Bruno Baptista disputa Capacete de Ouro

5 de dezembro de 2014

241626_462036_c68ed123_brunobaptista_pole_pressPoucos pilotos brasileiros surpreenderam tanto em sua estréia no automobilismo quanto o paulista Bruno Baptista (Pr1me Sport Energy Gel). Depois de apenas dois anos no kartismo, o jovem de 17 anos de idade começou a correr de carros em 2014 e está cada vez mais próximo do título de campeão sul-americano de Fórmula 4. De quebra, ele já é um dos três indicados ao Capacete de Ouro, considerado o “Oscar” do automobilismo brasileiro, promovido pela revista especializada Racing, que apontará os vencedores no dia 17 de dezembro.

“Estou super feliz e orgulhoso. Depois de uma breve experiência no kartismo, este ano estreei na Fórmula 4 Sudam e a minha dedicação está sendo recompensada. Sei que as minhas vitórias, poles e melhores voltas são o resultado de meu esforço, pois a categoria não permite mexer no carro, que é igual para todos. Mas esta indicação ao Capacete de Ouro é um reconhecimento de quem realmente tem experiência e entende do assunto”, comentou Bruno, que lidera o certame continental com 61 pontos de vantagem sobre Felipe Ortiz, e pode conquistar o título no próximo dia 14 de dezembro, em Concórdia, na Argentina.

241626_462037_9195_brunobaptista_f4_pressBruno Baptista começou a correr de kart em 2012, aos 15 anos de idade, e foi Campeão do Grande Prêmio Nacional RBC de Kart, 3º colocado no Campeonato Paulista de Kart e 6º colocado na Copa São Paulo Light de Kart. “Comecei a correr de kart já “velho” para os padrões da atualidade. Meus pais consideram que é mais importante eu me dedicar aos estudos e concordo com eles, tanto que este ano eu terminei o colegial”, disse Bruno.

No ano passado o piloto foi Bicampeão do Grande Prêmio Nacional RBC de Kart, Vice-Campeão da Copa São Paulo Light de Kart, 3º colocado no Campeonato Brasileiro de Kart e 4º colocado no Campeonato Paulista de Kart. Nesta temporada, em sua primeira corrida de carros largou da primeira fila, liderou a prova e já subiu no pódio em segundo lugar. Daí pra frente foi só sucesso. Em quinze corridas acumula 3 vitórias, 4 voltas mais rápidas (recorde), 9 segundos, 1 terceiro, 1 sexto, e 2 pole position.

“Quero ir para a solenidade do Capacete de Ouro com o troféu de Campeão Sul-americano de Fórmula 4. Sei que estou concorrendo com dois pilotos muito bons e com maior experiência do que eu no esporte, mas se os jornalistas acharem que eu mereço o Capacete de Ouro, minha festa no palco vai ser completa e irei honrar esta confiança. Estou super feliz com tudo o que está acontecendo, graças ao apoio também dos meus patrocinadores desde que comecei no kart”, comemora o piloto.

Fotos: Damian Barischpolski/F4 Sudam

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização.