Thiago Vivacqua avalia mais uma etapa na F-Renault Eurocup

22 de outubro de 2014

unnamedO brasileiro Thiago Vivacqua (NHJ do Brasil | Inplaf | Piva Group | All Road Academy) disputou, no último final de semana (18 e 19), a etapa de encerramento da Fórmula Renault 2.0 Eurocup, no circuito de Jerez de La Frontera, na Espanha. O piloto, que fez sua primeira temporada completa no automobilismo europeu disputando a Fórmula Renault 2.0 Alps, apresentou ótima evolução no circuito espanhol e conquistou um excelente resultado.

Acompanhado pelo campeão mundial de kart e experiente piloto, Ruben Carrapatoso, Vivacqua partiu para a etapa de Jerez da Fórmula Renault 2.0 Eurocup com o objetivo de encerrar seu primeiro ano no automobilismo europeu com um bom resultado. E assim foi. Nesta etapa, o brasileiro entrou no circuito de Jerez defendendo as cores da conceituada equipe JD Motorsport e mostrou, logo nos primeiros treinos, um ótimo entrosamento com a nova equipe.

Em 2014, Vivacqua disputou a temporada da Fórmula Renault 2.0 Alps pela equipe Fortec, onde encerrou sua participação também em Jerez, no início de outubro. “Tivemos uma melhora significativa neste final de semana com a JD Motorsport. O carro era rápido e eu consegui demonstrar grande evolução e, principalmente, ser competitivo desde os treinos”, disse o piloto natural do Rio de Janeiro.

Prova de sua evolução, foi o resultado do segundo treino classificatório, quando Vivaqua conquistou o nono melhor tempo, ficando a seis décimos do primeiro colocado, o britânico George Russel. “A Fórmula Renault Alps e a Fórmula Renault Eurocup são dois dos principais campeonatos de base do automobilismo europeu. No grid, temos pilotos excelentes e o nível é altíssimo”, explica o piloto.

Nas corridas, novamente, Vivacqua mostrou sua qualidade. Com 29 carros no grid, o carioca finalizou a primeira etapa do final de semana, na 18a colocação, e a segunda em 15o, após boas ultrapassagens. Por se tratar de seu primeiro ano no automobilismo europeu e também por levar em consideração a quantidade reduzida de testes realizados pelo piloto ao longo do ano, comparado a seus adversários, o resultado do final de semana foi comemorado, já que a evolução demonstrada pelo brasileiro durante a etapa de Jerez foi empolgante. “Saio feliz pelos resultados e, principalmente, pela evolução que tivemos”, disse o brasileiro.

Agora, Vivacqua, que é o único brasileiro a fazer parte do All Road Academy, programa de desenvolvimento de pilotos chefiado pelo empresário Nicolas Todt, retorna ao Brasil e foca suas atenções para a próxima temporada. “Vamos analisar as melhores propostas e escolher a melhor opção para a minha carreira”, encerrou.

Texto: José Barone/Divulgação.

Foto: Divulgação.