Categoria SuperBike conhece campeão em Interlagos

22 de novembro de 2016

diego-faustino-68-da-honda-diminuiu-a-diferenca-e-fica-com-142-pontosA disputa da categoria SuperBike parte para sua rodada decisiva e o campeonato está mais aberto do que nunca. Com os resultados das duas baterias da etapa de Goiânia (GO), realizadas no último domingo (13), a diferença do atual líder, Danilo Lewis (17), da equipe Tecfil Racing Team, para o segundo colocado, Diego Faustino (68), da Honda, caiu de nove para apenas quatro pontos. Ou seja, os dois pilotos entram na etapa final, que será disputada no Autódromo de Interlagos no dia 4 de dezembro, praticamente empatados.

Para qualquer um dos dois ser campeão da temporada 2016 basta depender dos próprios resultados. Novamente com duas baterias em disputa, Lewis inicia com uma pequena vantagem. Para faturar o título, até então inédito em sua carreira, ele precisa vencer uma corrida e ser o segundo colocado na outra. Com esta configuração nenhum adversário poderá alcançá-lo. E o retrospecto em Interlagos, neste ano, está a favor do piloto de Osasco (SP). O líder do campeonato obteve três vitórias e um segundo lugar entre as cinco etapas realizadas em São Paulo.

Porém, o atual campeão da SuperBike, Diego Faustino, não deixará barato e promete brigar pelo tricampeonato até os últimos instantes. O piloto da cidade de Londrina (PR) conseguiu diminuir a vantagem de Lewis na liderança, que chegou a ser de 17 pontos na primeira metade do campeonato. E para isso, Faustino precisou redobrar a concentração após sofrer alguns incidentes que lhe tiraram pontos importantes no classificatório geral. Na 3ª etapa, quando estava prestes a vencer a corrida, foi atingido por Marco Solorza (55), da JC Racing Team, que fez uma manobra imprudente e acabou levando os dois ao chão. Já na 6ª rodada, em Curitiba, Faustino sofreu uma queda enquanto tentava buscar o então líder, Diego Pierluigi (84), da BMW Motorrad Alex Barros Racing.

A penúltima etapa do SuperBike Brasil em Goiânia – a única realizada na região Centro-Oeste nesta temporada – poderia colocar um dos dois adversários mais próximo do título. Para isso, bastaria que vencessem pelo menos uma das baterias. Porém, isso não aconteceu. Lewis obteve uma sexta colocação na primeira largada com chuva e o quarto lugar na segunda corrida, com pista mista – com alguns trechos secos e outros molhados.

“P6 na primeira e P4 na segunda bateria. Infelizmente choveu muito e não conseguimos o setup ideal para a nossa incrível BMWS1000RR. Mesmo com estes resultados conseguimos nos manter na liderança do campeonato. Vamos para Interlagos, em São Paulo, no dia 4 de dezembro, com todas as nossas forças e ‘armas’”, publicou Lewis em uma rede social.

Já Diego Faustino acabou sendo prejudicado por um retardatário na primeira corrida e por muito pouco não acabou abandonando a prova na volta final.

danilo-lewis-17-da-tecfil-racing-team-segue-lider-com-146-pontos“Na primeira bateria, na briga pela segunda colocação, fui atingido sem querer por outro piloto quando fomos atrapalhados por um retardatário na última volta. Na pancada machuquei meu joelho e quebrou meu guidão esquerdo, mas não cai. Terminei a volta com apenas o guidão direito e a mão esquerda na mesa da moto e consegui salvar um P4”, explica Faustino.

Enquanto isso, na segunda corrida, o então vice-líder do campeonato conseguiu um resultado melhor e obteve o terceiro lugar no pódio.

“Todos largamos com pneu de chuva, mas a pista secou bem. Liderei algumas voltas. O fim da corrida estava muito liso para todos com desgaste extremo do pneu de chuva em pista seca. Após algumas disputas consegui terminar em P3, salvando mais alguns pontos preciosos para o campeonato. O maior desafio este ano está sendo administrar as corridas para pontuar e segurar a vontade de poder ir além, mas no fim tudo vale a pena”, conta.

E a etapa de Goiânia seguiu rompendo as previsões. O argentino Diego Pierluigi, que mantinha 100% de aproveitamento no campeonato, foi apenas o oitavo colocado na segunda bateria, após ter vencido a primeira prova. Além disso, a rodada foi bastante perigosa para o piloto. Pierluigi sofreu uma queda brusca ainda nos treinos extras que quase lhe tirou das corridas. O incidente rendeu um nariz quebrado e a perna esquerda bastante machucada. O piloto precisou de muletas para caminhar e conseguir subir na moto.

“Termina um fim de semana muito difícil para mim. Mas me sinto feliz e orgulhoso pela minha garra e pela equipe que tenho. Vencemos a primeira corrida na pista molhada. A segunda foi com um piso misto, muito difícil. Eu e minha equipe optamos por um ajuste que não funcionou. O pneu dianteiro estava deslizando muito. Eu caí na primeira volta, mas consegui levantar e terminar a prova na oitava posição”, comentou Pierluigi.

Porém, outro argentino só teve o que comemorar em Goiânia. Marco Solorza (55) obteve seu melhor resultado na temporada até então. O piloto foi o segundo colocado na primeira prova e venceu a segunda bateria. Wesley Gutierrez (134), da equipe Kawasaki Racing Team, também alcançou um grande desempenho. O londrinense marcou 36 pontos no campeonato – com um terceiro e um segundo lugares – e subiu para a terceira posição no classificatório geral.

“Acabou assim: Primeira bateria 3º lugar. Na segunda bateria 2º lugar. Agradeço à equipe, aos mecânicos e ao chefe de equipe Bruno Corano. Que venha a última etapa. Goooo 134”, comemorou Wesley.

Confira abaixo a classificação da categoria SuperBike após a oitava etapa do campeonato:
1º – Danilo Lewis (17), da Tecfil Racing Team – 146 pontos
2º – Diego Faustino (68), da Honda – 142 pontos
3º – Wesley Gutierrez (134), da Kawasaki Racing Team – 120 pontos
4º – Maico Teixeira (36), da Honda – 105 pontos
5º – José Luiz “Cachorrão” (51), da Honda – 99 pontos
6º – Marco Solorza (55), da JC Racing Team– 82 pontos
7º – Diego Pierluigi (84), da BMW Motorrad Alex Barros Racing – 76 pontos
8º – Sebastiano Zerbo (81), BMW Motorrad Alex Barros Racing – 63 pontos
9º – Diego Pretel (88), da BMW Motorrad Alex Barros Racing – 46 pontos
10º – Marcelo Skaf (177), da Pitico Race Team – 41 pontos

Texto: VGCOM/Divulgação
Foto: Gilmar Rose/Divulgação

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: