Hamilton supera 13 pilotos, conta com a sorte e vence em Hockenheim

22 de julho de 2018

Por Robério Lessa -Em uma prova movimentada, Lewis Hamilton faz a alegria dos alemães ao vencer, de forma surpreendente, o GP da Alemanha de Fórmula Um, disputado na tarde (horário local) deste domingo (22), no autódromo de Hockenheim. Com a vitória ele reassume a liderança do Mundial de Pilotos, e a Mercedes o de Construtores.

Esta foi a 66ª vitória de Hamilton na carreira. “Foi uma corrida incrível, agradeço muito à equipe por tudo aqui hoje”, disse o piloto pelo rádio após cruzar a linha de chegada.

A Corrida – Na largada, Sebastian Vettel fez o que se esperava dele, pulou na frente mesmo com Valtteri Bottas largando bem e buscando surpreendê-lo. Atrás dos dois, Kimi Raikkonen manteve a terceira posição, seguido por Max Verstappen, enquanto Lewis Hamilton partia do 14º posto e iniciava sua escalada. Na quinta volta, o britânico já estava na décima posição.

Após as primeiras 10 voltas, Hamilton era o sétimo, enquanto Daniel Ricciardo, que largou da última posição, era o 13º. Nos boxes, os engenheiros e estrategistas das equipes se preocupavam com a possibilidade de chuva, que seria um diferencial na corrida em Hockenheim, cuja pista apresenta o menor desgaste da temporada.

A Ferrari foi a primeira equipe a trocar os pneus de um de seus pilotos, chamando Kimi Raikkonen para os boxes na 15ª volta trocando o ultra macio pelo composto macio. A troca foi benéfica ao finlandês, que na sua segunda volta com o composto já fazia a melhor volta naquele momento da prova.

Na volta 26, Vettel parou para sua troca e passou a usar os compostos macios em sua Ferrari, mas voltou atrás de seu companheiro. Depois das paradas de todos os pilotos a liderança ficou com Kimi Raikkonen, sequido por Vettel em segundo e por Lewis Hamilton, que superou Bottas após a troca do finlandês da Mercedes. Verstappen era o quarto, enquanto Daniel Ricciardo abandonava a prova.

Hamilton forçava o ritmo a cada volta enquanto Vettel dava indícios de ter problemas de aquecimento dos pneus e ainda andava atrás de Raikkonen. O britânico parou nos boxes na 43ª volta, calçando sua Mercedes com os pneus macios e perdendo apenas duas posições (Verstappen e Bottas).

Na volta seguinte, a chuva começou a cair em Hockenheim, e Leclerk foi o primeiro a parar para usar os pneus intermediários, seguido imediatamente por Alonso. Enquanto isso, Vettel conseguiu superar Raikkonen. A chuva não vingou, e quem trocou os pneus para a pista molhada teve de retornar aos boxes para usar os de pista seca.

Com pneus gastos, Kimmi não conseguiu segurar Bottas, que andava forte nesse momento da prova.

Na volta 52, o inesperado acontece. Com a pista bastante escorregadia, já que voltara a chover em alguns pontos, Vettel acabou escapando na parte mais lenta do circuito e bateu de frente na barreira de pneus, acabando seu sonho de vencer em Hockenheim.

Em meio a intensa movimentação, Kimi volta aos boxes para colocar pneus ultramacios enquanto Hamilton assumiu a ponta na corrida que seguia com o Safety Car faltando 13 voltas para terminar a corrida. Autorizada a relargada, Bottas tentou surpreender Hamilton, colocou seu carro de lado e mostrou arrojo, no entanto, o britânico conseguiu superar seu companheiro de equipe e levou seu carro para a vitória.

A terceira posição ficou com Raikkonen, seguido por Max Verstappen, o quarto; Nico Hulkenberg, o quinto; Romains Grosjean, o sexto; Sergio Pérez, o sétimo; Stéban Ocon, o oitavo; Marcus Erickson, o nono e Brendon Hartley o décimo.

1 Lewis Hamilton
2 Valtteri Bottas
3 Kimi Raikkonen
4 Max Verstappen
5 Nico Hulkenberg
6 Romain Grosjean
7 Sergio Perez
8 Esteban Ocon
9 Marcus Ericsson
10 Brendon Hartley
11 Kevin Magnussen
12 Carlos Sainz
13 Stoffel Vandoorne
14 Pierre Gasly
15 Charles Leclerc
16 Fernando Alonso
Não completaram a prova:
Lance Stroll
Sergey Sirotkin
Sebastian Vettel
Daniel Ricciardo

Confira a classificação do Mundial de Pilotos:
1 Lewis Hamilton 188 pontos
2 Sebastian Vettel 171 pontos
3 Kimi Raikkonen 131 pontos
4 Valtteri Bottas 122 pontos
5 Daniel Ricciardo 106 pontos
6 Max Verstappen 105 pontos
7 Nico Hulkenberg 52 pontos
8 Fernando Alonso 40 pontos
9 Kevin Magnussen 39 pontos
10 Sergio Perez 30 pontos
11 Esteban Ocon 29 pontos
12 Carlos Sainz 28 pontos
13 Romain Grosjean 20 pontos
14 Pierre Gasly 18 pontos
15 Charles Leclerc 13 pontos
16 Stoffel Vandoorne 8 pontos
17 Marcus Ericsson 5 pontos
18 Lance Stroll 4 pontos
19 Brendon Hartley 2 pontos

Confira a classificação do Mundial de Construtores:
1 Mercedes 310 pontos
2 Ferrari 302 pontos
3 Red Bull/Renault 211 pontos
4 Renault 80 pontos
5 Force India/Mercedes 59 pontos
6 Haas/Ferrari 59 pontos
7 McLaren/Renault 48 pontos
8 Toro Rosso/Honda 20 pontos
9 Sauber/Ferrari 18 pontos
10 Williams/Mercedes 4 pontos

Texto: Robério Lessa.
Fotos: Scuderia Ferrari/Mercedes GP – Divulgação.

Copyright© 2007-2018 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: