Átila Abreu vence segunda corrida em Londrina

22 de outubro de 2018

????????????????????????????????????

Em uma corrida novamente decidida nos boxes, Átila Abreu conquistou sua terceira vitória do ano na prova que fechou a rodada dupla de Londrina. Porém, quem teve muitos motivos para comemorar foi o líder do campeonato Daniel Serra, que chegou em segundo e viu seu principal rival, Felipe Fraga, perder novamente a vitória.

A largada foi exatamente igual a da corrida um: Fraga manteve a ponta e Gomes pulou para segundo ao passar Diego Nunes. Assim como Fraga e Gomes, Serra também fechou a volta um em sexto. No entanto, a segunda prova transcorreu de forma bem mais tranquila nas primeiras voltas.

Contudo, Gomes começou a perder rendimento e cair pelas tabelas, abandonando, logo em seguida, e permitindo que toda a turma passasse, incluindo Átila Abreu, Thiago Camilo e Daniel Serra, que deixara Júlio Campos para trás. Alheio ao campeonato, quem chamava a atenção era Valdeno Brito, o sétimo após sair de último na corrida um.

A janela de boxes foi aberta na volta 16 com Fraga parando, novamente, com problemas na roda traseira direita. Para o azar dele, a parada de Átila foi ótima e, novamente, perdeu a primeira posição por conta dos boxes. E, uma vez na liderança, Átila, que teve problemas com a ativação do botão de ultrapassagem na prova um, saiu gastando tudo o que tinha para sustentar a primeira posição e, desta forma, a vitória.

Para piorar ainda mais a tarde de Fraga, Daniel Serra, que subiu para terceiro após a parada, não tomou conhecimento e passou o rival, tomando a segunda posição, com Ricardo Mauricio fazendo o mesmo e tirando o campeão de 2016 do pódio em uma manobra sensacional com direito a escapada de pista dos dois. A Fraga, restou amargar o quarto lugar, à frente de uma grata surpresa: o argentino Esteban Guerrieri, substituto de Lucas di Grassi na Hero neste fim de semana.

Confira o resultado da segunda corrida:

1. 51 Átila Abreu (Shell V-Power) – 33 voltas em 41:52.099
2. 29 Daniel Serra (Eurofarma RC) – a 1.160
3. 90 Ricardo Maurício (Full Time Sports) – a 4.160
4. 88 Felipe Fraga (Cimed Chevrolet Racing) – a 4.522
5. 344 Esteban Guerrieri (Hero Motorsport) – a 8.455
6. 21 Thiago Camilo (Ipiranga Racing) – a 12.219
7. 0 Cacá Bueno (Cimed Chevrolet Racing) – a 14.234
8. 46 Vitor Genz (Eisenbahn Racing Team) – a 15.543
9. 83 Gabriel Casagrande (Vogel Motorsport) – a 15.785
10. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports) – a 24.676
11. 3 Bia Figueiredo (Ipiranga Racing) – a 28.419
12. 77 Valdeno Brito (Eisenbahn Racing Team) – a 29.075
13. 70 Diego Nunes (Full Time Bassani) – a 30.420
14. 4 Julio Campos (Prati-Donaduzzi Racing) – a 31.220
15. 65 Max Wilson (Eurofarma RC) – a 33.113
16. 44 Bruno Baptista (Hero Motorsport) – a 35.943
17. 20 Ricardo Sperafico (Bardahl Hot Car) – a 41.050
18. 9 Guga Lima (Vogel Motorsport) – a 42.417
19. 24 Kelvin Van Der Linde (Blau Motorsport) – a 5 voltas
20. 12 Lucas Foresti (Cimed Chevrolet Racing Team) – a 6 voltas
21. 110 Felipe Lapenna (Cavaleiro Contuflex) – a 9 voltas
Não terminaram
22. 1 Antonio Pizzonia (Prati-Donaduzzi Racing) – a 14 voltas
23. 33 Nelson Piquet Jr (Full Time Bassani) – a 20 voltas
24. 28 Galid Osman (Cavaleiro Sports) – a 20 voltas
25. 8 Rafael Suzuki (Bardahl Hot Car) – a 23 voltas
26. 80 Marcos Gomes (Cimed Chevrolet Racing Team) – a 24 voltas
27. 30 Cesar Ramos (Blau Motorsport) – a 28 voltas
28. 10 Ricardo Zonta (Shell V-Power) –  a 31 voltas
29. 5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports) – não largou
Melhor volta: Diego Nunes, 1:11.665 (153,4 km/h)

Texto: Divulgação

Foto: Fernanda Freixosa /Vipcomm/Divulgação

Copyright© 2007-2018 – carrosecorridas.com.br | Proibida a reprodução sem autorização

Tags: