Estreia de Emmo Fittipaldi marca oitava etapa da Copa São Paulo de Kart KGV

22 de setembro de 2014

234729_439060__kgv_emmo_cadeteA oitava etapa da Copa São Paulo de Kart KGV, disputada no último final de semana na Granja Viana, foi marcada por uma estreia especial: o filho mais novo de Emerson Fittipaldi, Emmo Fittipaldi, estreou no kartismo nacional. O garoto de apenas 7 anos participou da categoria Mirim.

Foi um dia marcante para o bicampeão mundial de F-1, que pela primeira vez pode sentir a emoção de ver um filho estreando no kart.

“É diferente, mas eu aprendi com meus netos. Quando eu via o Pietro (Fittipaldi, neto) andar de kart, eu ficava muito nervoso. Mas quando ele entrou na Nascar, que eram 20 carros em um oval de 16 segundos, aí eu falei: vou virar um técnico. Mas aqui o coach é o (Renato) Russo. Isso me tirou a ansiedade”, explicou Emerson, citando o experiente piloto de kart e chefe de equipe na R&R Racing Team, a equipe pela qual Emmo competiu.

Na primeira prova, o filho de Fittipaldi foi o terceiro colocado. Na segunda, ele abandonou. “O Emmo estava super tranquilo. Eu acho que é muito importante, nessa idade, ser uma brincadeira. Os pais tem que sempre lembrar que eles (os filhos) estão brincando. Claro que ele tem que aprender o esporte da maneira correta, mas ainda é uma criança. Para se ter ideia, na minha época, a idade mínima para correr de kart era 17 anos”, contou Emerson.

234729_439067__kgv_largada_shifterEntre os Cadetes, Gabriel Crepaldi venceu a primeira e Pedro Braga, a segunda. Entre os Mirins, duas vitórias de Gabriel Gomez, com direito a vencer no geral a segunda corrida. Felipe Giaffone, tricampeão da Fórmula Truck pela MAN Latin America e promotor da Copa SP de Kart KGV, destacou a estreia de Emmo Fittipaldi na etapa deste sábado.

“É sempre uma honra para o nosso campeonato ver os filhos, netos e sobrinhos de pilotos que fizeram tanta história no automobilismo começando justamente aqui. Nas outras categorias, também foi muito bacana a vinda de pilotos experientes, como alguns do Sul do País, disputarem esta etapa”, afirmou Giaffone, citando a Rotax Max Masters, vencida por Leonardo Nienkotter.

Foi um sábado de tempo bastante instável na região do Kartódromo Granja Viana. O céu encoberto durante todo o dia provocou diversos momentos de chuva. A primeira categoria a entrar na pista foi a Iame TAG, que viu João Cunha vencer pela sexta vez em oito corridas de 2014. Ele é um dos quatro brasileiros que disputarão a final mundial da Iame, entre os dias 15 e 19 de outubro em Le Mans, na França.

234729_439068__kgv_pro_500_largadaA segunda prova do dia reuniu Shifter Graduados e Sênior no mesmo grid. Dennis Dirani largou na pole position e liderou a primeira parte da prova. Depois da bandeira amarela programada, Bruno Grigatti deu o bote no miolo do circuito e conseguiu a ultrapassagem para não sair mais da primeira posição. Andando entre os Graduados, Beto Monteiro também se estabeleceu em segundo – enquanto Dennis Dirani recuperava terreno para fechar o Top-3. Entre os “Rookies”, Vinícius Papareli levou a melhor. Rui Loiola venceu na Super Sênior, Guilherme Jacob na Sênior A e Guilherme Armond na Sênior B.

As categorias Rotax também tiveram uma rodada importante na Granja Viana. No total haviam 76 pilotos na pista. Foi a última etapa antes da disputa do Festival Brasileiro de Rotax, que vai definir, também na Granja Viana, as vagas para o Rotax Max Challenge Grand Finals – marcado para novembro, na Espanha. Felipe Bartz e Pedro Aizza venceram as corridas da Micro Max e Matheus Morgatto faturou as duas da Mini Max.

234729_439089__kgv_rotax_max_master_largadaNa primeira das classes Max e Max Masters, Leonardo Nienkotter se aproveitou da pista úmida para impor uma vantagem superior a cinco segundos sobre Fernando Guzzi e Renato Russo. Assim o catarinense, que, assim como outros vários pilotos, vieram do Sul do País especialmente para disputar esta etapa, venceu sua segunda prova na Max, enquanto Guzzi ficou com a vitória da Masters. Na segunda corrida, Guzzi cruzou a linha de chegada em primeiro no geral e Pedro Sanchez, em terceiro, ficou com a vitória da Max.

Guzzi voltaria a vencer, ainda, nas duas baterias da DD2 Masters. Entre os DD2, as vitórias foram de Giulio Borlenghi e Nelson Stanisci. Fechando as classes Rotax, Caio Collet faturou as duas corridas da Júnior Max.

Munir Aboissa venceu a prova da Executive e a dupla formada por Bruno Balarin e Rodrigo Pacetta dominou com facilidade na Pró 500, com pole position e duas vitórias para a equipe MV Racing/PCR.

A próxima etapa da Copa SP de Kart KGV será no dia 18 de outubro, no Kartódromo Granja Viana.

Fotos: Bruno Terena / RF1

2007-2013 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização.