Luca Neuenschwander destaca aprendizado no Brasileiro de Kart

18 de julho de 2017

O piloto mineiro Luca Neuenschwander (Lalubema | Direcional Transportes | Sound Share), de nove anos, disputou na última semana o Campeonato Brasileiro de Kart. Competindo pela categoria Cadete, que reúne jovens de oito a 11 anos, o garoto foi um dos grandes destaques entre os 45 participantes e, não fosse um toque na bateria final, certamente teria ido ao pódio da principal competição da temporada.

As atividades no Kartódromo Beto Carrero Internacional, em Penha, no litoral de Santa Catarina foram iniciadas ainda na terça-feira, com os treinos livres que se estenderam até quarta. Foram quatro sessões em que o mineiro conseguiu mostrar todo o seu potencial. Ele esteve sempre entre os cinco mais velozes, chegou a liderar as atividades em seu grupo e, no cômputo geral das quatro atividades foi o terceiro mais veloz.

Animado, Luca seguiu para a tomada de tempos que definiria as posições de largada de todas as corridas classificatórias. Neste momento, o mais decisivo da competição até então, um problema em seu kart não o permitiu fazer os mesmos tempos que tinha conseguido nos treinos. Com isso, mesmo tendo feito uma marca apenas meio segundo mais lenta que a registrada pelo pole-position, Neueschwander ficou apenas com o 19º tempo.

Na sexta-feira foram realizadas três corridas classificatórias. Luca, com o suporte e orientações da equipe RM Motorsport, teve uma participação bastante constante nas provas. Com o nível técnico dos equipamentos praticamente iguais, os pilotos tinham grande dificuldade para fazerem ultrapassagens. Mesmo assim, com muita determinação, Lucas ganhou espaço. Ele foi o 10º no confronto dos grupos AxB; 9º no BxC e 9º no BxD. Assim, com 28 pontos perdidos, ele garantiu a 15ª posição para a largada da prova final.

A corrida final foi disputada na noite de sábado, com transmissão ao vivo pelo Sportv. Partindo exatamente do meio do pelotão Luca sofreu um forte toque na primeira curva e caiu para o fim do grid, em 32º lugar. Muito concentrado, e com o espírito esportivo dos grandes campeões o garoto de nove anos arregaçou as mangas do macacão e partiu para a recuperação. Em 12 voltas ele conseguiu superar 18 concorrentes e recebeu a bandeirada final na 14ª posição.

“Foi uma pena o problema que tivemos na tomada de tempos. Os tempos dos meninos eram todos muito próximos e, deste modo, qualquer detalhe poderia fazer a diferença. Foi o que aconteceu. Nas corridas o Luca fez o que pôde e, não fosse o toque na final, tenho certeza que ele estaria no pódio. Na batida a barra de direção ficou empenada e, mesmo assim, ele ultrapassou vários meninos. O aprendizado foi muito grande e, tenho certeza, os bons resultados logo irão aparecer”, comentou Roberto Mourão, chefe da equipe.

Texto: Quick Comunicação
Foto: Bruno Gorski – Divulgação

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: