Solorza vence na GP 600

23 de novembro de 2014

f553a16829a808c2d8e95979708d48d1 (1)Em sua terceira etapa no Moto 1000 GP, neste domingo, o argentino Juan Solorza repetiu o resultado das corridas anteriores e venceu mais uma vez. Dessa vez, o piloto da equipe Solorza Competition também fez a pole e a volta mais rápida da prova em Santa Cruz do Sul (RS). O pódio com Joelsu “Mitiko” da Silva e Pedro Sampaio, em segundo e terceiro, respectivamente, modificaram a classificação do campeonato da GP 600, que tem Sampaio como novo líder.

Pedro Sampaio, da equipe Fábio Loko, pulou para 105 pontos na temporada e ultrapassou o uruguaio Maximiliano Gerardo, que não participou desta etapa e tem 102 no campeonato. Mitiko foi para 104, deixando a diferença de apenas três pontos entre os candidatos ao título.

A liderança garantida pela pole de Solorza no circuito gaúcho durou uma volta. Joelsu da Silva, segundo no grid e defendendo a Paulinho Superbikes, encostou no primeiro colocado e logo conseguiu a ultrapassagem. Mas o argentino da moto 52, que liderou todos os treinos livres do final de semana, conseguiu na terceira volta retomar a posição perdida. “Nos treinos de sexta-feira eu estava com o tempo alto, ontem consegui melhorar a moto e durante a corrida errei uma marcha e perdi contato com o Solorza, tentei imprimir meu ritmo e consegui segurar até o final essa segunda posição”, conta Mitiko.

10d845756a375abce6c5d6d8c9ca9687 (1)O terceiro colocado na largada e vice-líder do campeonato, Pedro Sampaio, não resistiu ao ataque do argentino Sebastian Martinez, da MGBikes Yamaha Racing, e perdeu a posição no início, mas também retomou o seu lugar na quinta volta. Os dois foram protagonistas do duelo mais acirrado da prova. Em busca de pontos para diminuir a diferença em relação ao líder, o brasileiro defendeu o posto e não deixou o argentino pular na frente. Martinez terminou na quarta colocação.

“O fim de semana foi muito bom. Cheguei perto do Mitiko, mas estou feliz com o resultado. Os três primeiros estavam muito rápidos. Vamos com tudo disputar o título na última etapa. Pela proximidade dos três candidatos ao título não conseguimos prever o que vai acontecer em Cascavel, vai ser muito difícil”, avalia Pedro Sampaio.

77a6a2b6b66438d8c2e8510b65a194e2 (1)Sem tráfego, Solorza teve tranquilidade para guiar sua Yamaha R6 e começou a abrir vantagem na liderança. O argentino cruzou a linha de chegada da sua terceira vitória no Moto 1000 GP mais de 3 segundos à frente de Joelsu. “A corrida começou muito difícil por causa do calor, mas eu consegui entrar no ritmo e fazer uma boa prova. Gosto muito desse campeonato, vou participar da última etapa em Cascavel e com certeza estaremos aqui no próximo ano”, diz Solorza. O quinto lugar do pódio foi completado por André Verissimo, companheiro de equipe de Sebastian Martinez.

As motocicletas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade utilizam a gasolina Petrobras Podium e o óleo lubrificante Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, fornecedora de pneus a todas as equipes inscritas. A Auto Service Logística é a transportadora oficial do evento, que conta também com o apoio de Suzuki, Beta Ferramentas, Servitec, LeoVince, Shoei e Tutto Moto.

MOTO 1000 GP – GP Petrobras/GP 600
1º) Juan Solorza (ARG/Yamaha), Solorza Competition, com 20min38s788
2º) Joelsu “Mitiko” da Silva (PR/Kawasaki), Paulinho Superbikes, a 3s108
3º) Pedro Sampaio (RS/Kawasaki), Fábio Loko, a 3s206
4º) Sebastian Martinez (ARG/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 5s596
5º) André Veríssimo (SP/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, a 41s790
6º) Lucas Bittencourt (PR/Kawasaki), Motul/DK Industries Motorsport, a 42s607
7º) Sérgio Laurentys (SP/Kawasaki), M2B Racing, a 57s443
8º) Alex Pires (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, a 1min06s787
9º) Marcelo Dias (BA/Honda), Aclat Racing, a 1min09s438
10º) Antônio Télvio (RJ/Kawasaki), Team De Grandi, a 1 volta
11º) Walteny Amaral (RJ/Kawasaki), Team De Grandi, a 1 volta
12º) Charles Heidmann (SC/Honda), Procomps Racing Team, a 1 volta
13º) Sérgio Martins Corrêa (RS/Honda), Fábio Loko, a 2 voltas
NÃO COMPLETARAM
Osmar Cefrin (RS/Kawasaki), ), Procomps Racing Team
Sérgio Dias (PE/Kawasaki), JC Racing Team
Matheus Oliveira (SP/Kawasaki), Procomps Racing Team
Sebastian Salom (ARG/Yamaha), Rad Racing Team
Melhor Volta: Solorza, na 3ª, 1min27s282, média de 145,626 km/h

CLASSIFICAÇÃO
Após sete das oito etapas, a classificação do Moto 1000 GP na GP 600 é a seguinte: 1º) Sampaio, 105; 2º) Silva, 104; 3º) Gerardo, 102; 4º) Veríssimo e Solorza, 79; 6º) Martinez, 66; 7º) Laurentys, 55; 8º) Pires, 52; 9º) Oliveira, 40; 10º) Bittencourt, 38; 11º) M. Dias, 37; 12º) Santin, 35; 13º) Telvio, 32; 14º) Costa, 26; 15º) Figueiredo, 20; 16º) Amaral, 14; 17º) Kamba 11; 18º) Fonseca, 10; 19º) Érnica, 7; 20º) M. Fortunato, Fox e Dalmass, 6; 23º) Heidmann, 4; 24º) Correa e J. Fortunato, 3.

Fotos: Equipe Sanderson/Grelak Comunicação

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização.