Jean-Eric Vergne é campeão da Fórmula E

14 de julho de 2018

 

O francês Jean-Eric Vergne (Techeetah) é o novo campeão da ABB Formula E, temporada 2017-18. O piloto ficou na quinta posição no Qatar Airways New York City E-Prix deste sábado (14) e não pode mais ser alcançado matematicamente pelo britânico Sam Bird (DS Virgin Racing).

JEV, como também é conhecido, largou em último e fez uma corrida de recuperação, inclusive ultrapassando o adversário britânico, que foi apenas o nono. Mesmo faltando mais uma rodada, que será disputada neste domingo (15), também nos Estados Unidos, o francês soma 173 pontos contra 142 do britânico.

Cada etapa do mundial dos carros elétricos oferece no máximo 29 pontos, sendo 25 para o piloto que vencer a corrida, três para a Julius Bär Pole Position e um extra para a Visa Fast Lap (volta mais rápida).

“Depois da situação complicada em Zurique na etapa passada, finalmente conseguimos. Quando você compete onde quer, você conquista campeonatos. Sonhei sim com o título, mas é melhor quando deixa de ser um sonho”, disse Jean-Eric Vergne (Techeetah), que recebeu a coroa que era de Lucas Di Grassi.

Mas foi o brasileiro Lucas Di Grassi (Audi Sport Abt Schaeffler) que deu show na pista localizada no Red Hook, no Brooklyn.

O campeão de 2017-18 largou em 11º lugar e já na 25ª volta – logo após a troca de carros nos boxes – assumiu a liderança.

O piloto paulista vinha de vitória em Zurique (Suíça) e o resultado em Nova Iorque é seu sexto pódio consecutivo. Lucas Di Grassi dedicou o triunfo ao filho que nasceu no início de julho.

O pódio do Qatar Airways New York City E-Prix teve dobradinha da Audi Sport Abt Schaeffler (a segunda nesta temporada), com alemão Daniel Abt em segundo. O suíço Sébastien Buemi (Renault e.Dams) ficou em terceiro, e faturou mais três pontos da Julius Bär Pole Position. O brasileiro Nelsinho Piquet. (Panasonic Jaguar Racing) abandonou a prova depois de brigar pelas primeiras posições na primeira volta. O carro apagou após a saída dos boxes.

“Estava em um bom ritmo e o pit stop foi ok, até ultrapassei o carro da Venturi na saída, mas o carro apagou. Ainda não sabemos exatamente qual foi o problema, provavelmente foi algo com o software. Só conseguiremos descobrir a causa logo mais. É frustrante, porque provavelmente iriamos ficar na quarta posição, talvez até desse para brigar com o Buemi. Foi realmente uma pena”, falou Nelsinho Piquet.

O E-Prix tinha a previsão de 45 voltas, mas terminou duas voltas antes (43) por conta da entrada do Safety Car, que fez a prova ultrapassar o período máximo de uma hora de duração. A corrida foi realizada com a temperatura na casa dos 32 graus, mas a sensação térmica era superior.

Apenas 19 carros largaram em Nova Iorque. O britânico Oliver Turvey (NIO Formula E Team) sofreu uma fratura na mão depois de um acidente nos treinos livres.

A última etapa será neste domingo (15), também em Nova Iorque (Estados Unidos), a partir de 15h. A transmissão para o Brasil será do canal Fox Sports 2.

A briga pela terceira colocação no campeonato ficou mais acirrada com o resultado da primeira prova da rodada dupla de Nova Iorque. Lucas Di Grassi (Audi Sport Abt Schaeffler) se isolou em terceiro lugar, abrindo 16 pontos para o quarto colocado Sébastien Buemi (Renault e.Dams). Já para o britânico Sam Bird (DS Virgin Racing), segundo na tabela de classificação, o brasileiro está os mesmos 16 pontos atrás.

“Terminar esta temporada com o vice campeonato será um milagre. Mas o foco não é este, e sim o campeonato de construtores. Estamos apenas sete pontos atrás do primeiro colocado (Techeetah), então vamos aprender o máximo que pudermos com o que aconteceu na corrida de hoje e prepararmos o carro para amanhã, e tentar repetir este resultado”, explicou o brasileiro.

Sobre o Mundial de Construtores, a chinesa Techeetah tem 235 pontos e a alemã Audi Sport Abt Schaeffler tem 229 pontos. O título será decidido neste domingo.

Classificação após 11 etapas
1º Jean-Eric Vergne (FRA) – Techeetah – 173 pontos
2º Sam Bird (GBR) – DS Virgin Racing – 142 pontos
3º Lucas Di Grassi (BRA) – Audi Sport Abt Schaeffler – 126 pontos
4º Sébastien Buemi (SUI) – Renault e.Dams – 110 pontos
5º Daniel Abt (ALE) – Audi Sport Abt Schaeffler – 104 pontos

Mundial de Construtores
1º Techeetah – 235 pontos
2º Audi Sport Abt Schaeffler – 229 pontos
3º DS Virgin Racing – 159 pontos
4º Mahindra Racing – 124 pontos
5º Renault e.DAMS – 118 pontos

Texto e Fotos: Divulgação.

Copyright© 2007-2018 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: