Chevrolet apresenta a nova geração do Volt nos EUA

12 de janeiro de 2015

mini_Volt00A GM exibe no Salão do Automóvel de Detroit a nova geração do Volt, veículo elétrico de autonomia estendida da Chevrolet. O modelo 2016 caracteriza-se pelo novo design, mais elegante e esportivo, e pelo novo conjunto propulsor mais eficiente e com maior desempenho e autonomia.

Com isso, passa a ser capaz de percorrer mais de 80 quilômetros em modo exclusivamente elétrico –distância superior a percorrida no dia a dia pela grande maioria dos motoristas. Ou seja, os consumidores que aproveitarem o período em que o carro está estacionado para efetuar as recargas na tomada quase não precisarão levar o carro ao posto de gasolina.

mini_volt01Desde a primeira geração, o Volt pode ser abastecido também com o combustível fóssil. No modo combinado, a autonomia do novo modelo pode superar 640 quilômetros.

Apesar desses diferenciais tecnológicos, o Volt oferece a mesma conveniência de uso de um carro comum, garante Alan Batey, presidente da GM América do Norte. “Sem dúvida é o melhor veículo plug-in do mundo. Isso porque utiliza nossos mais modernos conceitos construtivos e porque foi aprimorado com base em informações colhidas junto a consumidores com as mais diferentes necessidades”.

mini_volt02As mudanças estéticas promovidas na carroceria do Volt também serviram para aprimorar sua eficiência aerodinâmica. O interior também foi revisto. Visando oferecer mais comodidade, criou-se um assento extra no banco traseiro para receber o quinto ocupante.

Já o painel redesenhado está mais intuitivo para facilitar a consulta dos dados pelo motorista, principalmente os referentes à disponibilidade de energia das baterias que movimentam o veículo no modo elétrico.

A previsão é que a versão 2016 do Chevrolet chegue às concessionárias americanas a partir do segundo semestre deste ano.

mini_volt03Confira as Principais novidades do modelo:

Novo conjunto propulsor, 5% mais eficiente e 45 kg mais leve que o de primeira geração; a unidade movida a gasolina passa a ser de 1.5 litro
Disponibilidade de 20% extra de força nas acelerações de 0 a 50 km/h
Maior capacidade de carga das baterias, que se tornaram mais compactas e quase 10 kg mais leves
Nova função permite ao motorista configurar o sistema de energia regenerativa por meio de teclas atrás do volante
Estrutura de carroceria e sistema de isolamento acústico reforçados, além de capacidade de frenagem melhorada
Banco traseiro foi reestruturado, abrindo espaço para um quinto ocupante e oferecendo opção de assentos aquecidos
Recarga programável para ser iniciada em horários específicos, como quando a energia elétrica é mais barata, aplicável nos EUA
Cabo de carregamento mais extenso, prático e robusto
Conector de carga iluminado

mini_volt04Usando como base as experiências reais dos proprietários de Volt, a Chevrolet desenvolveu um sistema de recarga elétrica ainda mais eficiente para a segunda geração do modelo.

A primeira conveniência é o modo “Home” (casa, em inglês). Toda vez que o GPS do veículo identifica que ele está na residência do proprietário em situação de recarga em uma tomada, o sistema passa a operar conforme uma configuração pré-estabelecida, explica Andrew Farah, chefe de engenharia para o Volt.

Isso irá permitir a recarga ocorra, por exemplo, apenas fora dos horários de pico, quando a energia sai mais barata nos EUA, ou em maior ou menor amperagem.

Novos indicadores também permitem ao motorista saber se a recarga está ocorrendo de forma correta e em que nível. Um alarme atenta ainda sobre o esquecimento da tampa do conector aberta, que passa a ter iluminação interna (opcional) para facilitar o encaixe do cabo de energia em locais de baixa luminosidade.

O cabo, aliás, também foi revisto. Está mais longo (quase 8 metros) e passou a ter um novo local para armazenamento no porta-malas, de mais fácil acesso.

Fotos: Divulgação