Sebastien Buemi vence terceira etapa da Fórmula E

13 de dezembro de 2014

Sebastien BuemiPor Robério Lessa – A terceira etapa da Fórmula E, disputada na tarde deste sábado (13), nas ruas de Punta del Este, no Uruguai, começou com uma surpresa na pole position. O piloto francês Jean-Éric Vergne, que perdera seu lugar na escuderia Toro Rosso da Fórmula Um, fora convidado a participar da corrida (e-Prix) e mostrou o todo seu talento e o quanto pode ser competitivo na etapa uruguaia.

Largando ao seu lado, o brasileiro Nelsinho Piquet, que na etapa da Malásia, acabou sendo espremido no muro pelo italiano Jarno Trulli quando lutava pela segunda posição. Os outros dois brasileiros largaram em sexto (Lucas di Grassi) e último (Bruno Senna).

FIA Formula E -  RaceBeijing E-Prix, ChinaSaturday 13 September 2014.Photo: Sam Bloxham/LAT/ Formula Eref: Digital Image _SBL6050Na largada, Nelsinho assumiu a ponta enquanto Vergne caiu para segundo, seguido por Sebastien Buemi, em terceiro. Lucas di Grassi tentava subir de posições depois de cair para sétimo.

Na quarta volta, Sam Bird bateu no muro ao errar a tomada em uma gincane e ter seu carro projetado de frente contra o muro e encerrar prematuramente sua participação no traçado à beira-mar, o que trouxe um componente a mais para os pilotos se preocuparem, a areia na pista.

O choque de Bird motivou a entrada do Safety Car até que este fosse retirado da pista. Após três voltas, Nelsinho manteve a ponta quando autorizada a relargada, e era mais pressionado ainda por Vergne, que tentou por várias vezes superar o brasileiro, promovendo um dos melhores momentos da prova.

Na nona volta novamente o Safety Car foi acionado para retirada do carro do piloto Antonio Félix da Costa, que fazia sua segunda corrida na categoria.

VergneNova relargada, mais uma vez, Piquet tratou de manter a ponta carregando com ele o francês que também era pressionado por Sebastian Buemi, em terceiro. As disputas também eram uma constante nas outras posições e a corrida ganhava em emoção a cada passagem dos bólidos elétricos pela linha de chegada.

Os esforços de Vergne surtiram efeito na 13ª volta quando conseguiu o brasileiro que passava a ser perseguido pelo suíço.

Na volta 16 o primeiro a trocar de carro (na Fórmula E os pilotos são obrigados a trocar de carro devido à autonomia da bateria e permanecer, pelo menos por um minuto nos boxes, obrigatoriamente).

O francês Stetpphane Sarrazin foi tocado na volta 17 pelo piloto Hattew Brabham e acabou se chocando contra o muro, provocando a terceira entrada do Safety Car.

Com a troca de carros, o alemão Nick Heidfeld assumiu a liderança, mas recebeu uma punição e teve de pagar um drive trough (passagem pelos boxes) por ter usado mais energia do que os 150kw que é permitido aos competidores.Sebastien Buemi

Sem Heidfeld, o primeiro lugar ficou com Sebastien Buemi, com Vergne em segundo; Nelsinho, em terceiro; Nicolas Prost, em quarto; Lucas di Grassi, em quinto; Jarno Trulli, e Jarno Trulli completando os seis primeiros.

Foi Brabham também quem motivou a quarta entrada do Safety Car na corrida quando faltavam quatro voltas para o final, o que trouxe maior expectativa para o desenrolar do e-Prix.

Fórmula EDepois que os pilotos foram autorizados a acelerar, faltavam duas voltas para a bandeirada e Buemi  manteve a ponta conquistando sua primeira corrida na Fórmula E, com Nelsinho Piquet, em segundo, e Lucas di Grassi, em terceiro, e confirmando sua liderança na competição com 58 pontos, seguido por Buemi e Sam Bird, ambos com 40 pontos na classificação-geral.

Quem também fez uma boa prova foi o brasileiro Bruno Senna. Depois de largar em último, o piloto chegou em sexto.

A próxima etapa acontece dia 10 de janeiro, em Buenos Aires, na Argentina.

Confira a classificação-geral do campeonato:
01 – Lucas di Grassi – 58 pontos
02 – Sebastien Buemi – 40 pontos
02 – Sam Bird – 40  pontos
04 – Nelsinho Piquet – 22  pontos
05 – Jerome D’Ambrosio – 22 pontos
06 – Nicolas Prost – 21 pontos
07 – Franck Montagny – 18 pontos
08 – Karun Chandhok – 18 pontos
09 – Oriol Servia – 17 pontos
10 – Jaime Alguersuari – 14 pontos
11 – Jarno Trulli – 12 pontos
12 – Charles Pic – 12 pontos
13 – Bruno Senna – 8 pontos
14 – Antonio Felix da Costa – 4 pontos
15 – Daniel Abt – 4 pontos
16 – Jean-Eric Vergne – 3 pontos
17 – Stephane Sarrazin – 2 pontos
18 – Takuma Sato – 2 pontos
19 – Nick Heidfeld – 1 ponto

Texto: Robério Lessa

Fotos: Fórmula E/Divulgação