Ducati Hypermotard e Hyperstrada chegam em janeiro às concessionárias

6 de janeiro de 2015

mini_moto01A Ducati conclui o plano de expansão de sua linha de produção no País com o anúncio da nacionalização dos modelos Hypermotard e Hyperstrada. Os modelos são reconhecidos mundialmente por suas capacidades de agregar o que há de melhor de uma moto e todo seu dinamismo com altos níveis de segurança e tecnologia.

A partir de agora, a Hypermotard e a Hyperstrada se unem a Monster 796, Diavel, Multistrada 1200 e 1199 Panigale, e também passam a ser montadas na fábrica de Manaus. A ação amplia ainda mais a capacidade produtiva da empresa no Brasil, que conta agora com seis modelos montados no País.

A nacionalização da Hypermotard favorece o consumidor. O preço se torna mais atraente pela montagem nacional, lembrando que o motor continua sendo genuinamente italiano. Os modelos Hypermotard, ofertada por R$ 44.900,00 e Hyperstrada, disponível por R$ 49.900,00, contam ainda com a taxa zero para compras com entrada de 50% e parcelamento em 24 vezes sem juros.

Os modelos são dinâmicos, divertidos e de alta performance no asfalto, aventura de média distância ou na pista. Contam com o motor Testastretta 11° (821 cc e 110 cv) e quadro Trellis. Toda a potência e desempenho estão combinados com o Ducati Safety Pack, que inclui o ABS de última geração com dois níveis, Controle de Tração Ducati de oito níveis e modos de pilotagem integrados. Com o objetivo de deixar os modelos mais acessíveis para motociclistas de qualquer nível, foi instalado um sistema para alterar o mapeamento do motor. Desta forma, para a Hypermotard e Hyperstrada existem três ajustes – Sport, Touring e Urban. No primeiro, os 110 cv de potência estão disponíveis sem muita interferência do pacote de segurança. No segundo, com o mesmo patamar, os controles se fazem mais presentes. No último há um bloqueio na potência e apenas 75 cv são liberados e controle máximo dos componentes de segurança.