performance característica da marca AMG. O primeiro motor para veículos esportivos com turbocompressores montados internamente (“hot inside V”) e lubrificação por cárter seco é configurado em duas versões de desempenho: GT, com 462 cv e GT S, com 510 cv. O novo GT combina comportamento dinâmico e desempenho de primeira classe nas pistas de corrida com uma suprema praticidade para o uso diário, além de um nível de eficiência que estabelece novos padrões para o segmento.

Ele traz tudo o que se espera de um autêntico esportivo Mercedes-AMG, desde o estilo característico e tecnologia de motores puro-sangue à ótima distribuição de peso. O sistema de propulsão, afinado precisamente para o máximo de dinamismo, complementa o conjunto. A peça central do Mercedes-AMG GT, o novo 4,0 litros V8 biturbo, responde instantaneamente com extrema força desde as rotações mais baixas, com uma performance extraordinária.

Mercedes-AMG GT (C 190) 2014Números como a aceleração de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos e velocidade máxima de 310 km/h combinados à notável dinâmica de direção, sem dúvida alguma proporcionarão um desempenho extremamente veloz nas pistas.

Ao mesmo tempo, o veículo para dois ocupantes é confortável e confiável para o uso diário, graças à sua prática tampa traseira, fácil acesso ao porta-malas, alto nível de conforto em longos percursos e os abrangentes sistemas de assistência Mercedes-Benz Intelligent Drive.

Confira mais informações sobre os modelos:

MB

A combinação da estrutura espacial em alumínio, motor V8 biturbo com lubrificação por cárter seco, transmissão de dupla embreagem com sete marchas junto ao eixo traseiro, diferencial blocante, suspensão esportiva com braços duplos em V e o baixo peso líquido de 1.540kg resulta em uma excelente performance nas pistas. A configuração com motor dianteiro entre-eixos e transmissão na configuração transeixos resulta em uma distribuição de pesos de 47% para 53% entre os eixos dianteiro e traseiro. Juntamente com o baixo centro de gravidade do veículo, isto leva a uma condução extremamente ágil e permite altas velocidades nas curvas. Com uma relação favorável de potência em relação ao peso – 3,3 kg por cv – o Mercedes-AMG GT é comparável aos melhores de seu segmento.

Mercedes-AMG GT (C 190) 2014O novo Mercedes-AMG GT incorpora a pureza sensual da esportividade e da emoção, modelo que se caracteriza pelas proporções definidas pela tração traseira. O motor V8 biturbo central assegura uma distribuição perfeita de peso, que garante uma condução dinâmica perfeita. O longo capô, com suas linhas acentuadas, a cabine deslocada bem para trás, as grandes rodas e a imponente traseira criam um visual único. A grande tampa traseira esconde um prático compartimento de bagagem.

O novo motor de alto desempenho entra em ação ao toque de uma tecla, que torna até mesmo o som da partida empolgante. O motor 4,0 litros V8 biturbo foi desenvolvido especialmente para o GT. O inovador motor de oito cilindros é o mais novo membro da família BlueDIRECT e proporciona uma empolgante potência, números de desempenho ao nível do automobilismo esportivo, construção leve e, ao mesmo tempo, alta eficiência e compatibilidade ambiental. Ele traz o característico som dos motores V8 da marca, juntamente com respostas imediatas e alto poder de impulsão.

O novo V8 também se destaca por sua precisão nas reações, comparáveis às de um motor naturalmente aspirado. Um objetivo no desenvolvimento que os especialistas em motores da AMG colocaram como máxima prioridade e que demonstra sua considerável habilidade. O condutor irá realmente apreciar o motor AMG, que tem a designação interna M178, especialmente nos modos M (Manual) ou Race, graças à entrega linear de potência, que torna muito mais fácil levar o veículo ao seu limite. Como parte deste processo, a sofisticada unidade eletrônica de controle (ECU) analisa as condições instantâneas de direção e ajusta a resposta do acelerador de acordo com as forças laterais.

Com 3.982 cc de cilindrada, o V8 utiliza uma gama de tecnologias já presente no motor 2,0 litros do A 45 AMG, CLA 45 AMG e GLA 45 AMG – atualmente o motor produzido em série mais potente do mundo. Ambos os motores têm a mesma relação diâmetro x curso, que permite altas rotações. A injeção direta piezelétrica usada pela Mercedes-Benz é responsável pela formação da mistura ar-combustível. O processo de combustão dirigido por aspersão foi desenvolvido ainda mais em sua terceira geração, para atender a futuras exigências da legislação. O altamente eficiente e econômico motor AMG 4,0 litros V8 biturbo atende aos padrões de emissão Euro 6, inclusive quanto ao nível de emissões particuladas que entrará em vigor só em 2016.

Mercedes-AMG GT (C 190) 2014O novo motor AMG V8 tem dois turbocompressores que não são montados dos lados externos das bancadas de cilindros, mas dentro do V formado por elas. Os especialistas chamam isso de “hot inside V”, ou V interno quente. O benefício é um design mais compacto do motor, ótima resposta dos turbos e menores emissões do escapamento, graças ao fluxo de ar otimizado na direção dos conversores catalíticos montados junto ao motor. A lubrificação por cárter seco também garante o suprimento de óleo mesmo sob altas forças laterais e permite que o motor seja instalado mais baixo, levando o centro de gravidade para mais perto da pista e criando condições para uma alta aceleração lateral. O novo Mercedes-AMG V8 biturbo é o primeiro motor de automóveis esportivos do mundo com ‘hot inside V’ e lubrificação por cárter seco.

O Mercedes-AMG GT S é equipado de série com um sistema de escapamento AMG de alta performance com flaps totalmente variáveis. Isto permite ao motorista modificar o som do motor: dependendo do modo escolhido por meio do DYNAMIC SELECT, o condutor pode usufruir do V8 de forma confortável e relaxante, em longas viagens, ou com um toque mais emocional, inspirado no automobilismo esportivo. A AMG DRIVE UNIT inclui uma tecla em separado, para controlar diretamente os flaps do escapamento. O sistema de escapamento selecionável também é oferecido como opção para o Mercedes-AMG GT.

No que diz respeito à transmissão de força do novo GT, os engenheiros da Mercedes-AMG decidiram por uma combinação de motor dianteiro entre-eixos e uma transmissão de sete marchas com dupla embreagem posicionada junto ao eixo traseiro, configuração já consagrada no SLS AMG. A distribuição de peso, com uma relação de 47% na dianteira e 53% na traseira é consequência deste layout. A eficiência, velocidade e precisão das trocas de marchas da transmissão esportiva AMG SPEEDSHIFT DCT 6 foram desenvolvidas ainda mais para aplicação no novo superesportivo. Graças à maior amplitude de relações das marchas, a margem de torque do motor V8 turbo pode ser usada de forma otimizada.

Mercedes-AMG GT (C 190) 2014Todo o design do sistema de propulsão é ideal para um automóvel esportivo sem concessões. Ao mesmo tempo, todos os requisitos para a praticidade no dia a dia, nível de ruído, conforto de rodagem e consumo de combustível foram atendidos.

Para responder aos comandos de troca do condutor de forma ainda mais direta, a comunicação entre o motor e a transmissão foi profundamente revisada. Desta forma, os limites anteriores relativos ao desempenho das trocas e o tempo de resposta foram substancialmente melhorados. O motorista pode ajustar individualmente o GT conforme preferir com a ajuda do sistema AMG DYNAMIC SELECT. Vários modos são disponíveis: “C” (Eficiência Controlada), “S” (Sport), “S+” (Sport Plus) e – inteiramente novo – “I” (Individual). O programa manual “RACE”, reservado exclusivamente para o GT S, ajusta de forma ideal a estratégia de trocas da transmissão de dupla embreagem às necessidades do uso na pista de corridas – incluindo trocas de marchas mais rápidas e um ajuste mais emocionante do motor. Pressionando a tecla “M”, o motorista pode ativar o modo manual da transmissão a partir de qualquer modo de direção selecionado.

O Mercedes-AMG GT vem de série com amortecimento no trem de força. Um amortecedor especialmente ajustado reduz o rolamento do trem de força completo, inclusive a transmissão transeixos, melhorando desta forma substancialmente o conforto e a agilidade.

Mercedes-AMG GT (C 190) 2014O pacote AMG DYNAMIC PLUS aumenta ainda mais o dinamismo e a agilidade. Ele é disponível apenas para o GT S e inclui coxins dinâmicos para o motor e a transmissão. Os coxins do motor e transmissão têm uma função importante em sistemas com design transeixos: coxins macios melhoram o conforto, pois proporcionam um isolamento maior do ruído e da vibração. Por outro lado, a dirigibilidade e agilidade melhoram com uma configuração de montagem mais rígida.

Fotos: Divulgação