Vitória Cai no colo de Hamilton

1 de maio de 2018

A sorte anda ao lado dos grandes campeões, e desta feita ela estava ao lado do tetracampeão Lewis Hamilton, que, na temporada de 2018 ainda não havia vencido uma corrida das três disputadas até o Grande Prêmio do Azerbaijão de Fórmula Um, no circuito montado nas ruas da cidade de Baku.

Tudo parecia que a vitória ficaria com a Ferrari de Sebastian Vettel, mas após a entrada do Safety Car por conta do acidente de Max Verstappen e Daniel Ricciardo, A Mercedes de Valtteri Bottas aparecia na liderança que se mostrava consolidada com um erro grosseiro de Vettel, que caiu para a quarta colocação.

Mas o que ninguém esperava, nem mesmo os mais otimistas, e os pessimistas, em se tratando de torcedores do finlandês Bottas, era que o pneu traseiro direito de seu carro estourasse após passar por cima de um detrito na pista, provavelmente, proveniente da Haas de Romain Grosjean, que colidira contra o muro ainda com a presença do Safety Car, o que deixou para o final da prova apenas três voltas em velocidade de corrida.

Atrás de Bottas, Hamilton só teve o trabalho de levar sua Mercedes para finalizar a corrida com uma vitória nunca acreditada, mas que lhe rendera a liderança da classificação-geral na disputa pelo título da temporada, e o “desempate” entre ele e Vettel, os tetracampeões para ver quem será o próximo pentacampeão mundial da Fórmula Um. Agora Hamilton tem 70 pontos contra 66 de Vettel.

A corrida de Baku foi bem movimentada foi frenética, e com muitos incidentes, desde a primeira volta quando Esteban Ocon, na tentativa de superar Kimi Raikkonen,  por fora na Curva Dois acabou batendo e tendo de abandonar a prova. Quase no mesmo tempo,  Sergey Sirotkin acabou tocando na McLaren de Fernando Alonso após ter sido  espremido pela Renault de Nico Hulkenberg,  e teve de abandonar também. Fernando Alonso conseguiu levar sua McLaren aos Boxes, mesmo com um pneu dechapado e outro furado.

Até o acidente das Red Bull, Vettel abriu uma boa vantagem até ser surpreendido pela estratégia da Mercedes que manteve Bottas na pista com os pneus super macios pelo maior número de voltas e só foi trocar com a entrada do Safety Car, e aí o que ocorreu já relatamos acima.

Com a vitória de Lewis Hamilton, a segunda colocação ficou com Kimi Raikkonen, que depoius de trocar o bico da sua Ferrari na primeira volta, fez uma boa corrida de recuperação. O terceiro colocado foi o Mexicano Sergio Perez, que fazia uma corrida constante e igualmente fora beneficiado com o revés dos outros à sua frente.

Vettel teve de se contentar com o quarto lugar. Carlos Sainz foi quinto. Charles Leclerc somou os seus primeiros pontos na Fórmula Um e ficou com a sexta posição, bastante comemorada pela. Fernando Alonso, que também conseguiu trocar o bico danificado de sua McLaren, ficou com o sétimo posto, seguido pelo canadense Lance Stroll, em oitavo. Stoffel Vandoorne foi o jono e Brendon Hartley o décimo.

Com a soma dos pontos em quatro corridas disputadas, Hamilton lidera com quatro pontos a mais que Sebastian Vettel. Confira a classificação:

01 Lewis Hamilton 70 pontos
02 Sebastian Vettel 66 pontos
03 Kimi Raikkonen 48 pontos
04 Valtteri Bottas 40 pontos
05 Daniel Ricciardo 37 pontos
06 Fernando Alonso 28 pontos
07 Nico Hulkenberg 22 pontos
08 Max Verstappen 18 pontos
09 Sergio Perez 15 pontos
10 Carlos Sainz 13 pontos
11 Pierre Gasly 12 pontos
12 Kevin Magnussen 11 pontos
13 Charles Leclerc 08 pontos
14 Stoffel Vandoorne 08 pontos
15 Lance Stroll 04 pontos
16 Marcus Ericsson 02 pontos
17 Brendon Hartley 01 ponto
18 Eteban Ocon 01 Ponto

Confira a classificação do Mundial de Construtores:
01 Ferrari 114 pontos
02 Mercedes 110 pontos
03 Red Bull/Renault 55 pontos
04 McLaren/Renault 36 pontos
05 Renault 35 pontos
06 Force India 15 pontos
07 Toro Rosso 13 pontos
08 Haas 11 pontos
09 Sauber 08 pontos
10 Williams 04 pontos

Fotos: F1/RedBull Racing/Scuderia Ferrari/Mercedes GP Petronas F1-Divulgação.

Copyright© 2007-2018 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: