Citroën garante título de pilotos do WTCC

7 de outubro de 2014

FIA WORLD TOURING CAR CHAMPIONSHIP 2014 - BEIJING CHINAJá existe uma certeza no Campeonato Mundial de Carros de Turismo (WTCC): o título de 2014 será de um dos três pilotos da Citroën. Embora não tenham obtido vitórias em Pequim, na China, eles ainda ocupam as três primeiras posições e são os únicos que podem sonhar com a taça mais cobiçada restando três etapas para o fim desta temporada.

No circuito Goldenport Park, a Citroën foi ao pódio em ambas as corridas. Na primeira delas, Yvan Muller largou bem, ultrapassou Gabriele Tarquini e assumiu a segunda posição. José María López também tentou achar um jeito de superar o italiano, mas este resistiu. Depois de sete voltas atrás do safety car, o pole position Tom Chilton manteve-se à frente de Muller e conquistou a vitória. López tornou-se o terceiro colocado quando Tarquini enfrentou problemas mecânicos.

FIA WORLD TOURING CAR CHAMPIONSHIP 2014 - BEIJING CHINAOs outros dois pilotos dos Citroën C-Elysée WTCCs tiveram uma prova mais agitada. Sébastien Loeb largou em sétimo e passou para quinto na primeira volta, mas voltou à posição de origem quando o safety car saiu da pista. Só que o francês não desistiu da luta, ultrapassou Norbert Michelisz e concluiu a prova em quinto. O piloto da casa Ma Qing Hua completou a primeira volta em 11º após ter largado em 14º. Chegou a ser oitavo, mas teve de abandonar por causa de um furo de pneu.

Na prova seguinte, Loeb saiu da quarta posição e rapidamente ganhou um lugar, chegando à primeira curva em terceiro, atrás de Rob Huff e Tom Coronel. López também foi bem-sucedido na largada e concluiu a volta inicial em sexto. Yvan Muller, oitavo no grid, foi ultrapassado por Tom Chilton na quinta volta. O argentino López então superou James Thompson e Norbert Michelisz e até se aproximou de Loeb, mas finalizou a prova atrás do francês, em quarto. Muller foi o nono; Ma Qing Hua, o 12º.

FIA WORLD TOURING CAR CHAMPIONSHIP 2014 - BEIJING CHINAO líder do campeonato José-María López, com 66 pontos de vantagem sobre Muller, disse ter tido um fim de semana mais difícil desta vez, mas se mostrou contente por ter até ampliado a distância na dianteira. “Para a equipe como um todo, este fim de semana foi mais difícil que os outros. As outras equipes trabalharam intensamente nas últimas semanas, e a diferença de desempenho está menor. Mas tudo está indo na direção correta e aumentei minha liderança novamente. No entanto, o campeonato não está acabado. Ainda há três etapas e seis corridas pela frente”.

O francês Yvan Muller, vice-líder, afirmou não estar “particularmente otimista sobre o fim da temporada” e prometeu dar seu melhor. O também francês Sébastien Loeb, 101 pontos atrás do argentino, disse ter ficado feliz por, apesar de uma aproximação do companheiro de equipe na segunda corrida, ter conseguido manter a terceira posição.

FIA WORLD TOURING CAR CHAMPIONSHIP 2014 - BEIJING CHINAEntre os construtores, a Citroën precisa de apenas mais 15 pontos para assegurar o título. Yves Matton, chefe da Citroën Racing, declarou que o circuito de Pequim não era o melhor para os Citroën C-Elysée WTCCs, “especialmente pela vantagem obtida por nossos rivais por meio do sistema de lastro”. “Pela primeira vez, saímos de um fim de semana sem ao menos uma vitória, mas demos bons passos para a conquista dos títulos” afirmou.

Ainda na China, eles voltarão à pista já no próximo fim de semana, quando correrão em Xangai.

Corrida 1

1º Tom Chilton (Chevrolet RML Cruze TC1)

2º Yvan Muller (Citroën C-Elysée WTCC), a 2.493

3º José María López (Citroën C-Elysée WTCC), a 5.132

4º Gianni Morbidelli (Chevrolet RML Cruze TC1), a 10.473

5º Sébastien Loeb (Citroën C-Elysée WTCC), a 14.455

Volta mais rápida: Tom Chilton (1:05.382)

Corrida 2

1º Rob Huff (Lada Granta 1.6T)

2º Tom Coronel (Chevrolet RML Cruze TC1), a 0.766

3º Sébastien Loeb (Citroën C-Elysée WTCC), a 3.072

4º José María López (Citroën C-Elysée WTCC), 3.102

9º Yvan Muller (Citroën C-Elysée WTCC), a 12.463

Volta mais rápida: José María López (1:05.934)

Mundial de Pilotos

1º José María López, 339 pontos

2º Yvan Muller, 273 pontos

3º Sébastien Loeb, 238 pontos

4º Tiago Monteiro, 146 pontos

5º Gabriele Tarquini, 126 pontos

Mundial de Construtores

1º Citroën Total, 769 pontos

2º Honda, 499 pontos

3º Lada, 305 pontos