Rubens Barrichello fatura título na Stock Car

30 de novembro de 2014

Rubens Barrichello 2Por Robério Lessa – O domingo (30) ficará marcado na memória de um dos mais experientes pilotos do automobilismo mundial. Após 19 temporadas na Fórmula Um, Rubens Barrichello decidiu entrar para a Stock Car, iniciando sua primeira competição oficial em carros de turismo em 2013, após ter  disputado duas provas em 2012.

Sua primeira vitória aconteceu neste ano, justamente na prova de maior significado para a categoria, a Corrida do Milhão Além de vencer a principal prova do ano, a Corrida do Milhão, o piloto da Medley Full Time chegou em  terceiro na corrida deste domingo, última etapa da temporada de 2014 da Stock Car,  e somou pontos suficientes para voltar a comemorar um título de campeão, fato que não ocorria na carreira de Barrichello havia 23 anos, desde que vencera na Fórmula Três da Inglaterra no distante ano de 1991, quando despontava para o automobilismo mundial.

Rubens BarrichelloBarrichello levou um susto no início da corrida disputada no autódromo Internacional de Curitiba, quando mostrou grande perícia ao controlar o carro 111 que escapou na curva após passar por cima de óleo na pista. Determinado, esteve sempre entre os quatro colocados, e durante toda a prova mostrou  que tinha total controle da situação, fato comprovado quando do momento em que Cacá Bueno tentou se aproximar, há poucas voltas do final, e  soube dar a resposta acelerando mais seu Stock e cruzando a linha de chega em meio a grande emoção.

Nos boxes a esposa e filhos do piloto derramavam lágrimas em meio aos abraços dos demais integrantes da Full Time, que também comemorou o título de campeã entre as equipes da Stock Car.

Rubens Barrichello“Eu só tenho que agradecer por todo ano, por todo apoio da equipe, da família e por todos vocês que estiveram comigo nessa conquista. A gente começou o ano bem difícil, quando o carro não estava como queríamos, mas todo o empenho da Medley Full Time, e do Mau Mau (Maurício Ferreira), conseguimos dar a virada assim que fizemos a pole e vencemos a Corrida do Milhão. Naquele momento, nós comprovamos que tínhamos condições de brigar pelo campeonato. E hoje, foi o retrato dessa somatória, que poderíamos administrar  as posições. No entanto, aconteceu uma coisa incrível, que não tinha acontecido o ano inteiro, quando peguei óleo e acabei saindo da pista. Graças a Deus consegui controlar e voltei a pista em quarto lugar. Como fiquei mais na pista, antes da parada nos boxes, consegui descontar porque meu pit-stop certamente foi o nosso melhor do ano, e voltei a frente do (Allam) Khodair. Eu tinha push-to-pass para controlar tanto uma situação de defesa, como de ataque, e ter o Átila (Abreu) pertinho foi um conforto para concluirmos como tinha que ser”, comentou o campeão da Stock car em 2014.

Rubens Barrichello 2A prova foi vencida por  Daniel Serra, com Átila Abreu em segundo. Átila também ficou com o vice-campeonato da Stock car, e, abraçando Barrichello ao final da corrida, mostrou grande espírito esportivo e merecedor do posto que terminou ao ano, atrás apenas do campeã. O piloto do carro 51 foi um grande adversário para o campeão, valorizando sobremaneira o título de 2014, decido por uma diferença de 11,5 pontos em favor de Rubens.

Confira a classificação final do campeonato de pilotos da Stock Car:

1. Rubens Barrichello (Medley Full Time) – 234 pontos
2. Átila Abreu (Mobil Super Racing) – 223,5
3. Cacá Bueno (Red Bull Racing) – 191
4. Allam Khodair (Full Time Competições) – 185
5. Daniel Serra (Red Bull Racing) – 182
6. Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) – 174,5
7. Sergio Jimenez (Voxx Racing Team) – 174
8. Julio Campos (Prati Mico’s Racing) – 167,5
9. Antonio Pizzonia (Prati Mico’s Racing) – 158,5
10. Ricardo Maurício (Eurofarma RC) – 144,5

Confira o resultado final da etapa:

1. Daniel Serra (Red Bull Racing) –  29 voltas em 41min28s103
2. Átila Abreu (Mobil Super Racing) – a 0.482
3. Rubens Barrichello (Medley Full Time) – a 1.782
4. Cacá Bueno (Red Bull Racing) – a 4.344
5. Allam Khodair (Full Time Competições) – a 8.045
6. Nonô Figueiredo (Mobil Super Racing) – a 20.903
7. Felipe Lapenna (Hot Car Competições) – a 20.961
8. Rafael Suzuki (ProGP) – a 28.465
9. Fabio Fogaça (Schin Racing Team) – a 32.258
10. Tuka Rocha (RZ Motorsport) – a 32.808
11. Popó Bueno (Shell Racing) – a 33.068
12. Diego Nunes (C2 Team) – a 33.095
13. Sergio Jimenez (Voxx Racing Team) – a 40.052
14. Ricardo Mauricio (Eurofarma RC) – a 40.991
15 Galid Osman (Ipiranga-RCM) – a 44.255
16 Felipe Tozzo (Boettger Competições) – a 47.846
17 Alceu Feldmann (Hanier Racing) 1 Lp.
18 Luciano Burti (Vogel Motorsport) 1 Lp.
19 Valdeno Brito (Shell Racing) 1 Lp.
20 Denis Navarro (Voxx Racing Team) 1 Lp.
21 Max Wilson (Eurofarma RC) 1 Lp.
22 Beto Cavaleiro (Hanier Racing) 1 Lp.
23 Antonio Pizzonia (Prati-Mico’s Racing) 6 Lp.
24 Julio Campos (Prati-Mico’s Racing) 8 Lp.
25 Bia Figueiredo (ProGP) 14 Lp.
26 Gabriel Casagrande (C2 Team) 17 Lp.
27 Lucas Foresti (RC3 Bassani) 25 Lp.
28 Thiago Camilo (Ipiranga-RCM) 28 Lp.
29 Ricardo Zonta (RZ Motorsport) 28 Lp.
30 Marcos Gomes (Schin Racing Team) 28 Lp.
31 Felipe Fraga (Vogel Motorsport) –
32 Raphael Matos (Hot Car Competições) –
33 Vitor Genz (Boettger Competições) –

Confira como ficou a classificação final do Campeonato de equipes:

1. Full Time Competições – 419
2. Red Bull Racing – 373
3. Prati Mico’s Racing – 326
4. Mobil Super Racing – 297
5. Eurofarma RC – 288,5
6. Ipiranga-RCM – 276
7. Voxx Racing Team – 236
8. Hot Car Competições – 201
9. Shell Racing – 201
10. Vogel Motorsport – 195
11. RZ Motorsport – 174
12. Schin Racing Team – 157
13. C2 Team – 152
14. Boettger Competições – 66
15. Pro GP – 62,5
16. RC3 Bassani – 42,5
17. Hanier Racing – 38​

Texto: Robério Lessa – Com informação da My Team.

Fotos: Miguel Costa Jr/Medley – Divulgação.

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização