Cacá Bueno na vice-liderança da Stock Car

6 de maio de 2018

A Stock Car disputou neste domingo a quarta etapa da temporada 2018 e a Cimed Racing conquistou um pódio com Marcos Gomes na corrida principal. O time também consolidou Cacá Bueno como vice-líder do campeonato e Felipe Fraga na terceira colocação. Campeão de 2015, Gomes agora também subiu para as primeiras colocações, aparecendo agora para o sétimo lugar.

“A equipe fez um ótimo trabalho no box para conseguirmos passar o (Rubens) Barrichello. Tentei chegar próximo do Max (Wilson), mas aqui é muito difícil de ultrapassar e também precisei defender o segundo lugar. Ainda peguei um pouco de óleo na pista na parte final da corrida e perdemos um pouco de rendimento, mas conseguimos chegar em segundo, um bom resultado para nós. Na segunda corrida, nós estávamos novamente entre os top-10, mas infelizmente eu recebi um toque do Nelsinho que me tirou da prova. Foi uma pena porque estávamos conseguindo mais alguns pontos importantes”, diz Gomes.

Sétimo colocado na segunda corrida e nono na primeira prova, Cacá Bueno sai de Londrina ainda na vice-liderança da Stock Car. O pentacampeão da categoria soma 80 pontos, mas viu a diferença para o líder subir para 36 pontos. O piloto do carro 0 esperava ter conquistado um pódio na segunda corrida, quando largou da segunda posição.

“O ambiente em Londrina foi maravilhoso, a torcida lotou as arquibancadas, mas foi uma pena nosso resultado final. Eu pedi autorização pelo rádio para antecipar a parada na segunda corrida, mas eu deveria ter abortado a entrada no box. Entrei junto com tudo mundo e o pit acabou saindo ruim. Acho que acabei perdendo uns 10 pontos por esse erro nosso. Eu tenho que baixar dois décimos de classificação, o carro em ritmo de corrida é ótimo, mas precisamos também acertar os pit-stops. Nós estamos bem mais fortes do que no ano passado e foi uma pena não ter saído daqui com um pódio na segunda corrida”, diz Cacá, que foi o vencedor da etapa passada em Curitiba.

Quem também tinha forte chance de pódio na segunda corrida foi Felipe Fraga, mas o mais jovem campeão da Stock Car (aos 21 anos, na temporada 2016) teve que cumprir uma punição por queima de largada.

“Nós mantivemos o terceiro lugar no campeonato, mas o desempenho do final de semana nosso foi abaixo do esperado e a diferença para o líder aumentou. Precisamos trabalhar mais para a próxima corrida, hoje tivemos problemas no pit-stop e eu ainda queimei a largada na segunda corrida, então perdi vários pontos importantes. Acho que ganhar a segunda prova era difícil, mas tínhamos boas chances de subir no pódio se eu não tomasse a punição”, diz Fraga.

A Cimed Racing também marcou pontos com Lucas Foresti. “A primeira corrida foi bem legal, com uma evolução muito boa em uma pista bem travada. A segunda foi para esquecer. A única coisa boa da etapa foi ter ganhado o último Hero Push, já que na próxima corrida ela terá outro nome. Queria agradecer a cada um que votou e espero poder recompensar o esforço de vocês com um bom resultado em Santa Cruz do Sul. Sobre este fim de semana não tenho muito o que dizer”, diz Foresti.

Quem também vinha forte na segunda corrida era Denis Navarro, mas um toque de Antonio Pizzonia acabou com a corrida do piloto que integra a maior plataforma de investimento do automobilismo brasileiro, a Cimed Racing.

“Nós viemos com uma estratégia inteira para privilegiar a segunda corrida, estava na frente do Diego (Nunes) que chegou em quinto na segunda prova, então eu tinha grandes chances de terminar no top-5 dessa segunda prova. Infelizmente fui tirado da prova e é inadmissível um piloto com a experiência do (Antonio) Pizzonia fazer isso. É a segunda que ele faz isso comigo, mas ele teve a punição correta da direção de prova. É bem difícil, mas é coisa de corrida e vamos pensar na próxima”, diz Denis.

A próxima etapa da Stock Car será daqui duas semanas, dia 20 de maio em Santa Cruz do Sul (RS).

Confira os 10 primeiros na classificação do campeonato:

1º Daniel Serra – 116 pontos
2º Cacá Bueno – 80
3º Felipe Fraga – 76
4º Rubens Barrichello – 72
5º Max Wilson – 68
6º Lucas di Grassi – 68
7º Marcos Gomes – 67
8º Julio Campos – 66
9º Ricardo Zonta – 52
10º Gabriel Casagrande – 48

Texto: RF1/Divulgação.
Fotos: Bruno Terena-RF1/Divulgação.

Copyright© 2007-2018 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: