S10 Flex automática se destaca pelo baixo entre as picapes

25 de abril de 2017

O segmento de picapes médias no Brasil ganha um importante reforço, a inédita versão automática da Chevrolet S10, que se destaca pelo perfeito casamento entre o moderno motor 2.5 CIDI e a transmissão de seis velocidades com sistema Clutch to Clutch, que permite trocas rápidas e suaves.

O resultado é uma picape robusta de elevada potência (206 cv) com alto nível de conforto e, o mais surpreendente, com consumo de combustível similar ao da versão manual. Tanto que a S10 Flex automática chega sendo a mais econômica da categoria e classificada com nota máxima em eficiência energética pelo Inmetro.

Historicamente a Chevrolet S10 lidera as evoluções tecnológicas entre as picapes médias, como o segmento Flex que ela própria inaugurou em 2007. Foi a primeira a trazer motor bicombustível com injeção direta de combustível e continua sendo a única a oferecer sistemas de conectividade total. Destaque também para a dirigibilidade e inúmeros equipamentos de segurança e comodidade incomuns à categoria.

Com mais de 50% de participação atual de mercado entre as picapes Flex, a Chevrolet S10, nestes 10 anos, soma 200 mil unidades emplacadas.

A transmissão automática está disponível inicialmente apenas nas configurações LT (intermediária) e LTZ (Luxo), que traz, entre outros itens, direção elétrica progressiva inteligente, alerta de colisão frontal, alerta de saída de faixa, assistente de rampa, controle eletrônico de estabilidade e tração, faróis e lanternas com LED, banco do motorista com ajustes elétricos, telemática avançada OnStar Exclusive e multimídia MyLink com Andoid Auto e Apple Car Play.

 

[ngg_images source=”galleries” container_ids=”11″ display_type=”photocrati-nextgen_basic_slideshow” gallery_width=”640″ gallery_height=”480″ cycle_effect=”fade” cycle_interval=”5″ show_thumbnail_link=”0″ thumbnail_link_text=”[Show picture list]” order_by=”sortorder” order_direction=”ASC” returns=”included” maximum_entity_count=”500″] 

A possibilidade de partida remota do motor pela chave é novidade, uma herança dos modelos a diesel mais sofisticados. A tecnologia permite que a cabine seja climatizada antes dos ocupantes adentrarem nela, por exemplo.

Outra mudança que estreia com a linha Flex 2018 é a adoção do padrão global de identificação do nome do veículo e da versão pela carroceria. O logotipo “S10” aparece agora tanto na parte inferior das portas dianteiras quanto na esquerda da tampa da caçamba. No lado direito fica a identificação da versão de acabamento.

A S10 mostra boa performance, acelera de 0 a 100 km/h em um tempo realmente surpreendente para um veículo do seu porte: 9,5 segundos.

Para atingir a marca ela conta com o motor 2.5 com injeção direta de combustível e a transmissão automática de seis velocidades com tecnologia Clutch to Clutch, que permite trocas rápidas e quase imperceptíveis.

O sistema de transmissão automática do modelo Flex usa o mesmo hardware da configuração a diesel, porém com uma programação específica do módulo de controle da transmissão (TCM), que, no caso da S10, fica embutido, proporcionando maior robustez por evitar que componentes fiquem expostos a sujidade e impactos.

Outra alteração promovida na transmissão foi o alongamento da relação do diferencial sem comprometimento da performance. Isso contribui para melhora no consumo e para redução das rotações do motor, resultando em melhor conforto acústico e menor nível de desgaste de componentes.

Texto: Divulgação GM Mercosul
Foto: Divulgação GM Mercosul

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: