RBC Motorsport faz balanço da primeira fase do Brasileiro de Kart

17 de julho de 2017

Terminou neste sábado (15) a primeira fase do Campeonato Brasileiro de Kart. A competição, que está sendo realizada no Kartódromo Beto Carrero Internacional, em Penha – SC, recebeu as disputas de dez categorias na última semana, que compuseram a primeira fase do evento, com 284 pilotos na pista.

A RBC Motorsport foi a única fornecedora para as categorias com motores sorteados o que representou, ao todo, 202 competidores. Além deles, que faziam parte das categorias Mirim, Cadete, Sudam, F4 Graduado, F4 Sênior e F4 Super Sênior, a RBC equipou também vários karts nas categorias Júnior e Júnior Menor, que competiram com propulsores preparados.

Em um trabalho de grande dedicação e, sobretudo, muito critério em seus laboratórios, a RBC fez uma equalização praticamente perfeita em todos os motores e, com isso, o que se viu nas provas das categorias de motores sorteados foi extrema competitividade em todas elas.

Nas categorias Sudam, com 36 competidores e Cadete, com 45, em praticamente todas as atividades mais de 25 pilotos tiveram seus tempos de pista separados por meio segundo sendo que, num intervalo de um segundo, estavam praticamente todos os pilotos do grid. Situação semelhante aconteceu nas três divisões da F4 que, com seus motores Honda, mostrou grande competitividade.

Com todos os karts mostrando rendimentos semelhantes as disputas das corridas se tronaram extremamente acirradas ressaltando, desta forma, a habilidade e garra de cada piloto para conseguir as ultrapassagens e, sobretudo, buscar as vitórias.

Nas categorias com motores preparados a RBC esteve sempre nas primeiras posições destacando-se com a pole-position e o vice-campeonato na Júnior Menor além da luta constante pelas vitórias na Júnior.

“Para a RBC este Brasileiro de Kart foi, sobretudo, um grande desafio. Trouxemos nossos melhores profissionais e toda a nossa estrutura para atender de forma competente e rápida a demanda de mais de 200 clientes. Trabalhamos pesado no sentido da equalização dos motores em nossos dinamômetros e, com isso, conseguimos atingir o sucesso na similaridade. Agradeço à todos os pilotos e equipes que acreditaram em nosso trabalho, bem como, aos nossos profissionais técnicos que não mediram esforços para atenderem a todos. Vamos agora em busca dos títulos com os motores preparados para esta segunda fase”, comentou Rafael Cançado, diretor da RBC.

Texto: Quick Comunicação
Foto: Bruno Gorski – Divulgação

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: