Rally Dakar chega à metade com 127 veículos fora da competição

10 de janeiro de 2015

20150108AU1021O Rally Dakar 2015 chegou neste sábado (10) à metade na cidade de Iquique, no Chile, com o abandono de 127 veículos (carros, motos, quadriciclos e caminhões), dos 406 que iniciaram a 37ª edição da competição no dia 4 de janeiro, em Buenos Aires (ARG). A terceira etapa, entre San Juan e Chilecito, na Argentina, foi a que mais castigou os competidores e teve o maior número de abandonos: 43 veículos deixaram a prova.

Os cinco brasileiros que disputam o Dakar continuam firme tentando desbravar os mais de nove mil quilômetros de prova pela América do Sul: Jean Azevedo, da equipe Honda South America Rally Team, nas motos, em 28º; a dupla Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, no carro da equipe Mitsubishi Petrobras, em 16º; e os estreantes André Suguita, com um quadriciclo Can-Am, em 17º, e o navegador Eduardo Sachs, com o português Ricardo Leal, em um Nissan, em 28º.

20150108AU1021Após seis etapas e mais de 3.500 quilômetros percorridos pela Argentina e Chile, os competidores ganharam hoje um dia de descanso no acampamento de Iquique (CHI). Eles retornam ao “batente” no domingo (11) com a abertura da primeira maratona. O trajeto com destino a cidade de Uyuni, na Bolívia, terá um trecho cronometrado de 784 quilômetros, o maior deste Dakar.

Nas motos, a liderança continua com o espanhol Joan Barreda, da Team HRC, equipe de fábrica da Honda. Ele possui uma vantagem de 12min17s para o vice-líder e tetracampeão Marc Coma (ESP), da KTM. Já nos quadris, o polonês Rafal Sonik está tranquilo em primeiro, 16min08s de diferença sobre o chileno e atual campeão Ignacio Casale.20150108AU1021

Com 8min14s de vantagem na classificação geral sobre o vice-líder Giniel de Villiers, da Toyota, o carro Mini comandado por Nasser Al-Attiyah, do Catar, controla a prova após sete dias. A oitava especial da categoria fará parte da conclusão da etapa maratona, o que pode trazer novas emoções no acumulado

O Kamaz de Eduard Nikolaev perdeu neste sábado a dianteira dos caminhões, porém o forte time russo segue dominando a categoria, agora com os quatro primeiros lugares. Destaque para Airat Mardeev, primeiro colocado com 22min13s de distância sobre Andrey Karginov, em segundo, e 44min06s sobre Dmitry Sotnikov, em terceiro. Nikolaev é o quarto. Neste domingo, eles seguem no Chile e terão 273 km de trechos cronometrados pela frente, terminando assim a maratona.

Texto: Vipcom/Divulgação.
Foto: Eric Vargioli -Frederic Le Floch-DPPI/Divulgação.

2007-2014 – carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização