Desempenho do motor impede Matheus Leist de garantir vaga na final

24 de setembro de 2014

234876_439528_matheus_leist283___fabio_oliveiraRegularmente competindo na Fórmula 3 Brasil Light, o gaúcho Matheus Leist (TMA Competições) esteve no Maranhão no último final de semana e teve como objetivo conquistar uma vaga à final da Seletiva de Kart Petrobras. A competição, que este ano inova em sua premiação, dará aos quatro primeiros colocados de sua final um programa de orientação completo para suas carreiras, que inclui até mesmo um dia de treinos em uma das principais equipes do automobilismo europeu.

Mesmo sem conhecer o traçado do Kartódromo João Sallem, em São Luis, capital do Maranhão, Matheus Leist logo colocou-se entre os pilotos que poderiam conquistar uma das três vagas disponíveis no último final de semana. Com bons treinos, onde contou com um motor de configuração semelhante ao que seria utilizado nas provas, Leist e sua equipe encontraram o acerto ideal para apresentar-se bastante competitivo.

Entretanto, no sorteio de motores, a falta de sorte se fez presente e o piloto de Novo Hamburgo (RS) acabou recebendo um equipamento pouco competitivo. No aquecimento, com pneus novos, Leist ainda conseguiu relativo destaque, mas na tomada de tempos o 10º lugar acabou frustrando as expectativas.

Na primeira prova do dia Matheus Leist chegou a alcançar o 3º lugar, mas depois o rendimento de seu motor foi decisivo para que ele não conseguisse manter-se na posição. Assim, ele terminaria a prova em 5º, o que acabou se mostrando, de certa forma, positivo, já que o grid de largada da prova seguinte teria grid invertido exatamente entre os cinco primeiros. Com isso, Leist largaria na pole position.

Com boa largada, Matheus Leist chegou a abrir uma distância razoável na segunda prova, mas novamente o rendimento do motor fez com que o gaúcho fosse superado, agora por três adversários, para terminar em 4º, a mesma posição que obteve após a soma dos pontos.

“Não foi desta vez, porque apenas os três primeiros garantiam vaga”, lamenta Leist. “O motor que recebi não tinha o rendimento que deveria ter e isto me fez adiar a conquista da vaga, que espero conseguir em outubro, na Copa Brasil, evento que não estava na minha agenda”, relata Leist.

O próximo compromisso de Matheus Leist (TMA Competições) será exatamente na Copa Brasil, que será disputada de 7 a 11 de outubro em Itumbiara (GO), quando as últimas três vagas à final da Seletiva de Kart Petrobras estarão disponíveis. Uma semana depois, em Curitiba (PR), Leist volta à Fórmula 3 Brasil, para a disputa da penúltima etapa da temporada, em que luta pelo vice-campeonato na divisão Light em seu primeiro ano no automobilismo.

Foto: Fábio Oliveira

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização.