Porsche lança o Novo Panamera

29 de junho de 2016

Novo Panamera_2O novo Porsche Panamera reúne mais do que nunca anteriormente duas características contrastantes: o desempenho de um genuíno modelo esportivo e o conforto de um sedã de luxo. Ele é um Gran Turismo, repensado e realinhado. A segunda geração do Panamera avança para se tornar um ícone de performance na categoria luxo. Nessa transformação, a Porsche incrementou de forma sistemática o conceito do Panamera, apresentando um modelo de quatro portas redesenvolvido e reprojetado até o último detalhe. Os motores e transmissões foram reprojetados, o chassi, aperfeiçoado e o conceito de display e controles reinterpretado visando o futuro. O novo Panamera também amplia a fronteira entre o mundo dos carros esportivos mais ambiciosos e o mundo dos confortáveis carros de passeio com destaques como o eixo traseiro direcional, a compensação ativa de rolagem e a suspensão a ar com três câmaras.

Visualmente, o incomparável conceito deste grande Porsche se reflete no novo e expressivo design: indiscutivelmente um Panamera, indiscutivelmente um carro esportivo, com proporções alongadas e dinâmicas, ombros pronunciados, laterais atléticas e uma linha de teto extremamente rápida que é 20 mm mais baixa na traseira. Esta típica “flyline” da Porsche cria uma ligação estilística com o ícone de design da marca, o Porsche 911.

Novo Panamera_4O interior típico da Porsche foi reinterpretado para o futuro no novo Panamera. Painéis com superfícies negras e displays interativos combinam uma interface limpa e intuitiva semelhante à dos smartfones e tablets com os requisitos práticos para controlar o veículo. Os clássicos comandos por interruptores e instrumentos convencionais foram significativamente reduzidos. Eles foram substituídos por painéis sensíveis ao toque e mostradores individualmente configuráveis que assumem o centro de atenções no novo Porsche Advanced Cockpit – com grandes benefícios para o motorista, assim como para os passageiros da frente e de trás. Apesar de uma gama consideravelmente ampliada de sistemas de comunicação, conveniência e assistência, as diferentes funções podem agora ser usadas e operadas de forma mais clara e intuitiva. O Porsche Advanced Cockpit transforma o mundo analógico na atualidade digital da mobilidade, deixando ao mesmo tempo espaço para a emoção. O conta-giros, posicionado ao centro do conjunto de instrumentos, é um tributo ao Porsche 356 A de 1955.

Todos os Porsches sempre impressionaram por mais do que apenas potência. Sua eficiência é igualmente importante. Para elevar esta fórmula a um novo nível, os motores da segunda geração do Panamera foram reprojetados. Todos eles ficaram mais potentes, ao mesmo tempo que melhorando significativamente a economia de combustível e reduzindo emissões. Três novos motores biturbo com injeção direta estão sendo apresentados no lançamento ao mercado, no Panamera Turbo e Panamera 4S. Todos eles podem ser equipados com um sistema de tração integral permanente e uma nova transmissão Porsche de oito velocidades com dupla embreagem (PDK). Um motor V8 a gasolina com 550 cv (404 kW) impulsiona o Panamera Turbo e um V6 a gasolina com 440 cv (324 kW) movimenta o Panamera 4S.

Novo Panamera_1O Panamera Turbo tem o motor a gasolina mais potente da série de modelos. Seu V8 biturbo de 4,0 litros desenvolve 550 cv (404 kW) a 5.750 rpm e um torque máximo de 770 Nm (entre 1.960 e 4.500 rpm). Ele oferece 30 cv a mais do que o modelo anterior e seu torque máximo foi aumentado em 70 Nm. O motor de oito cilindros acelera o Panamera Turbo até 100 km/h em 3,8 segundos. Com o pacote Sport Chrono, o tempo de aceleração é de apenas 3,6 segundos.

O Porsche pode atingir uma velocidade máxima de 306 km/h. Esses são números impressionantes, que mostram apenas com que facilidade o motor pode impulsionar o Panamera com sua relação peso-potência de apenas 3,6 kg/cv. Esses extraordinários dados de performance contrastam com os baixos índices de consumo combinado (cidade-estrada) que, com 9,4 – 9,3 l/100 km, são até 1,1 l/100 km menores que os do modelo anterior (aferição pelo Novo Ciclo de Condução Europeu – NEDC). Esses números equivalem a emissões de CO2 de 214 – 212 g/km.

A Porsche utiliza turbocompressores com turbina de rotor duplo (twin-scroll) para enviar ar comprimido para as câmaras de combustão do motor V8. Os dois compressores contra rotatórios geram altos valores de torque máximo em rotações muito baixas. O Panamera Turbo também é o primeiro Porsche equipado com o novo con-trole adaptativo de cilindros. Em operação sob carga parcial, o sistema transforma temporariamente o motor de oito cilindros num quatro cilindros, de forma imperceptível. Isto reduz o consumo de combustível em até 30 por cento, dependendo da necessidade de força.

Novo Panamera_5O motor V6 biturbo de 2,9 litros do Panamera 4S desenvolve potência máxima de 440 cv (324 kW) (20 cv mais do que o modelo anterior). Ela é disponibilizada a partir de 5.650 rpm. Entre 1.750 e 5.500 rpm, o novo seis cilindros entrega 550 Nm (30 Nm mais) para os eixos de tração. O Panamera 4S pode alcançar 100km/h em apenas 4,4 segundos (4,2 segundos com o pacote Sport Chrono). Com uma velocidade máxima de 289 km/h, este Porsche também se aproxima da marca dos 300 km/h. O consumo combinado pela norma NEDC é de 8,2 – 8,1 l/100 km (186 – 184 g/km de CO2). Comparado ao Panamera 4S de primeira geração, isso representa uma economia de combustível de até 1,0 l/100 km, ou onze por cento.

Assim como o motor de oito cilindros do Panamera Turbo, o motor de seis cilindros do Panamera 4S também utiliza um sistema de injeção direta de combustível, com injetores posicionados nas câmaras de combustão. A localização dos injetores permite uma combustão ideal, máxima eficiência e ótimas respostas do motor. O 4S e o Turbo também se caracterizam pela sonoridade cheia e autêntica.

Novo Panamera_6A personalidade exterior do Panamera também foi afinada com o nascimento da segunda geração. Ela é baseada em proporções muito dinâmicas. O novo Panamera tem 5.049 mm (+ 34 mm) de comprimento, 1.937 mm de largura (+ 6 mm) e 1.423 mm de altura (+5 mm). Apesar do pequeno aumento na altura, o carro de quatro portas parece muito mais baixo e mais longo. Isto acontece, em princípio, devido à altura reduzida sobre a traseira do compartimento de passageiros – diminuída em 20 mm – enquanto foi mantido um bom espaço para as cabeças. Isto muda completamente a imagem geral do carro. A distância entre eixos foi aumentada em 30 mm, atingindo 2.950 mm. Isto também alonga as proporções do veículo. As rodas dianteiras foram deslocadas mais para a frente, reduzindo o balanço dianteiro e tornando a chamada dimensão de prestígio – distância que vai da coluna A ao eixo dianteiro – ainda maior. A projeção traseira é maior, dando ao carro uma aparência de mais força.

Texto: Porsche Brasil/Divulgação
Foto: Porsche Brasil/Divulgação

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: