Fórmula Um lembra estreia de Schumacher

27 de agosto de 2017

Por Robério Lessa – Antes do início da primeira corrida depois do descanso das férias europeias, na tarde (horário local) deste domingo (27) em Spa-Francorchamps. O Grande Prêmio da Bélgica começou com uma surpresa para os espectadores.

Na pista de Spa-Francorchamps a Benetton B194 na qual o alemão Michael Schumacher venceu ganhou oito corridas e ganhou seu primeiro título mundial desfilou no asfalto belga pilotada por Mick Schumacher, filho do heptacampeão da Fórmula Um, que hoje vive recluso em recuperação após grave acidente em dezembro de 2013 em uma estação de Esqui, na França. Mick é piloto de Fórmula Três.

Mik, que tinha na pintura de seu capacete dividida com a de seu pai, provocou emoção do público que aplaudia o herdeiro de Shcumacher na exibição que comemorava a primeira vitória de seu pai no  GP belga, ocorrida em 1992 (com outro modelo da Benetton que não ficou pronto para a comemoração). 

“Foi uma ótima sensação poder guiar  essa máquina de 1994. Estou espantado com o carro. Fiquei tão feliz em fazer parte deste momento emocionante em uma pista que tem muitas histórias de meu pai”, revelou Mike.  

Spa-Francorchamps tem forte ligação com Schumacher.  Palco de sua estréia 1991 com um Jordan, em substituição ao belga Bertrand Gachot -preso após uma briga de trânsito. Na corrida o alemão largou em sétimo, mas abandonou a prova após falha de embreagem. Schumacher trocaria a Jordan pela Benetton ainda naquele ano quando tomo o lugar do Brasileiro Roberto Pupo Moreno, que fazia dupla com Nelson Piquet. Moreno foi para a Jordan e Shumacher começava a mostrar que estava na Fórmula Um não para ser mais um, mas sim para ser um grande campeão.

Texto: Robério Lessa
Foto: F-1/ Divulgação.

Copyright© 2007-2017 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: