Rafael Suzuki acerta estratégia e pontua pela quinta vez seguida

3 de novembro de 2014

238485_451208_ch3_1331A 10ª etapa da temporada 2014 da Stock Car, realizada neste domingo (2 de novembro), no circuito de Tarumã, foi completamente atípica. A antepenúltima rodada dupla do campeonato quase foi adiada em virtude das fortes chuvas em Viamão, região metropolitana de Porto Alegre, e das condições inseguras da pista, mas foi realizada cinco horas depois do previsto. Quando a prova finalmente ocorreu, acabou resultando em mais pontos para Rafael Suzuki no seu ano de estreia como piloto da principal categoria do Brasil. Pela quinta etapa consecutiva, o paulista radicado no Maranhão chegou à zona de pontuação, conseguindo tal feito graças à estratégia adotada na primeira corrida da programação.

A primeira prova começou sob intervenção do safety-car por medida de segurança. Em alguns trechos da pista, como na reta dos boxes, já era possível ver um trilho seco. Entretanto, na maioria do traçado o asfalto ainda estava bem molhado, tornando a corrida uma verdadeira loteria para todos os pilotos. Após três voltas, o safety-car recolheu para os boxes, e a corrida de fato teve início em Tarumã. Suzuki, que largou em 23º, cumpriu um início de prova bastante prudente para evitar acidentes e lutar por pontos. O início da prova foi tranquilo, sem nenhum incidente envolvendo os pilotos do grid no traçado gaúcho.

238485_451206_ch3_0640Na metade final da disputa, muitos pilotos arriscaram e colocaram pneus para pista seca. Com bom ritmo de corrida, Rafael seguia fazendo boas ultrapassagens e, aproveitando os pit-stops dos oponentes, conseguiu ganhar muitas posições. A estratégia vinha dando certo: Suzuki chegou a andar em décimo na fase final da prova, mas não resistiu à maior velocidade de pilotos que vinham com pneus para pista seca e superaram o paulista. Ainda assim, Rafael cruzou a linha de chegada em 16º, marcando pontos pela quinta etapa consecutiva na temporada. A vitória ficou com o paranaense Julio Campos.

Na segunda corrida, uma chuva mais fraca voltou a aparecer em Tarumã, mas não foi o suficiente para Suzuki se beneficiar como um todo. O piloto da ProGP chegou a andar na zona de pontuação, entre os 14 primeiros, mas ainda adotando uma estratégia agressiva, não entrou para reabastecer e acabou parando na última volta sem combustível. Ao fim de 14 voltas, Rafael completou a prova em 18º lugar. Depois de uma jornada de três corridas pelo Rio Grande do Sul, a Stock Car viaja ao Nordeste para disputar, daqui a duas semanas, a única etapa da temporada em circuito de rua, no sábado (15), em Salvador.

238485_451210_ch3_0547“Estou satisfeito por somarmos pontos chegando no meio do grid. Não foi fácil continuar com os pneus de chuva quando a pista estava mais seca, mas foi a decisão certa, já que subimos de 24º para 16º. Uma pena que o combustível acabou na segunda corrida, pois ainda brigávamos por um pontinho. Fomos competitivos durante todo o fim de semana, dentro do possível, e isso é um ânimo para as duas últimas etapas”. Disse Rafael Suzuki.

Fotos: Carsten Horst/Hyset

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização.