Rea vence as duas baterias em Phillip Island

3 de março de 2017

A temporada 2017 do Mundial de SuperBike começou com grandes disputas e mais uma vez o domínio da equipe Kawasaki Racing Team. O atual campeão Jonathan Rea obteve uma rodada perfeita em Phillip Island, na Austrália, na abertura do calendário realizada nos dias 24, 25 e 26 de fevereiro. O piloto fechou a melhor volta nos treinos classificatórios e faturou a primeira colocação nas duas baterias, alcançando assim sua 40ª vitória na carreira. Já seu companheiro de equipe, Tom Sykes, obteve a terceira posição no pódio na primeira corrida e finalizou a etapa com um sexto lugar na largada seguinte.

Apesar de alcançar o melhor resultado possível, Jonathan Rea precisou acelerar muito para somar as duas vitórias. Os pilotos da Ducati se mostraram grandes adversários e entraram forte na briga pelas primeiras posições. O italiano Marco Melandri chegou a ocupar temporariamente a liderança, porém, acabou abandonando a primeira bateria na 16ª volta. Enquanto isso, Rea e Sykes mantiveram a ponta na maior parte da corrida. Nas voltas finais, Chaz Davies entrou forte na briga pela vitória. O piloto da Ducati ultrapassou Sykes e recebeu a bandeirada em segundo, apenas quatro centésimos atrás de Rea, que venceu a corrida. Já Sykes ficou com a terceira posição no pódio.

A segunda bateria estreou o novo regulamento para a formação do grid de largada. Os pilotos que alcançaram posição no pódio na primeira corrida largaram a partir da terceira fila. E assim a prova ganhou ainda mais emoção. Rea iniciou bem a corrida e na sétima volta já ocupava a liderança. Porém, a disputa se tornou muito mais acirrada que a da bateria anterior. A dupla da Ducati vinha forte e esperava encerrar a etapa de abertura do Mundial com ao menos uma vitória. Assim, Rea, Davies e Melandri revezara a liderança na segunda metade da prova. E foi somente na volta final que Rea conseguiu ultrapassar Davies para então receber a bandeirada em primeiro. Já o adversário levou a vice-liderança e Melandri a terceira posição.

“Vencer a primeira etapa com o novo regulamento é muito bom. Este é o melhor jeito de iniciar a minha campanha. Estou ansioso pelas próximas corridas. A pista de Phillip Island é reconhecida por não ser fácil de ganhar posições e vencer nas voltas finais e eu consegui. Este final de semana foi, realmente, muito especial”, declarou Rea.

Enquanto isso, Tom Sykes não conseguiu acompanhar o ritmo dos ponteiros e ocupou o sexto lugar na maior parte da corrida, posição em que cruzou a linha de chegada.

“Eu fiz uma corrida estranha (na segunda bateria). Eu obtive uma largada decente, estava feliz com minha posição, mas não conseguia virar voltas realmente boas. Fiquei preso atrás de alguns pilotos e os líderes abriram vantagem”, comentou Sykes.

Após a realização da primeira rodada do Mundial de SuperBike, Jonathan Rea ocupa a liderança do campeonato, com 50 pontos, e Tom Sykes vem em terceiro, com 26 pontos. Já na disputa entre fabricantes, a Kawasaki Racing Team lidera a competição com 50 pontos. A próxima etapa do Mundial será realizada nos dias 10, 11 e 12 de março no Circuito Internacional de Chang, na Tailândia.

Texto: VGCOM
Foto: Kawasaki Press Racing – Divulgação

Copyright© 2007-2016 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: