Batida em barreira de pneus atrapalha planos de Sam Bird em Long Beach

2 de abril de 2016

Sam BirdSexto lugar para Sam Bird, 13° para Jean-Eric Vergne. Para a DS Virgin Racing, o ePrix de Long Beach, disputado neste sábado (02) foi uma corrida dramática, em que as expectativas concretas de vitória acabaram se revertendo de maneira inesperada. Mesmo assim, os pontos marcados na corrida mantiveram Bird em terceiro lugar no campeonato de pilotos. Entre as equipes, a DS Virgin Racing é a quarta colocada.

Largando na pole position, Bird manteve sua vantagem sobre o segundo colocado Lucas Di Grassi na primeira parte da corrida. Di Grassi conseguiu a ultrapassagem na volta 12, mas Bird permaneceu no ataque até a parada obrigatória para troca de carros. A batalha entre os dois continuou, mas na volta 23 Bird cometeu um pequeno erro, travou os freios e bateu de leve em uma barreira de pneus. Ele voltou à corrida com danos de pouca monta no carro, mas perdeu cinco posições e a chance de vitória. “É duro saber que eu poderia ter marcado 21 pontos em vez de 11. Eu estava muito confortável em segundo lugar e confiante de que poderia ter pressionado Lucas na luta pela vitória. Mas os treinos classificatórios provaram que somos rápidos e é isso que eu estou focando”, afirmou Bird.

 No final da prova, Bird pressionou Bruno Senna e fez de tudo para ultrapassar o brasileiro, que conseguiu sustentar a posição até a bandeirada. “Obviamente, estou muito decepcionado por ter cometido um erro de pilotagem. Peço desculpas à equipe. É difícil saber que o resultado final deveria ter sido muito melhor hoje, mas as capacidades de engenharia dessa equipe são extremamente fortes e o treino classificatório provou isso”, disse ele. “Largando da pole position, a expectativa era de um pódio, no mínimo. E eu teria conseguido se não fosse o erro. Mas estou satisfeito por ter marcado alguns pontos para a equipe.” O inglês fez o segundo tempo na definição do grid, mas herdou a pole devido à punição dada a António Félix da Costa – sua equipe, a Aguri, infringiu uma regra de pneus e o português foi obrigado a largar em último.

Jean-Eric VergneJean-Eric Vergne, companheiro de Bird na DS Virgin Racing, terminou em 13° após uma boa disputa com António Félix da Costa. E espera ter melhor resultado na prova que será realizada em Paris: “Ainda há metade da temporada pela frente e vou trabalhar duro para entender melhor o carro”, disse Vergne. “A corrida de hoje foi difícil e acredito que é hora de focar nas provas europeias.”

Alex Tai, chefe da equipe, permanece confiante. “Essas coisas acontecem. Os pilotos da DS Virgin Racing trabalharam duro para tentar um bom resultado e foi uma pena o erro de Sam. O que precisamos focar é que nossos pilotos foram muito bem durante a qualificação, provando mais uma vez que somos uma equipe competitiva. Sam ainda é o terceiro no campeonato e estamos em quarto entre as equipes “, ressalta Tai.

Em meio à decepção de um pódio perdido, o chefe da DS Performance, Xavier Mestelan Pinon, comentou: “Jean-Eric danificou a suspensão durante a corrida e isso tornou o carro deficiente. Temos trabalhado duro para melhorar o DSV-01 e vamos continuar a fazê-lo, especialmente com a prova de Paris no horizonte”.

A Fórmula E volta à Europa para o restante da temporada. A próxima prova acontecerá em Paris, na casa da DS, no dia 23 de abril.

Confira o resultado final da etapa:

1 – Lucas Di Grassi (Abt Schaeffler FE01) – Abt Audi – 41 voltas
2 – Stephane Sarrazin (Venturi VM200 FE01) – Venturi – 0″787
3 – Daniel Abt (Abt Schaeffler FE01) – Abt Audi – 1″685
4 – Nick Heidfeld (Mahindra M2Electro) – Mahindra – 2″343
5 – Bruno Senna (Mahindra M2Electro) – Mahindra – 4″968
6 – Sam Bird (Virgin DSV-01) – DS Virgin – 5″229
7 – Jerome D’Ambrosio (Venturi VM200 FE01) – Dragon – 6″735
8 – Loic Duval (Venturi VM200 FE01) – Dragon – 8″057
9 – Simona De Silvestro (Spark SRT_01E) – Andretti – 10″505
10 – Mike Conway (Venturi VM200 FE01) – Venturi – 10″900
11 – Nicolas Prost (Renault ZE15) – Renault e.dams – 11″205
12 – Oliver Turvey (Nextev TCR 001) – NextEV TCR – 17″417
13 – Jean-Eric Vergne (Virgin DSV-01) – DS Virgin – 1 volta
14 – Salvador Duran (Spark SRT_01E) – Aguri – 1 volta
15 – Robin Frijns (Spark SRT_01E) – Andretti – 1 volta

Não completaram a prova:
Sebastien Buemi
Antonio Felix da Costa
Nelson Piquet Jr

Confira os 10 mais bem classificados na disputa dos pilotos pelo título da segunda temporada da Fórmula E.

01 – Lucas di Grassi – 101 pontos
02 – Sébastien Buemi – 100 pontos
03 – Sam Bird – 71 pontos
04 – Jérôme D’Ambrosio – 64 pontos
05 – Stéphane Sarrazim – 48 pontos
06 – Loic Durval – 48 pontos
07 – Nick Heidfeld – 39 pontos
08 – Nicolas Prost – 38 pontos
09 – Robin Frijns – 31 pontos
10 – Daniel Abt – 31 pontos

Confira a classificação na disputa por equipes:

01 Renault E-Dams – 138 pontos
02 ABT Schaeffler – 132 pontos
03 Drafon Racing – 112 pontos
04 DS Virging Racing – 77 pontos
05 Mahindra Racing – 61 pontos
06 Venturi – 49 pontos
07 Andretti – 33 pontos
08 Team Aguri – 20 pontos
09 Nextev TCR – 14 pontos

Texto e Foto: Virgin Racing/Divulgação.

2007 – 2016 carrosecorridas.com.br – Todos os direitos reservados – Proibida a reprodução sem autorização

 

Tags: