Vettel tem melhor desempenho entre equipes com motores Renault no GP do Brasil

10 de novembro de 2014

Vettel 2O grande empenho de Sebastian Vettel permitiu que a Red Bull Racing terminasse em quinto no GP do Brasil, garantindo o vice-campeonato dos Construtores à equipe, faltando uma etapa para o final da temporada. Seu companheiro de equipe Daniel Ricciardo também estava prestes a se classificar entre os 10 melhores, quando uma falha na suspensão na volta de número 40 acabou com sua esperança. Já a Escuderia Toro Rosso esteve próxima de acumular pontos, com Daniil Kvyat chegando em 11º, enquanto que Jean-Eric Vergne chegou em 13º. Pastor Maldonado, da Equipe Lotus de F1, ficou entre os dois pilotos da Toro Rosso e terminou em 12°.

Com uma temperatura na pista de mais de 50°, os 10 primeiros colocados fizeram um pit stop logo no início, para trocar os pneus macios que haviam utilizado nos treinos classificatórios. Uma escolha que permitiu que seus concorrentes, que haviam largado com pneus ‘duros’, galgassem posições melhores. Foi uma tarde emocionante e cheia de emoções, com diferentes estratégias sendo empregadas pelas equipes.

Tendo se classificado em sexto, Vettel acabou perdendo posições na volta de número um, ao ser dragado tanto por Kevin Magnussen quando por Fernando Alonso. Mesmo assim, o alemão conseguiu se manter nas 70 voltas restantes e, ao correr atrás da Ferrari durante sua primeira e segunda paradas, aproveitou a oportunidade para ultrapassá-la, bem como a McLaren de Magnussen na segunda rodada de pit stops. Como Valtteri Bottas fez uma parada mais demorada, ele também conseguiu passar à frente das Williams, gerenciando o desgaste dos seus pneus e os carros à frente, até cruzar a bandeira quadriculada. Seu companheiro de equipe Ricciardo não foi tão sortudo neste domingo, cuja sequência ininterrupta de 15 provas acumulando pontos foi interrompida nesta corrida, quando seu carro da Red Bull sofreu uma pane na suspensão.

Rémi Taffin, Diretor das Atividades de Pista, avaliou o desempenho dos carros que usam motores Renault.

“Foi um dia bastante atípico, com alguns pontos obtidos graças ao Seb, que ajudou a Red Bull a conquistar o segundo lugar no Campeonato de Construtores. Apesar de tudo, este nível de recuperação não foi suficiente e precisamos ser realistas sobre a nossa diferença em relação à Mercedes. Não estamos acostumados a terminar em segundo e vamos trabalhar extremamente pesado em todos os setores durante a pausa de fim de ano para recuperar terreno na próxima temporada”, avaliou.

” A performance de Vettel aqui neste domingo e em Austin na semana passada foi absolutamente fantástica. É difícil gerenciar tanto a Unidade de Potência como os pneus nestas condições, mas de maneira geral conseguimos isso e fizemos o máximo possível”, completou Taffin.

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização.