Miguel Praia retorna ao Moto 1000 GP na etapa de Curitiba

23 de outubro de 2014

Miguel Praia - Equipe Center Moto 2014 - pistaNeste fim de semana, acontecem as provas da sexta etapa da temporada 2014 do Moto 1000 GP, o Brasileiro de Motovelocidade, no Autódromo Internacional de Curitiba, que definirá a disputa pelos títulos das quatro categorias que compõem o campeonato. Os resultados das corridas vão reduzir a relação de pilotos que têm chance de conquistar o título, que hoje totaliza 57 nomes nas categorias GP 1000, GP Light, GP 600 e GPR 250. Os treinos livres começaram nesta sexta-feira, às 13 horas. No sábado, às 14h30m, acontecem os treinos classificatórios para a formação do grid de largada da corrida de domingo, marcada para as 10h10m.

Pela Equipe Center Moto a etapa marcará a volta do piloto português Miguel Praia, categoria GP 1000, depois de ficar ausente da etapa anterior por causa de seu casamento, em Portugal, e o desfalque dos pilotos cariocas Pedro Lins e Marcelo Cortes, ambos da categoria GP Light. O primeiro se contundiu durante um treino físico e o segundo sofreu um acidente na psita de Goiânia, durante os treinos para a quinta etapa, no mês passado, e ainda não se recuperou completamente.

A categoria GP 1000 conta com 17 pilotos com chances reais de conquista do título. A liderança é do francês Matthieu Lussiana, Equipe Petronas Alex Barros, com 93 pontos, seguido do paranaense Wesley Gutierrez, Equipe Motonil Motors-PDV Brasil, com 74 pontos, e o argentino Luciano Ribodino, Equipe Aclat Racing, em terceiro, com 63 pontos, e o português Migual Praia, Equipe Center Moto, com 55 pontos.

Na categoria GP 600 12 pilotos disputam a taça de campeão da temporada 2014. Na classificação geral a liderança é do uruguaio Maximiliano Gerardo, Equipe MGBikes Yamaha, com 103 pontos, 30 à frente do vice-líder gaúcho Pedro Sampaio, Equipe Fábio Loko. Em terceiro está o paranaense Joelsu da Silva, Equipe Paulinho Superbikes, com 71 pontos.

Já a categoria GP Light tem 19 pilotos com chances de título, o maior número da competição. O s dois primeiros colocados na classificação geral são Henrique Castro, Equipe City Service BSB Motor Racing, e Ian Testa, Equipe Motonil Motors-PDV Brasil, ambos de Brasília, com 88 e 75 pontos, respectivamente. Seguidos pelo paulista Rodrigo de Benedictis, Equipe Motonil Motors-PDV Brasil, com 68, em terceiro lugar.

A categoria GPR 250, a de formação de pilotos, nove candidatos concorrem ao título. Entre eles, estão Meikon Kawakami, Equipe Playstation-PRT, com 103 pontos, Lucas Torres, Equipe Estrella Galícia, com 85 pontos, e Giovandro Tonini, Equipe Santin Racing, com 60 pontos.