Hungria recebe Fórmula Um antes das férias europeias

26 de julho de 2017

O Grande Prêmio da Hungria, que será realizado neste domingo (30) terá pneus P Zero Branco médio, P Zero Amarelo macio e P Zero Vermelho supermacio, mesma combinação do ano passado. É a quinta vez que essa seleção em particular é usada na temporada 2017, incluindo a última corrida, na Grã-Bretanha. Apesar disso, Hungaroring apresenta um grande contraste em relação a Silverstone. Apesar de ser um bem estabelecido circuito permanente, possui algumas características de pistas de rua, como curvas apertadas, aderência bem baixa e velocidade média contida. O clima pode ser extremamente quente, aumentando a degradação térmica, uma das razões pelas quais o pneu médio é levado para a Hungria.

Hungaroring é uma incessante sequência de curvas. Os pneus trabalham constantemente.

Uma das mais altas temperaturas de pista da temporada passada foi registrada na Hungria, após um sábado chuvoso. A estratégia vencedora foi de duas paradas. As equipes acertam os carros com altos níveis de pressão aerodinâmica, para maximizar a velocidade nas curvas. Mas a ênfase é mais na pressão mecânica do que na aerodinâmica.

Mario Isola, chefe de competiçõies da Pirelli fala sobre o que espera do GP da Hungria sob a ótica dos compostos.”A pista foi recapeada há tempo para o Grande Prêmio do ano passado. Será interessante ver o efeito dessa alteração um ano depois, com o novo asfalto já maturado. Em 2016, notamos que a superfície era mais suave e geralmente mais veloz que a anterior. As seleções de pneus das equipes tenderam para o macio e o supermacio, então obviamente esperamos que eles sejam a base de suas estratégias. A Hungria é uma pista na qual a estratégia faz a diferença, até pela dificuldade de ultrapassar. Assim, a coleta de dados na sexta e no sábado é ainda mais importante que o normal com essa nova geração de carros velozes”, afirmou.

Após o Grande Prêmio da Hungria, acontece o segundo teste de meio de temporada do ano, com expectativa de que todas as equipes participem. Durante a programação, a Mercedes usará, ao longo de um dia, um carro que ajudará a Pirelli no desenvolvimento dos pneus slick para 2018.

Passando do meio da temporada, a Fórmula Um faz um intervalo após o Grande Prêmio da Hungria, voltando no fim de agosto, na Bélgica.

Texto: Pirelli
Foto: Divulgação

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: