Castro vence na GP Light

21 de setembro de 2014

Moto 1000 GP 3Henrique Castro é o primeiro piloto do Moto 1000 GP a conquistar duas vitórias na categoria GP Light em 2014. Pole position do GP Goiânia, quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, o brasiliense perdeu cinco posições na largada e se submeteu a uma corrida de recuperação para surgir em primeiro lugar na penúltima volta da corrida, disputada neste domingo (21) no Autódromo Internacional Ayrton Senna.

Castro, vencedor da segunda corrida do ano em São Paulo (SP), chegou a Goiânia como líder do campeonato, com vantagem de sete pontos. Finalizou a corrida 14 pontos à frente do também brasiliense Ian Testa, piloto da Motonil Motors-PDV Brasil, que assumiu a vice-liderança depois de largar em segundo e liderar maior parte da prova. Testa, também vencedor de uma etapa em 2014 – a de Brasília (DF) –, cruzou a linha de chegada em segundo.

Moto 1000 GP 2A etapa goiana marcou também o primeiro pódio na temporada de Lucas Teodoro, piloto paulista da BMW Motorrad Alex Barros Racing, terceiro na corrida depois de largar em oitavo. O também paulista Rodrigo de Benedictis, companheiro de equipe de Testa, ficou em quarto e subiu ao terceiro lugar na classificação do campeonato. O paranaense Juracy Rodrigues, da Black Day Racing Team, foi ao pódio pela segunda vez, em quinto.

O vencedor do GP Goiânia reconheceu que a perda de cinco posições na largada pôs sua vitória sob risco. “Tenho sofrido um pouco com a ansiedade na hora de largar. Tenho treinado isso, melhorei muito, mas hoje não deu. Essa é uma pista difícil de ultrapassar, o risco é grande. O calor estava muito forte e foi uma prova bem difícil e desgastante, muito cansativa também, mas fizemos algumas ultrapassagens e conseguimos a vitória”, resumiu.

Testa mostrou-se satisfeito com o segundo lugar. “Para quem achou até que não ia correr, está bom demais”, declarou, citando o acidente que sofreu no treino classificatório para a etapa anterior, em Cascavel (PR), onde teve sua moto destruída. “Consegui a liderança, lutei até o último instante, mas não foi desta vez. Quem sabe na próxima. Só tenho a agradecer o trabalho da equipe, que conseguiu me dar uma moto em perfeito estado”, frisou.

Para Teodoro, o primeiro pódio no ano representou a conquista de duas posições na classificação do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade – está em oitavo lugar. “Foi uma corrida de superação, fiquei feliz. O treino de sábado não foi o esperado para nós, minha moto quebrou antes do Q2 e tive de largar em oitavo. Recuperei posições, achei até que não ia conseguir, o sol estava muito forte. No fim, foi uma grande vitória para todos nós”, definiu.

Moto 1000 GPA Corrida: O destaque da largada ficou por conta do argentino Nicolas Tortone, da MGBikes Yamaha Racing. Sexto no grid, ele contornou a primeira curva como líder. Sua liderança durou poucas curvas. Ainda na primeira volta, caiu para a quarta posição, superado por Ian Testa. Lucas Teodoro, oitavo no grid, surgiu em segundo, com Davi Costa em terceiro. Teodoro chegou a assumir a liderar parte da segunda volta, sendo superado por Testa em seguida.

A reação de Henrique Castro, que caiu do primeiro para o sexto lugar na largada, começou na quinta volta, com a ultrapassagem sobre Tortone. Duas voltas depois, em uma única manobra ao fim da reta dos boxes, o brasiliense superou Rodrigo de Benedictis e Davi Costa, assumindo o terceiro lugar. Ainda na sétima volta, Castro emparelhou com Teodoro no S de baixa velocidade do circuito goiano para tomar-lhe o segundo lugar na Curva da Vitória.

O ataque à liderança de Testa ganhou força na décima volta. Os dois brasilienses contornaram o mesmo S de baixa lado a lado. Chegou a haver um leve toque entre ambos. A ultrapassagem viria na 15ª e penúltima volta, mais uma vez na aproximação para a frenagem do S. Testa buscou a recuperação na abertura da última volta, quando viu-se obrigado a aliviar o ritmo para evitar um novo toque. Castro permaneceu à frente até a bandeirada final.

O grupo dos sete primeiros colocados permaneceu equilibrado durante toda a corrida. Benedictis chegou a ultrapassar Teodoro na última volta e teve o revide poucas curvas depois. Juracy “Black” Rodrigues, que conquistado seu primeiro pódio na categoria em Cascavel, com a terceira colocação na etapa de agosto, assegurou seu segundo troféu em Goiânia assumindo o quinto lugar também na última volta, com uma ultrapassagem sobre Davi Costa.

Depois de 16 voltas, o resultado final do GP Goiânia na categoria GP Light foi o seguinte:

1º) Henrique Castro (DF/Kawasaki), City BSB Motor Racing, 23min41s323
2º) Ian Testa (DF/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, a 0s655
3º) Lucas Teodoro (SP/BMW), BMW Motorrad Alex Barros Racing, a 5s179
4º) Rodrigo de Benedictis (SP/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, a 5s227
5º) Juracy “Black” Rodrigues (PR/Kawasaki), Black Day Racing Team, a 5s847
6º) Davi Costa (SP/Kawasaki), JC Racing Team, a 5s920
7º) Nicolas Tortone (ARG/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 11s803
8º) Fábio Adas (SP/Kawasaki), Paulinho Superbikes, a 20s247
9º) Gustavo Herrera (PR/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, a 20s373
10º) Fernando Neiva (PR/BMW), Black Day Racing Team, a 41s083
11º) Pedro Barata Lins (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, a 44s933
12º) Alen Modesto (BA/Kawasaki), Aclat Racing, a 1min03s864
13º) Leonardo Moreno (SP/Kawasaki), Paulinho Superbikes, a 1min09s510
14º) Carlos Barcelos (RS/Suzuki), Carlos Barcelos, a 1min22s626
15º) Edson Luiz (SC/Kawasaki), Aclat Racing, a 1min25s237
16º) Sérgio Prates (SP/Kawasaki), JC Racing Team, a 1 volta
17º) Fernando Silva (BA/Kawasaki), Aclat Racing, a 1 volta
NÃO COMPLETARAM
Marcello Souza (SP/Kawasaki), JC Racing Team, a 1 volta
Ricardo Hayashi (SP/BMW), Dawnriders Racing Team, a 1 volta
Alessandro Andrade (GO/Kawasaki), GYN Racing Team, a 6 voltas
Nathiel Bezerra (BA/Kawasaki), Aclat Racing, a 10 voltas
Thiago Fonseca (PE/Kawasaki), Aclat Racing, a 11 voltas
Guilherme Calixto (GO/Ducati), GYN Racing Team, a 13 voltas
NÃO LARGOU
Sandro Campos (MS/Kawasaki), Dawnriders Racing Team
Melhor volta: Testa, na 15ª, 1min27s301, média de 158,143 km/h

CLASSIFICAÇÃO
Após cinco corridas, a classificação da GP Light é: 1º) Castro, 89 pontos; 2º) Testa, 75; 3º) Benedictis, 68; 4º) Tortone, 65; 5º) Adas, 54; 6º) Rodrigues, 45; 7º) Bertagnolli, 40; 8º) Teodoro, 38; 9º) Cortes, 28; 10º) Neiva, 26; 11º) Souza, 24; 12º) Costa, 23; 13º) Levy e Skaf, 17; 15º) Modesto, 13; 16º) Cabreira, Paludete e Barata, 10; 19º) Barcelos, 9; 20º) Herrera, 7; 21º) Ramos, Kamba, Bezerra 6; 24º) Cabral, Andrade, Luiz, 5; 27º) Moreno, 3; 28º) F. Silva e Campos, 2; 30º) S. Silva e Prates, 1.

A temporada terá sequência no dia 26 de outubro, com a sexta e antepenúltima etapa em Pinhais (PR), no Autódromo Internacional de Curitiba.

Texto: Grelak/Divulgação

Fotos: Equipe Sanderson.

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização.